A igualdade imperou em Kazan

Na Arena de Kazan, jogaram Alemanha e Chile em confronto válido pela segunda rodada do grupo B, da Copa das Confederações 2017. Um jogo que no papel tinha tudo para ser um dos melhores da competição e não foi diferente. Em dia de marca histórica para Aléxis Sanchez o empate não foi dos piores resultados para as duas equipes.

O primeiro tempo do duelo foi basicamente de domínio do time sul-americano, com muita intensidade e, sobretudo, pressão na saída de bola alemã os chilenos souberam aproveitar um erro dos adversários para marcar. Após tabela com Vidal, Sanchez aproveitou e abriu o placar para o Chile, tornando-se o maior artilheiro de sua seleção com 38 gols, deixando para trás outro ídolo chileno, Marcelo Salas. Com o tento marcado, o Chile resolveu recuar, mas continuaram perigosos em alguns lances isolados, até que aos 41 minutos o estilo de jogo alemão de toques curtos funcionou e Stindl empatou para a Alemanha, e o primeiro tempo encerrou com igualdade no placar.

A segunda etapa começou um pouco diferente do primeiro tempo, com os alemães tomando o controle das ações do jogo. Mas o Chile continuou tendo as melhores oportunidades, como na falta de Aléxis Sanchez, aos 2 minutos, que assustou o goleiro Ter Stegen. Fora essa oportunidade, pouco se viu das duas partes, em busca de um gol que pudesse dar a vitória a ambas as equipes e com o jogo com pouca intensidade, o placar não poderia terminar mesmo senão no 1 a 1 que estava desde a primeira etapa.

Com o empate, as duas equipes lideram o grupo com 4 pontos, mas com os chilenos levando vantagem no critério de saldo de gols. A próxima partida das duas equipes, acontecerá no domingo ao meio dia. O Chile encara a Austrália em Moscou, enquanto que a Alemanha joga contra Camarões.

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 794 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.


Que tal assistir a final da Libertadores no Chile? Cadastre-se e concorra:

Rexona


Forza Football

 

Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo