Maxi López jogaria no seu clube?

Atacante se desligou do Vasco da Gama e pode assinar contrato com qualquer equipe

Maxi López solicitou a rescisão de seu contrato com o Vasco da Gama na última sexta-feira (24) após não ser relacionado para a partida diante do Fortaleza, válida pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro, para, de acordo com o técnico Vanderlei Luxemburgo, aprimorar a forma física. Desse modo, o argentino conversou com o presidente do clube, Alexandre Campello, sobre um desligamento amigável com o Gigante da Colina e foi imediatamente correspondido. Na tarde desta segunda-feira, por intermédio de sua conta oficial no Instagram, oficializou sua saída e se pronunciou pela primeira vez:

“Aproveito para esclarecer, principalmente ao torcedor e à imprensa, que hoje fiz o pedido formal da minha rescisão contratual. Independente de questões contratuais não cumpridas (para tanto, procuro meus direitos com o intuito de dar sequência, de forma imediata, à minha carreira), a palavra do homem pra mim sempre valerá mais do que qualquer registro no papel. Estou de saída porque não quero que me façam sentir que estou prejudicando um clube que já ocupa um espaço importante no meu coração”, escreveu.

View this post on Instagram

Voltei ao Brasil e cheguei ao Rio de Janeiro com um objetivo muito claro: defender as cores do Vasco da Gama com a mesma seriedade que tive nos demais clubes por onde passei. Aqui vivi momentos de superação e situações complicadas, dentro e fora de campo, que me desafiavam a cada dia de trabalho. Mesmo com tudo isso, eu e meus companheiros continuamos trabalhando focados e com o propósito de ajudar o clube. Vesti com orgulho a camisa cruz-maltina, desde a minha primeira partida. Tivemos uma campanha difícil no ano passado, mas pude contribuir com gols e assistências, e a força do grupo manteve o clube na elite do futebol brasileiro. Aqui também atingi a marca pessoal de 450 jogos como profissional na minha carreira, e, também por isso, guardo com carinho esta passagem por São Januário. Agradeço sempre pela acolhida e reconhecimento por parte da nossa gigantesca torcida e dos homens que estiveram ao meu lado em campo. Busquei fazer o melhor e me dediquei ao máximo para honrar o nome desta instituição. Aproveito para esclarecer, principalmente ao torcedor e à imprensa, que hoje fiz o pedido formal da minha rescisão contratual. Independente de questões contratuais não cumpridas (para tanto, procuro meus direitos com o intuito de dar sequência, de forma imediata, à minha carreira), a palavra do homem pra mim sempre valerá mais do que qualquer registro no papel. Estou de saída porque não quero que me façam sentir que estou prejudicando um clube que já ocupa um espaço importante no meu coração. Fico na torcida para que possamos dar a volta por cima e agradeço novamente o privilégio de ter feito parte desta história.

A post shared by Maxi Lopez (@officialmaxilopez) on

DESTINOS PARA MAXI LÓPEZ

Assim, o centroavante, autor de nove gols e cinco assistências ao longo de 24 aparições com a camisa vascaína, está livre no mercado. Dessa maneira, La Barbie pode firmar vínculo com qualquer equipe. Mas, em quais equipes brasileiras Maxi López se encaixaria? No início da temporada, Maxi e Vasco negociavam uma renovação. No entanto, o hermano exigia que seus vencimentos, na casa dos R$ 300 mil, fossem duplicados. Isto posto, inviabiliza a chegada do camisa 11 em equipes onde o orçamento é mais enxuto casos de CSA, Avaí, Ceará, Fortaleza, Chapecoense e Góias.

Logo, podemos excluir o veterano, que completará em abril 35 anos, do radar de Palmeiras, Corinthians, Flamengo, Internacional, Cruzeiro, Atlético Mineiro e Bahia, nos quais não existe a carência por um fazedor de gols. Sendo assim, podemos imaginar alguns cenários para Maxi López.

GRÊMIO

Qual jogador em baixa não quer ser comandado por Renato Gaúcho? Nos últimos anos, o treinador gremista se especializou em recuperar jogadores em baixa. Assim, Maxi López, que desembarcaria em Porto Alegre para sua segunda passagem, seria mais um jogador a chegar com o selo de aposta. Além disso, o argentino supriria a lacuna deixada pelo paraguaio Lucas Barrios no ataque gremista. Nesta temporada, André e Felipe Vizeu, autor do gol da vitória do Imortal frente ao Atlético Mineiro no último domingo, são as opções ofensivas de Portaluppi. Porém, nenhum dos dois faz por merecer a honraria de vestir a camisa Tricolor.

SANTOS

Por mais que o técnico Jorge Sampaoli preze por uma movimentação constante no ataque, o argentino conta com uma equipe demasiadamente homogênea, ou seja, seus jogadores possuem em geral características parecidas. Assim, Maxi chegaria para diversificar o ataque santista e ser o único centroavante do elenco. Porém, para trabalhar com seu compatriota precisará entrar em forma. Cabe lembrar que, nos primeiros dias de trabalho do elenco no ano, alguns jogadores se reapresentaram acima do peso, fato que incomodou o Sampaoli. Entretanto, isso parece algo distante de ocorrer, uma vez que nem em seus melhores momentos no Brasil a balança foi sua aliada. Além disso, o Alvinegro Praiano trabalha para chegada de Uribe, do Flamengo.

SÃO PAULO

O Tricolor está em busca de um camisa 9. Contudo, as especulações sobre a possível chegada do atacante argentino Juan Dinenno esfriaram nos últimos dias. Assim, a equipe comandada por Cuca vem enfrentado seríssimas dificuldades para balançar as redes adversárias e já soma mais de 270 minutos sem balançar as redes adversárias, já que as poucas chances criadas não resultam em gol. Então, La Barbie chegaria para jogar e formaria dupla de ataque com Alexandre Pato. Ademais, o fato de estar livre no mercado faz com que a equipe do Morumbi, que já desembolsou mais de R$ 50 milhões com contratações, não precise gastar montante algum para sua chegada.

FLUMINENSE

A janela de transferências do meio do ano promete ser movimentada no Tricolor das Laranjeiras. Ainda em outubro do ano passado, o Flu acordou a venda de João Pedro, autor de 8 gols em onze partida, ao Watford, da Inglaterra. Do mesmo modo, Pedro chamava a atenção do mercado europeu antes de sofrer uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito. Já recuperado, o centroavante volta a ter seu nome especulado na imprensa europeia. Assim, Maxi seria uma peça de reposição na equipe de Fernando Diniz. Todavia, a exigência física demandada pelo estilo de jogo proposto pelo técnico pesaria contra sua contratação

Pedro Ferri

Sobre Pedro Ferri

Pedro Rodrigues Nigro Ferri já escreveu 239 posts nesse site..

Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

Forza Football

 

Rivalo Apostas Esportivas
Pedro Ferri
Pedro Ferri
Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

Artigos Relacionados

Topo