Náutico x River-PI – Prognóstico do Timbu contra Galo Carijó pelo Nordestão

Nos Aflitos, equipes iniciam novo capítulo na Copa do Nordeste
Náutico x River-PI

Nesta quinta-feira (23), Náutico e River-PI entram em campo em jogo válido pela 1ª rodada da Copa do Nordeste. Assim, a partida acontece às 19h30 (horário de Brasília) e terá como palco o Estádio dos Aflitos, em Recife. Dessa forma, embalado pelo título da Série C e pela melhor campanha de sua história no último Nordestão, o Timbu busca repetir a dose em 2020. Enquanto que o Galo Carijó, manteve bons nomes da última temporada e trouxe velhos conhecidos dos Alvirrubros em busca de uma campanha de destaque pela primeira vez.

NÁUTICO

Após a estreia no Pernambucano com empate em 1 x 1 frente ao Sport, o Náutico faz nova estreia, dessa vez pelo Nordestão. Assim, os comandados de Gilmar Dal Pozzo vão em busca de aproveitar o fator casa para começar o certame com uma vitória. Pois, depois que o Timbu retornou para os Aflitos, em 2019, voltou a decidir um estadual e foi campeão brasileiro da Série C, muito através dos pontos conquistados em seus domínios. Para tanto, repatriou ídolos recentes da torcida Alvirrubra como o zagueiro Ronaldo Alves, ex-CSA, e os atacantes Erick, cria da base, e Kieza, ex-Fortaleza.

RIVER-PI

Já o River-PI, vem de estreia no Piauiense, na última sexta-feira (17), e com derrota para o Picos por 2 x 1. Assim, se volta para o Nordestão em busca do primeiro triunfo na temporada. Dessa forma, apostando em um elenco enxuto, o Galo Carijó trouxe nomes com passagens pelo adversário da vez, como o técnico Márcio Goiano e o lateral/meia João Ananias, formado nos Aflitos. Além deles, o clube de Teresina manteve destaques da temporada passada, como os atacantes Eduardo e Roney e o meia Bismark. Sem nunca ter avançado às fases agudas do certame, o Tricolor Mafrense vai em busca de fazer história.

RETROSPECTO

Historicamente, Náutico e River-PI apenas se enfrentaram em duas oportunidades. Assim, o Timbu nunca conseguiu bater o Galo Carijó, que venceu uma vez. Logo, houve um empate entre as equipes. Além disso, os Alvirrubros balançaram as redes adversárias apenas em uma ocasião contra três gols marcados pelo Tricolor Mafrense. Dessa forma, esse é o primeiro duelo entre os clubes desde a extinta Copa João Havelange de 2000, em que os times ficaram empatados em 0 x 0. Por fim, o único triunfo dos Piauienses foi pelo Brasileirão de 1979, quando venceram por 3 x 1.

APOSTA INDICADA

Assim, a partida coloca frente a frente duas equipes com investimentos distintos e um abismo de expressão nacional. Enquanto o Náutico vem embalado por um título nacional, apesar da Série C. O River-PI chega depois de uma frustrada temporada na Série D em que ficou na primeira fase. No entanto, conseguiu a vaga para o Nordestão sendo, mais uma vez, campeão piauiense. Todavia, o melhor poderio de mercado e as contratações de melhor qualidade fazem do Timbu favorito na estreia da Copa do Nordeste. Dessa forma, a Rivalo paga 1.40 no triunfo Alvirrubro, nos Aflitos.

Odds: 1 (1.40) | x (4.30) | 2 (6.00)

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 288 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

BetWarrior

Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados

Topo