Nova Zelândia x Holanda - Prognóstico da estreia das campeãs continentais | Futebol na Veia

Nova Zelândia x Holanda – Prognóstico da estreia das campeãs continentais

As duas seleções vão estrear na Copa do Mundo Feminina

Nesta terça-feira (11), às 10h (horário de Brasília), Nova Zelândia e Holanda se enfrentam na abertura do Grupo E, no Stade Océane, em Le Havre, França. Pela mesma chave, Canadá e Camarões jogaram nesta segunda-feira (10), em Montpellier, com a vitória das canadenses por 1 x 0.

NOVA ZELÂNDIA

Esta será a quarta Copa das neozelandesas, já participaram das edições de 1991, 2007 (ambas na China), 2011 (Alemanha) e 2015 (Canadá). Porém, nunca se classificaram para a segunda fase do torneio. As atuais campeãs da Copa das Nações da Oceania esperam quebrar esse tabu de estacionar na fase de grupos. Atualmente, as “Football Ferns” estão na 19ª posição no ranking da FIFA. Nesta edição, a seleção comandada pelo técnico escocês Tom Sermanni tem bons destaques, que são a capitã Ali Riley, meia do Chelsea, que já disputou três Copas do Mundo e três Olimpíadas; Erin Nayler, goleira do Bordeaux, que ficou marcada na partida na Copa de 2015 contra o Canadá (as donas da casa) num empate sem gols, graças a sua grande atuação e; Abbey Erceg, defensora do North Carolina Courage, da Liga Norte-Americana, a primeira atleta a jogar 100 partidas pela Nova Zelândia.

HOLANDA

Uma das melhores seleções do mundo, as “Oranje Leeuwinnen” (Leoas Laranjas) participam apenas da sua segunda Copa do Mundo. A primeira foi na última edição, em 2015, quando foram eliminadas pelo Japão nas oitavas de final. Elas estão na 8ª posição no ranking da FIFA, são uma das favoritas para se classificar na chave, pois já vem embaladas pela conquista da Euro 2017 em seus domínios. No elenco comandado pela técnica Sarina Wiegman, há muitas jogadoras para ficar de olho: Lieke Martens, meia-atacante do Barcelona, foi eleita a melhor do mundo em 2017 e foi uma das peças fundamentais para a conquista da última Euro; Shanice van de Sanden, ponta direita do Lyon, que venceu a Champions League, é considerada uma das jogadoras mais rápidas do mundo, além de já ter atuado pelo Liverpool; Vivianne Miedema, atacante do Arsenal, foi o destaque dos Gunners para a conquista da Superliga Inglesa da temporada e já atuou também pelo Bayern de Munique, sendo a artilheira da Champions League de 2017-18 e; Lineth Beerensteyn, atacante do Bayern de Munique, que substituiu Miedema quando se lesionou, se destacando nas eliminatórias.

RETROSPECTO

A única vez em que Nova Zelândia e Holanda se enfrentam foi justamente na última edição, em 2015, quando as holandesas triunfaram por 1 x 0, com gol de Martens.

APOSTA INDICADA

A seleção neozelandesa, apesar do título continental, nunca venceu uma partida em quatro Copas disputadas, enquanto o lado laranja do confronto vem com grandes estrelas da modalidade. Com isso, a aposta indicada é uma vitória da Holanda pagando 1.31 na 1xbet.

Odds: 1 (11.5) | x (5.5) | 2 (1.31)

André Borges

Sobre André Borges

André Borges já escreveu 59 posts nesse site..

Me chamo André Borges, sou Paulista (tanto de naturalidade como torcedor do time de Jundiaí), tenho 20 anos e sou estudante de Jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi. Antes, eu estudava no Centro Universitário Campo Limpo Paulista (UNIFACCAMP) e lá participei do jornal laboratório "O Jornaleiro" por dois anos. Comecei a gostar de futebol com 12 anos, na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Prefiro Libertadores do que Champions League.


 

365 Scores

 

André Borges
André Borges
Me chamo André Borges, sou Paulista (tanto de naturalidade como torcedor do time de Jundiaí), tenho 20 anos e sou estudante de Jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi. Antes, eu estudava no Centro Universitário Campo Limpo Paulista (UNIFACCAMP) e lá participei do jornal laboratório "O Jornaleiro" por dois anos. Comecei a gostar de futebol com 12 anos, na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Prefiro Libertadores do que Champions League.

Artigos Relacionados

Topo