Náutico x Sport – Prognóstico do Clássico dos Clássicos pela Copa do Nordeste

Enquanto que o Timbu conseguiu classificação, Sport foi eliminado da Copa do Brasil e perdeu o técnico, essa semana
Náutico x Sport

Neste sábado (15), Náutico e Sport voltam a se enfrentar na temporada. Desta vez, em jogo válido pela 4ª rodada da Copa do Nordeste. Assim, a partida acontece às 18h (horário de Brasília) e terá como palco o Estádio dos Aflitos, em Recife. Dessa forma, as equipes vivem momentos distintos. Enquanto o Timbu vem de classificação na Copa do Brasil e encontra uma estabilidade na temporada. O Leão chega ao clássico sem técnico, já que Guto Ferreira foi demitido após eliminação na copa nacional para Brusque-SC. Além disso, a série de empates foi outro fator para a má fase.

NÁUTICO

Ocupando a 3ª posição do Grupo B com quatro pontos, Náutico chega ao final de uma maratona de jogos, com quatro duelos em uma semana. Assim, o saldo acabou sendo positivo com duas vitórias, um empate e apenas uma derrota. No entanto, essa queda foi no último confronto pela Copa do Nordeste, diante do Botafogo-PB. Logo, chega ao clássico embalado pela classificação na Copa do Brasil contra Toledo-PR. Nos Aflitos, o Timbu ainda está invicto. No entanto, soma três empates e apenas um triunfo para Decisão, pelo Pernambucano, por 4 x 0. Além disso, marcou sete gols e sofreu três tentos, como mandante.

SPORT

Enquanto o Sport vive crise técnica. Após a eliminação na Copa do Brasil para Brusque-SC, atual campeão da Série D, o técnico Guto Ferreira não resistiu e foi demitido nesta quinta-feira (13). Assim, quem comandará a equipe será o interino César Lucena, treinador da base e ídolo recente. Se já não bastasse isso, torcida cobra o clube por maus resultados já que o Leão vinha de uma série de quatro empates. Pelo Nordestão, o Rubro-Negro ocupa a vice-liderança do Grupo A com cinco pontos. Apesar da invencibilidade, não vence a dois jogos pelo torneio. Como visitante, soma uma vitória, dois empates e uma derrota, em quatro jogos.

RETROSPECTO

Historicamente, Náutico e Sport já se enfrentaram em 555 ocasiões. Assim, a vantagem é do Leão com 214 vitórias contra 182 do Timbu. Logo, houve outros 158 empates. Dessa forma, entre tanto duelos marcantes, destaque para finais de estadual na década de 60, anos do Hexa alvirrubro, e partidas pela Copa do Nordeste e Brasileirão. Recentemente, as equipes realizaram o primeiro confronto internacional, pela 2ª fase da Copa Sul-Americana, em 2013. Na ocasião, o ídolo Magrão pegou três pênaltis e classificou o Rubro-Negro.

APOSTA INDICADA

Assim, a partida coloca, novamente, frente a frente dois dos maiores clubes de Pernambuco no Clássico dos Clássicos pela Copa do Nordeste. No entanto, longe das glórias de anos atrás. Isso porque, enquanto o Náutico chega forte vindo de um título nacional da Série C e da classificação na Copa do Brasil. O Sport, mesmo com o acesso à Série A, caiu na primeira fase da copa nacional, mais uma vez, e perdeu o técnico. Logo, o momento é favorável ao Timbu que deve fazer valer o fator casa e a instabilidade do rival para o trio Erick, Guillermo Paiva e Jean Carlos comandarem mais um triunfo pelo Nordestão.

Odds: Em breve.

Foto Destaque: Reprodução / FNV

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 313 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

BetWarrior


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados

Topo