Monterrey e Tigres vencem e ficam próximos da semifinal

Os dois rivais decidem na segunda etapa e encaminham suas vagas nos playoffs
Monterrey

Duas partidas fecharam os jogos de ida das quartas de finais da Liga MX, nesta noite de quinta-feira (28) e madrugada de sexta-feira (29). Em Guadalupe, no BBVA Bancomer, o Monterrey, que se classificou em 8º lugar na fase de pontos corridos do torneio, recebeu o time que foi o melhor colocado, o Santos Laguna. Logo após isso, na capital do país, houve o confronto do 6º contra o 3º colocado desta fase anterior. O América enfrentou o Tigres, no estádio Azteca.

Os dois jogos mantiveram o bom número de gols da rodada, afinal, a média foi de cinco tentos nos quatro primeiros enfrentamentos da fase de playoffs do Campeonato Mexicano. As pelejas foram, de fato, definidas no segundo tempo, onde os Los Rayados e os Incomparables construíram suas vitórias. As equipes voltam a se encontrar nos jogos de volta das quartas de final neste fim de semana. Santos e Monterrey entram em campo no domingo (1) às 22h (horário de Brasília), no estádio Corona, em Torreón. Além disso, Tigres receberá o América do Mexico no Universitário, na cidade de San Nicolás de los Garza, à meia-noite (horário de Brasília) de segunda-feira (2).  

LIGA MX – QUARTAS DE FINAL

Monterrey 5 x 2 Santos Laguna 

O início de jogo foi amplamente dominado pela equipe do Monterrey, uma vez que, já aos oito minutos a partida estava 2 x 0. Os gols foram do atacante colombiano Dorlan Pabón e do zagueiro argentino Nicolás Sánchez. Ambos ocorreram em jogadas de escanteio. O primeiro, após cobrança curta, fez com que Carlos Rodríguez tocasse para Pabón, que acertou um grande chute no ângulo de Jonathan Orozco. O segundo aconteceu logo após uma batida longa do colombiano, que encontrou Sánchez. O mesmo ganhou a disputa com a zaga e cabeceou paras redes.

Depois do ímpeto inicial, o jogo ficou mais equilibrado com boas ações ofensivas dos dois lados. Dessa forma, os visitantes descontaram. Logo após falha da defesa celeste, que deixou Julio César Furch avançar livre e chutar no canto de Marcelo Barovero, que nada pôde fazer.  Já nos acréscimos do primeiro tempo, por causa de mais uma bola parada, o placar ficou igual. Em escanteio cobrado à meia altura na área e toque de cabeça do jogador do Santos, a bola sobrou para argentino Furch, que inteligentemente tirou do goleiro e encontrou o Erick Castillo. Como resultado disso, o equatoriano completou na pequena área de cabeça para o gol vazio.

O segundo tempo, diferentemente do anterior, foi todo de um time só. O mandante da partida encontrou facilidade para vencer o clube que havia feito a melhor campanha do torneio até aqui. Com gols de Gerard Ortega (contra) aos 54’, Vicent Janssen de pênalti aos 70’, e Pabón aos 84’, o mandante construiu o placar de 5 x 2. Destaque para o último gol, feito pelo atacante do Los Royados, que, de fora da área, encobriu o goleiro adversário para liquidar a partida. 

América 1 x 2 Tigres

O maior campeão mexicano foi amplamente superior no primeiro tempo, controlando as ações durante boa parte do tempo, até que de fato, transformou ela em gol. Aos 40′, o volante Richard Sánchez acertou uma bomba de fora da área após falha do goleiro do Tigres, Miguel Ortega, que espalmou a bola vinda de um cruzamento para o meio. 

Após o intervalo, aos 5′, em escanteio na área, o argentino Claudio Pizarro ganhou a disputa no alto e acertou uma linda cabeceada, que pegou no travessão antes de entrar para empatar a partida. Após o placar igual, dois lances polêmicos levantaram as torcidas. O primeiro ocorreu aos 57′, quando Sánchez infiltrou na área e caiu após carrinho de Diego Reyes. O juiz marcou pênalti. Porém, após o VAR checar, ele anulou a decisão. Oito minutos depois, em choque dos camisas 20 na área do América e revisão do VAR, o juiz assinalou pênalti de Sánchez em Javier Aquino.

O francês André Gignac pegou a bola e deu a vantagem do placar para os visitantes. O camisa 10 teve que bater duas vezes, em virtude de uma invasão na primeira cobrança, por parte do brasileiro Rafael Carioca. Contudo, o atacante do Tigres voltou a bater bem e converteu a penalidade em gol. Com a desvantagem, os mandantes partiram para o ataque, mas não conseguiram empatar. O clube teve, pelo menos, três boas chances de marcar, sendo uma delas, com Emanuel Aguilera, que recebeu na área e chutou rente à trave. O jogo terminou com resultado perfeito para o Tigres, que conseguiu uma vitória fora de casa em uma partida que chutou apenas três vezes ao gol.

Foto destaque:Reprodução/Club de Futbol Monterrey Rayados

Yuri Murta

Sobre Yuri Murta

Yuri Lima Murta já escreveu 98 posts nesse site..

Estudante de jornalismo e geografia, apaixonado por futebol e por tudo que o cerca. Isso define quem é Yuri Lima Murta. O amor pelo esporte vem desde pequeno e o gosto por relacionar ele com outros temas vem desde o colégio, não atoa a minha monografia na faculdade de Geografia tem como tema a “Chapecoense e a cidade de Chapecó: Como o clube reflete a cidade”

BetWarrior


Yuri Murta
Yuri Murta
Estudante de jornalismo e geografia, apaixonado por futebol e por tudo que o cerca. Isso define quem é Yuri Lima Murta. O amor pelo esporte vem desde pequeno e o gosto por relacionar ele com outros temas vem desde o colégio, não atoa a minha monografia na faculdade de Geografia tem como tema a “Chapecoense e a cidade de Chapecó: Como o clube reflete a cidade”

Artigos Relacionados

Topo