Juiz admite erro contra o Atlético de Madrid na final da Champions

- O perfil do clube no Twitter publicou uma mensagem ironizando a situação
atletico de madrid

Em 2016, se o VAR existisse, será que o Atlético de Madrid seria o campeão da Liga dos Campeões ao invés do Real Madrid? A partida que terminou em 1 x 1 teve um gol impedido de Sergio Ramos. Mark Clattenburg, o juiz da partida, admitiu o erro quatro anos depois e o perfil do clube ironizou no twitter.

Em entrevista ao AS,  jornal espanhol, o árbitro escocês afirmou que percebeu o erro no intervalo.

O Real Madrid fez 1 a 0 e Sergio Ramos estava impedido, descobrimos no vestiário. No segundo tempo usei para acalmar Pepe, que veio reclamar de um lance e eu falei: ‘o primeiro gol de vocês estava impedido'. E ele saiu andando.”

O polêmico gol de Sergio Ramos saiu no 15º minuto, ainda no primeiro tempo. No primeiro minuto da segunda etapa, no entanto, muitos acusam Mark de tentar “compensar” o erro, marcando um pênalti para o Atlético de Madrid. Griezmann, porém, acertou a bola no travessão.

No final da partida, o belga Carrasco, que havia saído do banco de reservas, marcou o gol de empate e levou a partida para os pênaltis. No entanto, Juanfrán desperdiçou sua cobrança e o Real não deu chances para Oblak fazer nenhuma defesa.

O Atlético de Madrid é o clube que mais vezes jogou a final da Champions League sem ter conquistado o troféu pelo menos uma vez. Em três dessas ocasiões ficou em segundo lugar, sendo elas em 1974, em 2014 e em 2016.

Na atual edição da competição, o Atlético está nas quartas de final depois de eliminar o até então imbatível, Liverpool. Até o momento, a retomada da Liga dos Campeões de 2019/20, não foi confirmada.

Foto destaque: Divulgação/Getty Images 

Bruna Gama

Sobre Bruna Gama

Bruna Gama já escreveu 39 posts nesse site..

Eu sou a Bruna Gama. Paulistana, aspirante a jornalista esportiva e amante do futebol raiz. Grito, sofro, choro e corneto. Afinal, para mim, não é só um jogo!

365 Scores

BetWarrior


Bruna Gama
Bruna Gama
Eu sou a Bruna Gama. Paulistana, aspirante a jornalista esportiva e amante do futebol raiz. Grito, sofro, choro e corneto. Afinal, para mim, não é só um jogo!

Artigos Relacionados

Topo