Manchester United confirma favoritismo e leva título da UEFA Europa League

Manchester United e Ajax chegaram a final da Liga Europa com totais méritos. Enquanto o United vinha com o favoritismo nas costas e confirmando isso a cada rodada, os holandeses tiveram duras batalhas até chegar a final.

O United enfrentou o Rostov nas oitavas, empate fora, por 1×1, e vitória em casa, por 1×0. Nas quartas, pegou o Anderlecht e novamente 1×1 fora e venceu por 2×1, em casa. Nas semis, venceu o Celta de Vigo fora, por 1×0 e desta vez o empate foi em casa, 1×1, totalizando 3 vitórias e 3 empates na fase de mata-mata.

O Ajax começou às oitavas enfrentando o Copenhague e perdendo fora, por 2×1. Na volta, em casa, reverteu e venceu por 2×0, avançando para as quartas onde enfrentaria o alemão Schalke 04, onde venceu em casa, por 2×0 e perdeu fora, por 3×2, mas avançou pelo placar geral. Nas semis, recebeu o Lyon, em casa, e emendou uma goleada por 4×1. E quem esperava outro passeio fora de casa se enganou. O Lyon foi pra cima e venceu por 3×1 e por pouco não levou a partida para os pênaltis.

Eis que chega a final. 24 de Maio de 2017, Friends Arena, Estocolmo, Suécia. O rápido, ousado, jovem e destemido time holandês vinha como zebra para a final. Por mais que já tenha levado um título da Liga Europa, em 1991-92, quando ainda tinha outro nome e formato e seja um time de tradição com títulos e muita história, tem um elenco inexperiente, ao contrário do Manchester United, que usaria exatamente o trunfo da experiência para levar o caneco e deu certo.

Antes do jogo começar, merecida homenagem aos mortos no atentado em Manchester, apenas dois dias antes da final, que vitimou 22 pessoas durante um show da cantora Ariana Grande. Ambos atletas dos times abraçados em lados opostos do círculo central, onde houve um minuto de silêncio seguido de outro de aplausos.

José Mourinho escalou os Reds Devils com uma linha de três volantes, onde Fellaini e Pogba chegam mais a frente com Ander Herrera fazendo a cabeça de área, e pôs também Juan Mata na direita e Mkhitaryan na esquerda, dois meias para ter posse de bola, congestionando assim o meio-campo, bloqueando as ações ofensivas dos jovens e velozes atletas holandeses. E deu certo. O camisa 10 holandês Klaasen, não conseguia criar e o Ajax ficava dependente das jogadas individuais de Traoré e Dolberg, que não conseguiram furar a defesa inglesa que estava bem na partida e deu trabalho para o arqueiro adversário poucas vezes.

Pogba abriu o placar para os Manchester aos 18 minutos da primeira etapa. O francês recebeu passe da direita de Fellaini, trouxe para a perna esquerda e bateu da meia lua, a bola ia no canto esquerdo do goleiro Onana, que estava inteiro no lance, mas desviou na zaga e o enganou, 1×0 United, que seguia dominando o meio campo.

No 2º tempo, o Ajax veio pra cima mas tomou um balde de água fria logo aos 3 minutos. Após bola alçada na área no escanteio, Mkhitaryan pegou a sobra e emendou pras redes ampliando a vantagem inglesa que ficou nisso. Ajax 0x2 United.

Para a final, o time de Manchester não conseguiu contar com sua principal contratação da temporada, o sueco Zlatan Ibrahimovic (que jogaria em casa), lesionado. Rooney, maior artilheiro da história do time inglês, começou no banco, mas entrou no finalzinho, no lugar de Mata, para receber a braçadeira de capitão, que estava com o lateral-direito Valencia, e levantar o inédito título europeu.

Ambos podem se reencontrar na próxima Champions League, pois o Ajax está classificado para os playoffs da próxima Champions por ter sido segundo colocado no Campeonato Holandês.

Lição para o Ajax é que o time está em formação e, se manter a base, tem tudo para ter um time mais entrosado e experiente daqui pra frente, pois o time é jovem e talentoso.

Lição ao Manchester United é que se reforce pontualmente visando a Champions e o Campeonato Inglês, pois o time pode ser bom para uma Liga Europa, mas para disputar uma Liga dos Campeões e o próprio inglês, precisa melhor. Porém, Mourinho está de parabéns por levar o time a 3 títulos em uma temporada, Copa da Liga Inglesa, Supercopa da Inglaterra e Liga Europa.

Ficha técnica

Ajax 0 x 2 Manchester United

Data: 24 de maio de 2017
Horário: 15h45 (de Brasília)
Local: Friends Arena, em Estocolmo (Suécia)
Gols: Pogba, 18'1ºT, Mkhitaryan, 3'2 ]T (United)

Ajax: Onana, Veltman, Sánchez, De Ligt e Riedewald (De Jong); Klaasen, Schöne (Van de Beek) e Zyech; Traoré, Dolberg (David Neres) e Younes. Técnico: Peter Bosz.

Manchester United: Romero, Antonio Valencia, Smalling, Blind e Darmian; Herrera, Pogba e Fellaini; Mkhitaryan (Lingard), Rashford (Martial) e Mata (Rooney). Técnico: José Mourinho.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1211 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.

365 Scores

BetWarrior


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo