Nacional vence superclássico mas fica fora da final do Intermedio Uruguaio

- Vitória do River Plate diante do Danubio acabou com as chances do time tricolor de decidir o Intermedio Uruguaio

Como já era de se esperar o estádio Centenário, em Montevidéu, recebeu um ótimo público para o clássico entre Nacional e Penãrol neste último domingo (01). Ao time tricolor restava vencer e torcer por um tropeço do River Plate diante do Danubio, para garantir vaga na final do Intermedio Uruguaio. Aos carboneros as chances eram mínimas, porém os três pontos o manteria na liderança da tabela anual. Por fim a vitória nacionalina por 3 x 0 agradou seus torcedores. Mas acabou faltando o tropeço dos darseneros na outra partida para o domingo tricolor ficar completo.

1º TEMPO

A obrigação de vencer para ter chances de ir à final do Intermedio Uruguaio, fez o Nacional partir para o ataque. As primeiras investidas do time tricolor pararam no goleiro Kevin Dawson. Pelo lado carbonero muita reclamação de faltas não marcadas e pouca inspiração na criação de jogadas. Aos 23′ o técnico Alvaro Gutierrez teve que fazer sua primeira substituição no Nacional. Gonzalo Bergessio sentiu um incômodo na panturilla dando lugar a Thiago Vecino.

Logo depois, no minuto seguinte, após uma rápida troca de passes o tricolor abiu o placar. Chori Castro recebeu na entrada da área e, de perna esquerda, chutou no canto sem defesa para Dawson. A partir daí começou uma verdadeira pressão do Nacional, em busca do segundo gol. Aos 35′ o bolso teve uma falta na intermediária. A bola foi lançada para a área. Dawson saiu de soco, porém na sobra novamente Chori Castro, dominou no peito e chutou forte, encobrindo o camisa 12 do Peñarol. Uma verdadeira pintura! E 2 x 0 foi o placar do primeiro tempo.

2º TEMPO

O Nacional voltou para o segundo tempo com a mesma disposição apresentada no primeiro. Toques rápidos, muita disposição nas divididas e, consequentemente, criando as melhores chances. Um tanto quanto abatidos, os jogadores carboneros pouco conseguiam chegar ao ataque, e quando conseguiam, erram nas conclusões. Na melhor delas, Gastón Rodriguez desperdiçou ao cabecear sozinho nas mãos do goleiro Sergio Rochet. Mas aos 21′, o Nacional deu o golpe final.

Após um cruzamento para a área do Peñarol, a zaga auri-negra afastou, mas a bola sobrou para o zagueiro Gullermo Cotugno. Ele chutou forte, porém desviando no camisa 20 Felipe Carballo, enganando Kevin Dawson, colocando 3 x 0 no placar. Não satisfeito, o Nacional não parava de atacar, enquanto o Peñarol assistia e tentava não levar mais gols. O resultado persistiu, assim como a vitória do River Plate na partida simultânea, acabando com as esperanças tricolores de decidirem o Intermedio Uruguaio.

E AGORA?

Fora da final do Intermedio Uruguaio, tanto Nacional quanto Peñarol voltarão suas atenções ao Clausura. Com a vitória, o time tricolor ultrapassou o rival na tabela anual, somando agora 41 pontos, contra 40 dos carbonerosA liderança está com o Cerro Largo que soma 43. Assim sendo, as três equipes encontram-se na zona de classificação para a Taça Libertadores da América de 2020, caso o campeonato acabasse hoje.

MELHORES MOMENTOS

Avatar

Sobre Rafael Regis

Rafael Regis já escreveu 105 posts nesse site..

Tenho 31 anos. Sou formado em jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu e em Radialista (setor locução) pelo Senac-SP. Trabalho também como repórter da Rádioweb Poliesportiva, onde participo de coberturas in-loco de diversos esportes como: futebol, vôlei, basquete e futsal. Apaixonado pelo jornalismo e pelas coberturas esportivas, moro na capital paulista e sou torcedor fiel do Nacional Atlético Clube (SP).

365 Scores

BetWarrior


Avatar
Rafael Regis
Tenho 31 anos. Sou formado em jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu e em Radialista (setor locução) pelo Senac-SP. Trabalho também como repórter da Rádioweb Poliesportiva, onde participo de coberturas in-loco de diversos esportes como: futebol, vôlei, basquete e futsal. Apaixonado pelo jornalismo e pelas coberturas esportivas, moro na capital paulista e sou torcedor fiel do Nacional Atlético Clube (SP).

Artigos Relacionados

Topo