Nacional e Cerro empatam, mas seguem na Libertadores

As duas equipes estão classificadas para a próxima fase

Na noite desta terça-feira (7) Nacional e Cerro Porteño se enfrentaram pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. Como resultado, a partida terminou em 1 x 1. Assim, o duelo foi bem equilibrado, porém sem grande brilho técnico. Contudo, os gols da partida foram de dar gosto aos amantes de bola parada. Por fim, os tentos foram marcados por Santiago Arzamendia e Rodrigo Amaral.

1º TEMPO

Em grande parte do tempo, a posse de bola ficava com a equipe paraguaia. Assim, se movimentando e buscando os espaços para sair na frente em Montevidéu. Porém, a dificuldade em furar o bloqueio uruguaio mesmo com os Charruas usando uma equipe alternativa era visível. Contudo, tornava o confronto em algo sem muitos lances de perigo. Por sua vez, afetados essencialmente pela falta de ritmo e entrosamento de muitas peças. O Nacional optava por saídas mais rápidas além da surpresa nos contra-ataques que não eram bem encaixados.

Com isso, a oportunidade que havia surgido até os minutos finais da etapa inicial havia sido o chute venenoso onde Felipe Carballo forçou uma defesa complicada de Juan Carrizo na meta do Ciclón del Barrio Obrero. Entretanto, na bola parada, os visitantes abriram o placar. Assim, em uma bela demonstração de qualidade na batida protagonizada pelo lateralesquerdo Santiago Arzamendia. Após falta cometida pelo também lateral Álvaro Pereira nos arredores da grande área do Nacional. Como resultado, o camisa 21 bateu firme na bola e mandou no ângulo de Esteban Conde sem qualquer possibilidade de defesa.

+++ Está participando do bolão do Brasileirão da empresa ou dos amigos e tem dúvidas para fazer seu palpite? O Futebol na Veia pode te ajudar! Clique aqui!

2º TEMPO

O tempo complementar começou e o panorama do jogo não sofreu qualquer tipo de modificação na postura das equipes. Foi apenas com alterações no sistema de criação para colocar o time mais à frente que Sebastián Fernández conseguiu, rapidamente, mudar o ambiente do Gran Parque Central contando, aliás, com um calibrado pé esquerdo de Rodrigo Amaral. Aos 14 minutos, o 10 do Bolso acertou um chute que misturou muito bem força e precisão no ângulo direito de Carrizo, levantando o torcedor local e deixando tudo igual.

Se antes o Tricolor mal aparecia no plano ofensivo, o gol e as mudanças fizeram muito bem aos anfitriões e nitidamente mitigaram as oportunidades dos visitantes que já não conseguiam sequer sustentar a posse de bola para neutralizar o oponente. Todavia, apesar dos esforços que contaram com bons chutes de média distância que deram trabalho a Carrizo e minutos finais onde finalizações do Cerro voltaram a levar bastante perigo a Conde, o duelo ficou na igualdade e quem ficou com o primeiro lugar do grupo foi o Cerro Porteño.

E AGORA?

Com o empate, o Cerro Porteño terminou com a liderança do Grupo E por causa dos saldo de gols. Ambos ficaram com 13 pontos, tendo quatro vitórias, um empate e uma derrota. Porém o Nacional ficou com a segunda vaga, pois ficou com três de saldo. Enquanto os paraguaios ficaram com cinco. Agora as equipes esperam o término da rodada para saber quem será seus adversários.

MELHORES MOMENTOS

Avatar

Sobre Alexsander Vieira

Alexsander Vieira já escreveu 445 posts nesse site..

Olá, me chamo Alexsander Vieira, tenho 21 anos e um amor intenso por futebol. Sou estudante de jornalismo pela FAM. Quando pequeno, pensava em trabalhar com o futebol, como jogador. Por situações não harmoniosas esse sonho se dissolveu, porém achei outra maneira de continuar no esporte. Foi com as mãos que decidi trabalhar, informar minha nação com os melhores acontecimentos, e sempre ter credibilidade no que passo à frente.

1X Bet
Avatar
Alexsander Vieira
Olá, me chamo Alexsander Vieira, tenho 21 anos e um amor intenso por futebol. Sou estudante de jornalismo pela FAM. Quando pequeno, pensava em trabalhar com o futebol, como jogador. Por situações não harmoniosas esse sonho se dissolveu, porém achei outra maneira de continuar no esporte. Foi com as mãos que decidi trabalhar, informar minha nação com os melhores acontecimentos, e sempre ter credibilidade no que passo à frente.
http://www.radioprado.com.br

Artigos Relacionados

Topo