Investigado por agressão à esposa, Jean é anunciado no Atlético-GO

Preso durante as férias, Jean foi anunciado como reforço do Dragão durante a temporada de 2020
Jean é anunciado no Atlético-GO

Com contrato suspenso no São Paulo, Jean foi anunciado como novo reforço do Atlético-GO nesta segunda-feira (13). Assim, o atleta de 24 anos já está no Centro de Treinamento do Dragão e reforçará o plantel nas disputas do Campeonato Goiano, Brasileirão e Copa do Brasil. Além disso, o empréstimo do goleiro terá duração de um ano, e o clube goiano ainda contará com 20% dos direitos econômicos em uma possível venda do Tricolor. No início do mês, Jean foi especulado no Ceará – que optou pela contratação do experiente Fernando Prass. A notícia da contratação do arqueiro repercutiu mal nas redes sociais. O presidente do Atlético, por outro lado, declarou que todos merecem segundas chances.

“É uma questão que não apoiamos, mas entendemos que é um grande atleta e que merece ter uma nova oportunidade na vida. Todos nós erramos, mas vamos dar o respaldo a ele. Queremos recuperar o ser humano, pois é um bom profissional. Confio nele tecnicamente. Ele sabe que não pode errar mais”, afirmou Adson Batista

ENTENDA O CASO

Em 18 de dezembro de 2019, Jean foi preso após sua esposa, Milena Bemfica, denunciá-lo por agressão durante as férias do casal nos Estados Unidos. Desse modo, por meio de vídeos das redes sociais, Milena mostrou as marcas de violência provocadas pelo goleiro. De acordo com o boletim de ocorrências, o atleta de 24 anos desferiu oito socos no rosto da vítima. Em consequência da agressão, Jean foi detido e logo passou por julgamento no estado da Florida e agora continua sendo processado pelo crime de violência doméstica.

Mas este não é o primeiro caso de atletas que cometem crimes contra a mulher e continuam ativos no mundo do futebol. Em 2018, Cristiano Ronaldo foi acusado de estupro contra a modelo Kathryn Mayorga. Desse modo, o atleta tentou encobrir a situação pagando mais de um milhão de reais à mulher, mas o caso veio à tona através de documentos divulgados por Kathryn. Contudo, a história passou batida no cenário mundial e Cristiano permanece ativo e venerado por diversos fãs de futebol.

Em 2017, Robinho foi condenado a nove anos de prisão por ter estuprado uma jovem albanesa juntamente com outros cinco homens, em 2013. Entretanto, a pena jamais foi cumprida. O caso mais emblemático de todos, por outro lado, é do ex-goleiro do Flamengo, Bruno. Acusado de esquartejar a namorada, Eliza Samudio, o arqueiro cumpre pena desde 2013 e hoje, no semi-aberto, é alvo de propostas de vários clubes brasileiros, além de ser idolatrado por parte da torcida Rubro-negra.

Foto destaque: Reprodução/ Ronny Santos/ Folhapress

Maria Luisa Araki

Sobre Maria Luisa Araki

Maria Luisa Araki já escreveu 103 posts nesse site..


 

Rivalo Apostas Esportivas

Artigos Relacionados

Topo