Isso é Libertadores!

Catimba, briga, empurra-empurra, discussões, expulsão e surpresas. Tudo pode acontecer na Libertadores da América. E deu ruim para o Grêmio!

Na altitude do México, a 2,6 mil metros acima do nível do mar, o tricolor gaúcho perdeu para o Toluca, com um a mais o segundo tempo inteiro e é mais um time brasileiro a dar vexame na competição sul-americana.

O Grêmio não conseguiu rodar a bola e impor seu jogo como imaginava que faria, e jogou mal, deixando o Toluca jogar. Ainda no primeiro tempo, o tricolor ficou com um a mais. Isso porque após disputa de bola entre Douglas e Velasco, os dois se desentenderam e trocaram empurrões, até que Velasco deu um tapa na cara de Douglas, na frente do árbitro, que sacou o vermelho para o jogador do time mexicano e amarelou o camisa 10 brasileiro.

Mesmo com um a menos o Grêmio não conseguia se soltar. Começou o segundo tempo e o técnico do Toluca também foi expulso, isso antes do primeiro minuto de jogo. Ainda enquanto o técnico José Cardozo saia de campo, eis que brilha a estrela do atacante Enrique Triverio. O argentino foi o nome da partida marcando os dois gols do jogo.

Após cruzamento da esquerda, a zaga gaúcha não acompanhou o centroavante, que completou pro fundo das redes, no contrapé de Marcelo Grohe, fazendo com que o Cardozo invada o campo para comemorar o gol, mesmo estando expulso. Aos 30, Fred cabeceou para trás e Triverio foi oportunista e ganhou de Pedro Geromel na velocidade, que na disputa pela bola dentro da área, enrolou na passada com as pernas do atacante argentino e fez pênalti.

O próprio Triverio cobrou forte e converteu, dando número finais a partida. Toluca 2 x 0 Grêmio.

Com o resultado, o Grêmio é lanterna do Grupo 6, com 0 pontos e dois gols sofridos. O Toluca lidera com três pontos. San Lorenzo (ARG) e LDU (EQU) estreiam apenas na próxima terça-feira, às 19h30, no Estádio Casa Blanca, em Quito.
O Grêmio volta a campo pela Libertadores no próximo dia 2, às 21h45, contra a LDU, na Arena. O Toluca vai a Buenos Aires, também no próximo dia 2, para encarar o San Lorenzo no Nuevo Gasómetro.

No final da partida, brasileiros e mexicanos ainda iniciaram uma confusão quando Edinho não gostou de algum comentário de um dos jogadores adversário. A turma do “deixa disso” chegou e a confusão acabou.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1077 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.


 

365 Scores

 

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo