Monterrey vai ao Mundial em busca do dezembro perfeito

Clube mexicano disputará o torneio intercontinental após se classificar para a final do Apertura
monterrey

O Monterrey chegou na noite de segunda-feira (9) em Doha, no Catar, onde disputará o Mundial de Clubes de 2019. Seu primeiro jogo está marcado para sábado (14), às 14h30 (horário de Brasília). Seu adversário será conhecido nesta quarta-feira (11), no confronto entre Al-SaadHienghène Sport, respectivamente ganhadores da Liga do Catar e da Liga dos Campeões da Oceania. Em caso de vitória, os Rayados vão a campo pelas semifinais enfrentar o Liverpool, atual campeão da Champions League. 

O clube chega pela quarta vez na competição, apesar de nunca ter obtido sucesso no torneio, sendo eliminado em ambas oportunidades durante a sua primeira partida. Além disso, na única edição em que o Monterrey conseguiu chegar às semifinais, sendo esta em 2012, perdeu para o Chelsea por 3 x 1. Acredita-se que, este ano, o clube esteja mais forte do que aquele, no qual, levou ao tricampeonato da Liga dos Campeões da Concacaf de 2011, 2012 e 2013.

TRAJETÓRIA

Os Rayados chegam ao Mundial, uma vez que, foram campeões da Concacaf, ao vencer o seu conterrâneo Tigres na final continental. O torneio dos clubes da América Central e Norte é disputado em um formato de mata-mata com 16 clubes. Antes da final, o Monterrey passou por Alianza, de El Salvador, e por Atlanta United e Sporting Kansas City, dos Estados Unidos, nas fases anteriores.

Nas duas fases iniciais, o clube passou com resultados simples. Em contrapartida, na semifinal o time aplicou goleadas com cinco gols por jogo, em cima do Kansas. Na final, outro confronto difícil. Porém, Monterrey conseguiu a vitória fora de casa por 1 x 0. Já em casa empatou em 1 x 1 e pôde comemorar com a sua torcida. Sem dúvida, o destaque do clube foi o zagueiro Nicolás Sanchez. O jogador fez gol em todas as fases e nos dois jogos da final.

A conquista do torneio aconteceu em maio deste ano. Desde então, o clube vinha vivendo um período ruim no Campeonato Mexicano, conseguindo perder sete dos primeiros 13 jogos. Apesar disso, uma boa sequência de invencibilidade vem sendo construída. Com 12 pontos em 18 disputados, conseguiu assegurar a vaga nos playoffs. Desde o dia 20 de outubro, a equipe não perde e, após o mundial, fará a final do Apertura da Liga MX contra o América.

TIME E FORMAÇÃO

A principal modificação no elenco dos Rayados foi a troca de técnicos. Diego Alonso saiu do clube depois de três anos no cargo. Isso aconteceu por consequência do péssimo início de trabalho no Apertura. Em seu lugar, entrou o argentino Antonio Mohamed. Embora isso tenha ocorrido, a formação do time não sofreu alterações severas e continuou seguindo no 4-3-3.

As principais mudanças no time foi no ataque, com a entrada do holandês Janssen no lugar do ídolo e lesionado Funes Mori. Já no sistema defensivo teve a surpreendente saída de Miguel Layún para a entrada de César Montes. O time titular vem sendo esse: Barovero; Medina, Montes, Sánchez e Vangioni; Rodriguez, Ortiz e Pizarro; Pabón, Gallardo e Janssen.

NOVIDADES

Segundo a imprensa mexicana, poucas serão as mudanças do clube no Mundial. Entretanto, existe uma boa e uma má notícia no ataque. A volta do artilheiro Rogelio Funes Mori ao ataque após a lesão que lhe tirou das fases finais do Apertura ocorreu ao mesmo tempo da lesão do camisa 9, Vincent Janssen. Vale ressaltar que o holandês foi a contratação principal da última janela de transferências, visto que, veio diretamente do Tottenham. Ele provavelmente não jogará a primeira partida do torneio. Todavia, pode voltar na semifinal, em caso de classificação do Monterrey

Foto Destaque: Reprodução / FIFA / Rayados.com

Yuri Murta

Sobre Yuri Murta

Yuri Lima Murta já escreveu 37 posts nesse site..

Estudante de jornalismo e geografia, apaixonado por futebol e por tudo que o cerca. Isso define quem é Yuri Lima Murta. O amor pelo esporte vem desde pequeno e o gosto por relacionar ele com outros temas vem desde o colégio, não atoa a minha monografia na faculdade de Geografia tem como tema a “Chapecoense e a cidade de Chapecó: Como o clube reflete a cidade”


 

Rivalo Apostas Esportivas
Yuri Murta
Yuri Murta
Estudante de jornalismo e geografia, apaixonado por futebol e por tudo que o cerca. Isso define quem é Yuri Lima Murta. O amor pelo esporte vem desde pequeno e o gosto por relacionar ele com outros temas vem desde o colégio, não atoa a minha monografia na faculdade de Geografia tem como tema a “Chapecoense e a cidade de Chapecó: Como o clube reflete a cidade”

Artigos Relacionados

Topo