Há 9 anos, Palermo marcava seu último gol em La Bombonera

- O artilheiro se aposentou em 2011, deixando saudade aos fanáticos argentinos

No dia 29 de maio de 2011, o craque argentino Martin Palermo marcou seu último gol no estádio La Bombonera. Por conta disso, o jogo acabou significando muito para os torcedores, pois estava chegando ao fim a história do atacante, ídolo pelo Boca Juniors. A temporada de despedida do craque foi finalizada também com um presente inusitado, um pedaço da trave do estádio.

A PARTIDA

Na 16ª rodada, o Boca Juniors enfrentou o Newell’s Old Boys em casa. A escalação do boca tinha Lucchetti no gol; Clemente Rodríguez, Caruzzo, Insaurralde e Monzón, fechando a linha defensiva; Chávez, Somoza e Erviti no meio; por fim, Colazo; Mouche e Palermo comandavam o ataque. O confronto foi marcado também por um intenso duelo entre Palermo e Peratta, o goleiro dos Leprosos que parecia estar invencível naquele jogo.  Além disso, o duelo foi muito intenso, inclusive com Peratta defendendo um pênalti cobrado por El Loco aos 33’, atingindo seu auge na partida. 

Entretanto logo quando iniciou da 2ª etapa, após um cruzamento aos 50’, a bola sobrou no meio da área, o argentino amorteceu-a no peito e, com a bola ainda quicando, chutou um petardo, explodindo no travessão antes de entrar. Assim, Palermo finalmente venceu o goleiro rival e anotou seu último gol naquele especial estádio. Apesar do Boca recuar um pouco após o gol, o jogo seguiu intenso, havendo chances para ambos os times. Contudo o placar se manteve até o final do jogo, graças também ao grande trabalho dos goleiros. 

MARTIN PALERMO

El loco tem hoje 46 anos e estreou no futebol profissional em 1991, pelo Estudiantes, onde permaneceu até 1997, atuando em 99 partidas e marcando 36 gols. Em seguida, teve sua primeira passagem pelo Boca Juniors, que durou três temporadas, além de 91 gols em 124 jogos. Já em 2000 começou sua carreira internacional no Villarreal, depois Real Betis e Alavés.

Ao todo, no futebol espanhol Palermo jogou 106 vezes e marcou 26 gols. Em 2004 retornou ao Boca e lá encerrou sua carreira. Pelo Azul y Oro, no total, foram 405 partidas e 237 gols. Ainda, Martin tem 15 títulos na carreira, 1 mundial, 2 libertadores, 2 sul-americanas, 3 recopas e 7 títulos nacionais. O único título conquistado atuando fora do Boca foi o Primera Nacional B pelo Estudiantes. Por fim, pela seleção foram 15 jogos oficiais e 9 gols.

https://www.instagram.com/p/CAyeeUnnlNj/

Foto Destaque: Divulgação/Instagram/Martín Palermo

Lucas Henrique Santos Noronha

Sobre Lucas Henrique Santos Noronha

Lucas Henrique Santos Noronha já escreveu 31 posts nesse site..

Escolhi o jornalismo pelo enorme gosto por esportes e por sempre assistir programas esportivos em geral, além de um costume meu de criticar grandes problemas do nosso mundo atual. Eu estou no 1o semestre do curso, minha experiência com textos foi uma página que criei uma vez (sobre futebol) mas que por força de obrigações e por ser só eu cuidando não foi pra frente. Meu objetivo é crescer na área do Jornalismo ( a maior ambição é o esportivo) e acredito que a partir de agora, consegui um grande empurrão pra ganhar experiência na área (aliás trabalhar em sites assim sempre foi um objetivo meu). Sou uma pessoa extremamente paciente, acho que minha principal virtude.

365 Scores

BetWarrior


Lucas Henrique Santos Noronha
Lucas Henrique Santos Noronha
Escolhi o jornalismo pelo enorme gosto por esportes e por sempre assistir programas esportivos em geral, além de um costume meu de criticar grandes problemas do nosso mundo atual. Eu estou no 1o semestre do curso, minha experiência com textos foi uma página que criei uma vez (sobre futebol) mas que por força de obrigações e por ser só eu cuidando não foi pra frente. Meu objetivo é crescer na área do Jornalismo ( a maior ambição é o esportivo) e acredito que a partir de agora, consegui um grande empurrão pra ganhar experiência na área (aliás trabalhar em sites assim sempre foi um objetivo meu). Sou uma pessoa extremamente paciente, acho que minha principal virtude.

Artigos Relacionados

Topo