Mesmo com desvantagem em campo, Ituano vence Mirassol em casa

Triunfo deixa Galo na liderança do Grupo D

A fase de grupos do Campeonato Paulista de 2019 chega a sua metade nesta sexta-feira (15). Inaugurando a sétima rodada do torneio, Ituano e Mirassol se enfrentaram às 18h45 (horário de Brasília), no Estádio Novelli Júnior, em Itu, onde os donos da casa venceram por 2 x 0, se recuperando da derrota para o Red Bull Brasil por 2 x 1 na rodada passada, enquanto o Leão, após o resultado negativo de 1 x 0 para o Santos no último sábado (9), perde mais uma seguida.

1º TEMPO

A parte inicial foi marcada por várias chances desperdiçadas. Aos 11′, Marcos Serrato avança e arrisca de fora da área, mas o chute saiu rasteiro e longe da meta, pelo lado esquerdo. Aos 12′, Baralhas fez o mesmo lance de Serrato: tentou mandar de longe, mas saiu fraca e foi para fora, dessa vez pelo lado direito do gol. O Mirassol chegou perigosamente aos 15′, com cruzamento no chão de Rodolfo para a grande área, mas o zagueiro Ricardo Silva corta a trajetória da bola, mandando para escanteio. Wellington Simião toca a bola para o ataque, que resvala na lateral de Jonas.

O juiz pensa que foi no braço e marca pênalti para o Leão aos 22′. Mas é aquele ditado do futebol: pênalti mal marcado não entra. Na cobrança, Rodolfo manda no canto do goleiro Pegorari, mas do lado de fora. Aos 33′, Corrêa lança para Serrato, que pega de primeira, mas sem força, facilitando a vida do goleiro Tiago Cardoso. Martinelli pega embalo próximo a linha de fundo, cruza no chão para Claudinho que pega de primeira, mas a bola foi parar do outro lado de Itu aos 38′.

Em seguida, Corrêa chutou alto, de esquerda, e a bola quase raspou o travessão. A chance mais clara de gol foi aos 43′, com bela arrancada de Martinelli, que passou para Morato tocar para o gol sem goleiro, mas mandou no travessão. Na sobra, Martinelli tentou aproveitar o rebote, sem sucesso, ficando com Tiago Cardoso na volta.

2º TEMPO

No primeiro minuto da etapa, Morato arranca para cima do defensor, fazendo bela jogada, mas a finalização virou um recuo para Tiago Cardoso. Aos seis, Simião tenta levantar a bola, não se soube se era um cruzamento mal executado ou uma finalização por cobertura, mas o fato é que Pegorari ficou tranquilamente com ela. A chuva cai intensamente e a partida fica mais interessante: Felipe Augusto cruza da esquerda e a bola passa por Rodolfo, atravessando toda a linha da grande área. Mais pressão do Mirassol aos 20′, Maílton finaliza com muito efeito, quase enganando Pegorari, que defende.

Peri interrompe contra-ataque adversário e recebe o segundo amarelo, resultando em sua expulsão com 23 da parte final. Aos 29′, Rodolfo pega a sobra na direita e dá passe rasteiro para a pequena área, mas ninguém apareceu para empurrar para as redes. Do lado rubro-negro, teve quem conseguisse mandar para a meta aos 33′: Baralhas manda de fora da área e Tiago Cardoso espalma para frente, mas Morato, no rebote, faz o primeiro dos donos da casa debaixo de muita chuva. Nos 36′, Morato cobra o escanteio da esquerda, Martinelli desvia e Léo Santos completa de cabeça, marcando o segundo do Ituano na partida. Final: 2 x 0 para o Galo de Itu.

E AGORA?

Após o resultado positivo em casa, o Ituano lidera provisoriamente o Grupo D com 10 pontos, roubando a primeira posição do São Paulo, que tem nove. Na 10ª rodada, o Galo de Itu jogará contra a Ponte Preta no domingo (24), às 17h (horário de Brasília) no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Diferentemente da situação do rival de hoje, o Leão da Araraquarense se complica no campeonato, pois tem apenas cinco pontos em sete jogos, se aproximando da zona de rebaixamento para a Série A2 do estadual. O próximo compromisso do time será contra o São Bento na sexta-feira (22), às 18h45 (horário de Brasília) no Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

MELHORES MOMENTOS

 

André Borges

Sobre André Borges

André Borges já escreveu 61 posts nesse site..

Me chamo André Borges, sou Paulista (tanto de naturalidade como torcedor do time de Jundiaí), tenho 20 anos e sou estudante de Jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi. Antes, eu estudava no Centro Universitário Campo Limpo Paulista (UNIFACCAMP) e lá participei do jornal laboratório "O Jornaleiro" por dois anos. Comecei a gostar de futebol com 12 anos, na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Prefiro Libertadores do que Champions League.

BetWarrior

André Borges
André Borges
Me chamo André Borges, sou Paulista (tanto de naturalidade como torcedor do time de Jundiaí), tenho 20 anos e sou estudante de Jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi. Antes, eu estudava no Centro Universitário Campo Limpo Paulista (UNIFACCAMP) e lá participei do jornal laboratório "O Jornaleiro" por dois anos. Comecei a gostar de futebol com 12 anos, na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Prefiro Libertadores do que Champions League.

Artigos Relacionados

Topo