Nacional x Zamora – Última chance venezuelana na Libertadores é no Uruguai

Jogando fora de casa, no Gran Parque Central, os venezuelanos precisam de uma vitória a qualquer custo para continuar sonhando com classificação

Abrindo a 4ª rodada do Grupo E da Copa Libertadores da América, o Nacional, do Uruguai, recebe o Zamora, da Venezuela, no Estádio Gran Parque Central, em Montevidéu, no Uruguai, nesta quarta-feira (10), às 19h15 (horário de Brasília). O confronto é decisivo para ambos,uma vez que os Tricolores podem assumir a liderança do grupo, enquanto para a La Furia Llanera é tudo ou nada, pois uma derrota os elimina e uma vitória dá sobrevida.

Nacional

Vice-líder do grupo, o Bolso mudou totalmente de postura desde a chegada de seu novo técnico, Álvaro Gutiérrez, após a demissão de Eduardo Domínguez que, apesar de bons resultados e um 100% na Libertadores, levava o time para o abismo no Apertura. Desde então são três vitórias no torneio uruguaio, chegando a 5ª colocação, e uma derrota na Libertadores, na última rodada, para o Cerro Porteño, um resultado normal por ser fora de casa.

Enquanto para a maioria a Libertadores é prioridade, há uma pressão no Uruguai para que não deixe o rival Peñarol se distanciar. Por isso e também por enfrentar, na teoria, um adversário mais fraco, Gutiérrez deve poupar alguns jogadores. O goleiro Luís Mejía deve ganhar a vaga de Esteban Conde, que será poupado, ficando no banco. No meio-campo também deve ter mudança, saindo Gabriel Neves e entrando Joaquín Arzura.

“O que queremos primeiro são os três pontos e vamos trabalhar para isso. Sabemos que é uma partida importante, porque se você vencer estará muito perto de passar para a próxima fase, mas acreditar que é superior seria um erro para qualquer um”, disse o treinador tricolor.

Provável escalação: Luis Mejía; Guillermo Cotugno, Guzmán Corujo, Felipe Carvalho e Matías Viña; Joaquín Arzura, Rafael Garcia, Rodrigo Amaral, Gonzalo Castro e Santiago Rodríguez; Gonzalo Bergessio. Técnico: Álvaro Gutiérrez.

Zamora

Os venezuelanos estão respirando por aparelhos na Libertadores. Foram três derrotas seguidas e, por incrível que pareça, não jogaram mal. Debutaram em uma derrota em casa para o próprio rival de hoje, por 1 x 0, em partida equilibrada. Na sequência, jogando no Paraguai, perderam em mais um duelo parelho, por 2 x 1. Na última partida, começaram vencendo o Galo por 2 x 0, mas levaram a virada.

O meia Oscar Hernández, expulso contra o Atlético Mineiro, não poderá jogar cumprindo suspensão. Jose Soto é o provável substituto. No Campeonato Venezuelano a equipe é a 3ª colocada, com 21 pontos em 12 jogos, sendo seis vitórias, três empates e três derrotas. Porém, estão numa fase ruim estando há três jogos sem vencer. Perderam recentemente para o Deportivo La Guaira por 4 x 0.

https://twitter.com/ZamoraFutbolC/status/1115754115534151680?s=19

Provável escalação: Graterol; Castro, De La Hoz, I. González e M. Gonzalez; Soto e Rojas; Gallardo, Ramírez e Maza; Paiva. Técnico: José Alí Cañas.

Retrospecto

As equipes jogaram pela primeira vez no confronto de ida entre eles, no dia 6 de março, sendo uma vitória dos uruguaios na Venezuela por 1 x 0, gol do argentino Gonzalo Bergessio.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1108 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.


Que tal assistir a final da Libertadores no Chile? Cadastre-se e concorra:

Rexona


Forza Football

 

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo