Mulher e futebol não é mais propaganda machista!

Ganhando destaque no cenário futebolístico em diversas vertentes, o sexo feminino está mais forte do que nunca

Hoje, dia 8 de março, no Dia Internacional da Mulher, é legal enfatizar a importância destas guerreiras que, cada vez mais qualificadas, vem fazendo a diferença no esporte, seja jogando, transmitindo, comentando, reportando, escrevendo ou “simplesmente” torcendo, fazendo parte da grande massa.

E não é com “toque feminino, falando de moda, estilo, aparência, estética ou seja lá o que o público machista pense. É com qualidade! As que trabalham com isso demonstram um profissionalismo absurdo, uma ética sem igual, um respeito invejável e um estudo extremamente aprofundado, seja no futebol ou em qualquer outra modalidade.

Está muito claro que o público feminino ama futebol, assim como também está evidente que o futebol feminino, o vôlei, o basquete, o judô, o MMA, o surfe e tantos outros esportes (perdão os inúmeros não citados) têm qualidades distintas e são absurdamente vencedoras, sem necessidade de uma comparação com o sexo ou esporte masculino.

A mulher hoje é superior ao homem em diversos quesitos. E não que tenha que ser. Não tem. Temos todos que ser iguais. E elas estão colocando seus detalhes à mesa a fim de mostrar que lavar, passar e cozinhar é coisa do passado. Tarefas domésticas podem ser divididas, lado a lado, caso não contrate um empregado.

Mulher é jogadora. Mulher é atleta. Mulher é narradora. Mulher é comentarista. Mulher é repórter. Mulher é cinegrafista. Mulher é apresentadora. Mulher é técnica. Mulher é dirigente. Mulher é árbitra. Mulher é bandeirinha. Mulher é seis vezes melhor jogadora de futebol do mundo. Mulher é campeã do UFC em duas categorias distintas e já foi com mais de uma lutadora.

Mulher conquista medalha de ouro em Olimpíadas. Mulher é torcedora. Mulher assiste jogo em frente à televisão. Mulher vai ao bar tomar cerveja e assistir ao jogo entre os amigos. Mulher vai ao estádio. Mulher reclama da arbitragem. Mulher xinga jogador (a), técnico (a) e dirigente. Mulher tira sarro dos rivais. Mulheres são sensacionais.

Paremos de rotular a mulher montada de salto alto, batom, chapinha e esmalte. Somos todos iguais. Mulheres opinam e debatem esportes tidos como masculinos e vice-versa. O futuro já chegou. É hoje. Pensamentos pequenos de que futebol é coisa para homem, que briga em estádio é legal, ou que chamar a torcida rival de viado, bicha, gay é tradição, estão por fora.

JÁ DEU! Aliás, NUNCA DEU! Todos pregam por respeito e está na hora de darmos as mãos para o próximo passo: rumo a evolução. O espaço existe, e precisa ser ocupado, seja no amador, no profissional, ou até nas arquibancadas. O que não tem mais espaço é a ignorância.

https://twitter.com/Esp_Interativo/status/1103852840118898689?s=19

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 949 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia.Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.

1X Bet
Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia.Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo