Nacional bate Wanderers e lidera tabela anual uruguaia

Tricolores assumem a liderança da tabela anual e se distanciam em um ponto do Peñarol e Cerro Largo
Nacional bate Wanderers e lidera tabela anual uruguaia

Na noite da última quinta-feira (19), Montevideo Wanderers Nacional jogaram no Parque Alfredo Viera, em Montevidéu, no Uruguai, pela 2ª rodada do Clausura Uruguaio 2019. Mesmo jogando fora de casa, o Tricolor conseguiu uma importante vitória com gol de Brian Ocampo aos 10 minutos da etapa inicial.

1º tempo

O jogo começou com os mandantes mandando bola na área rival, mas sem poder incisivo e sendo tranquilamente controlada pela defesa. Chegou a tentar pressionar o rival, mas a troca de passes tricolor envolvia os anfitriões. A primeira chance clara foi do Nacional, num chute de Thiago Vecino, mas fraco e de fácil defesa de De Arruabarrena. Porém, aos 10′, num cruzamento de Chory Castro pela esquerda, Brian Ocampo venceu/atropelou Lucas Morales no salto e cabeceou em velocidade para abrir o placar e fazer o único gol do jogo.

Os Boêmios não podiam controlar o ataque dos Albos e pareciam sobrecarregados. Matías Viña, com um tremendo tiro à distância de uns 30 metros, mostrou as intenções do Nacional de continuar agredindo por muito tempo. As primeiras ações dos locais com algum perigo saíram dos pés de Riolfo, que consegui uma falta próximo à área. Albarracín cobrou no ângulo e Mejía fez ótima defesa. O time acabou também perdendo uma clara chance com Matías Castro e outra com Nicolás Albarracín após um ótimo passe de Riolfo. Já os visitantes também desperdiçaram com Vecino duas vezes.

2º tempo

No complemento, o Wanderers tentou buscar o empate, mas a primeira chance foi de Vecino, pelos Tricolores, numa cobrança de escanteio que cabeceou para fora. Pouco tempo depois e foi a vez de Chory Castro exigir novamente De Arruabarrena, que respondeu abafando o grito de gol. Aos 15 minutos, uma clara falta de Matías Viña na entrada da área em Arias, que os jogadores do Wanderers pediram pênalti, num lance muito difícil, mas corretamente não marcado por Ostojich.

O time do Prado queria e tentava de todos os modos a igualdade. Mas, embora criassem, Mejía parecesse contrariar, por exemplo, após um tiro de Mauro Méndez. A partir de então, os Albos se dedicaram a controlar o jogo, defendendo em sua metade do campo contra a ineficiência rival e deixando os minutos correrem para garantir a vitória. Mesmo aos 45′, conseguiram um bom ataque na construção de jogada de Santiago Rodríguez, que tocou para Bergessio, que deu excelente passe para Vecino, mandar para fora numa noite terrível para ele, mas ótima para os Tricolores.

E agora?

Com a vitória, o Nacional passa a liderar não só o Clausura, com seis pontos e igualado ao Peñarol e Plaza Colonia, como também a tabela anual, esta ultrapassando o Cerro Largo por um ponto. Por outro lado, o Wanderers está na lanterna do Clausura sem ter pontuado e na tabela anual estão na 12ª posição, com 27 pontos, a cinco da zona de classificação para as competições internacionais. Contudo, na tabela de promedios estão com risco de entrarem na zona de rebaixamento, estando a duas posições da degola. As equipes voltam a campo já neste fim de semana. No sábado (21), o Wanderers visita o Fénix, às 16h (horário de Brasília), enquanto o Nacional recebe o Racing no domingo (22), às 19h (horário de Brasília).

Melhores Momentos

Foto destaque: Dante Fernández / FocoUY

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1099 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.


Que tal assistir a final da Libertadores no Chile? Cadastre-se e concorra:

Rexona


Forza Football

 

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo