Jogadores do Manchester United decidem doar 30% dos salários a hospitais

- Atletas fazem ação solidária no combate ao novo coronavírus na Inglaterra
Jogadores do Manchester United decidem doar 30% dos salários a hospitais

O clube Manchester United marcou um gol de placa com a ação dos jogadores em solidariedade ao sistema de saúde da Inglaterra. Devido à pandemia crescente de coronavírus no país e no mundo, os hospitais ingleses terão uma ajuda de peso neste momento de crise. De acordo com o tabloide inglês Daily Mail, os atletas dos Red Devils decidiram em conjunto, doar 30% dos seus salários às instituições de saúde para contribuir no combate à doença.

A ação positiva e coletiva como um socorro ao país, foi a primeira que partiu de um grande clube da Premier League. Desta maneira, a iniciativa começou com o capitão do elenco, o inglês Harry Maguire. Prontamente, os demais integrantes do time aceitaram a boa ideia do companheiro. Como resultado, o vice-presidente executivo do United, Ed Woodward, já teve um encontro com capitão do clube para decidir como irão repassar os valores aos hospitais e serviços de saúde da Inglaterra.

Ainda indefinido

Conforme reunião estabelecida na última sexta-feira (3) entre as entidades do futebol da Inglaterra, o calendário para retorno da temporada segue indefinido. Assim, estava previsto a volta dos jogos para o início de maio de 2020, mas, em consequência da crise de Covid-19 e pela preservação da saúde de todos, a paralisação se manteve.

Além disso, a redução salarial dos jogadores poderá ser resolvida em breve.“Os clubes da Premier League concordaram unanimemente em consultar seus jogadores quanto a uma combinação de reduções condicionais e adiamentos representando 30 por cento da remuneração anual total”, informou o comunicado dos organizadores. Porém, se aguarda a resposta dos envolvidos neste sábado (4), que decidirão o que de fato vai ser feito. Na questão em andamento, os clubes estão recebendo duras críticas por não terem feito ainda a ação, já que funcionários das equipes da Inglaterra estão sendo prejudicados por receberem menos.

Foto destaque: Reprodução/Manchester Evening News

Amanda Cruz

Sobre Amanda Cruz

Amanda Cruz já escreveu 156 posts nesse site..

Sou Amanda Cruz, formada em História e estudante de jornalismo. Paulistana, filha de pernambucanos e atualmente moro em Lorena/SP. Despertei minha paixão pelo futebol na Copa de 2006 e desde lá o amor só cresceu. Curiosa sobre o esporte e amante de História, gosto de estar sempre por dentro do assunto: acompanho boa parte de notícias e jogos, principalmente das ligas internacionais. O futebol é um esporte emocionante e como uma boa (futura) jornalista, escrever sobre ele é demais!

365 Scores

BetWarrior


Amanda Cruz
Amanda Cruz
Sou Amanda Cruz, formada em História e estudante de jornalismo. Paulistana, filha de pernambucanos e atualmente moro em Lorena/SP. Despertei minha paixão pelo futebol na Copa de 2006 e desde lá o amor só cresceu. Curiosa sobre o esporte e amante de História, gosto de estar sempre por dentro do assunto: acompanho boa parte de notícias e jogos, principalmente das ligas internacionais. O futebol é um esporte emocionante e como uma boa (futura) jornalista, escrever sobre ele é demais!

Artigos Relacionados

Topo