Há 25 anos, o Vélez Sársfield conquistava a Libertadores e o Mundial

- Um clube que não é considerado uma potência na Argentina, mas que fez história nos anos 90 com a conquista dos dois títulos
Vélez Sársfield

Quando é falado sobre campeonato argentino, quais times você lembra? Boca Juniors? River Plate? Racing? Com certeza você pensou em algum desses, pois são times que além de ter uma grande mídia, também possuem um histórico de conquistas. Porém, existe uma equipe da Argentina que teve a proeza de há 25 anos, conquistar a Copa Libertadores diante do São Paulo e vencer o poderoso Milan na final do Mundial de Clubes: O Vélez Sársfield, um clube da cidade de Buenos Aires, que hoje em dia não é considerado uma potência no país, mas que tinha um ótimo elenco, vindo assim a conquistar títulos de grande importância na década de 90.

HISTÓRIA DO CLUBE

O Clube foi fundado por imigrantes italianos no ano de 1910, na cidade de Buenos Aires. O nome do time foi uma homenagem a um jurista argentino. Dessa forma, o primeiro presidente do Club Atlético Argentinos de Vélez Sarsfield foi Luis Barredo. No início do time, o primeiro uniforme eram totalmente branco, pois era mais barato e estava ao alcance de todos – Vindo a ser o que é hoje somente em 1938. Após nove anos de sua fundação, a equipe conseguiu chegar a primeira divisão da Argentina. Porém, mesmo fazendo parte da elite no país, o Vélez não conseguia conquistar nenhum título. Assim, sua primeira conquista veio somente no ano de 1968, onde conquistou Campeonato Nacional Argentino. Em toda a sua história, o El Fortín tem 16 conquistas, sendo a Libertadores e o Mundial as de maior importância.

LEIA MAIS:

 Vélez Sarsfield-Fluminense: uma irmandade verde, branco e grená

Jorge Luis Hirschi: conheça a nova cancha do Estudiantes

 Cubero: o último ídolo de antigamente pendura as chuteiras

ELENCO DO VÉLEZ EM 1994

O clube não tinha jogadores muito conhecido, porém os atletas tinham ótima qualidade. Assim, o time de 1994 era composto por Trotta, Gómez, Pellegrino, Almandoz, Chilavert, Zandoná, Basualdo, Bassedas, Turu Flores, Omar Asad e Cardozo

CAMINHADA DO TIME ATÉ O TÍTULO DA LIBERTADORES

O Vélez Sársfield teve muito trabalho para conquistar o tão sonhado título da Libertadores, tanto que logo na fase de grupos, o time caiu na chave com Cruzeiro, Palmeiras e Boca Juniors. Assim, o grupo foi muito equilibrado até as últimas rodadas e o Vélez conseguiu a primeira colocação com oito pontos – Tendo três vitórias, dois empates e uma derrota. Dessa forma, nas oitavas de final, a equipe de Buenos Aires enfrentou o Defensor Sporting, do Uruguai. Com empate na ida e na volta, a classificação foi decidida nos pênaltis com com vitória do El Fortín por 2 x 4. Já nas quartas, o clube enfrentou o Minervén, do Venezuela. Com isso, o primeiro jogo terminou empatado sem gols, mas jogando em casa, os argentinos marcaram duas vezes e avançaram para a semifinal.

Na próxima fase, seu adversário foi o time da Colômbia, o Junior Barranquilla. Com isso os colombianos venceram por 2 x 1 em casa, porém os argentinos venceram pelo mesmo placar no jogo de volta, levando a decisão para os pênaltis e vencendo por 4 x 5. Por fim, o último confronto seria contra o Bicampeão do campeonato, São Paulo. O primeiro jogo da final aconteceu no estádio O Forte de Liniers, e os donos da casa venceram por 1 x 0 com um gol de pênalti de Asad, aos 33 minutos do 1º tempo. No Morumbi, o tricolor venceu pelo mesmo placar, com de Müller, de pênalti. Dessa forma, a final da Libertadores seria disputada nas penalidades , e com a ajuda do goleiro paraguaio Chilavert, O Vélez Sársfield venceu o clube Brasileiro e se tornou pela primeira vez na sua história campeão da Libertadores.

MUNDIAL DE CLUBES CONTRA O MILAN

Com o título da Libertadores de 1994, a equipe argentina teria outro desafio no mesmo ano, o Mundial de Clubes (chamado de Taça Intercontinental na época). Na ocasião, o Vélez Sársfield iria enfrentar o poderoso Milan, time que era treinado pelo italiano Fábio Capello. Os italianos eram os favoritos sem dúvida alguma, mas o Vélez conseguiu surpreender o adversário, mostrando que teria chances de ser campeão. Dessa forma, o El Fortín dominou a primeira etapa inteira, sem dar chance alguma ao clube italiano. Porém, mesmo com o domínio, a equipe não conseguiu abrir o placar na primeira etapa.

Com a volta do jogo, os Vélez conseguiu abrir o placar aos 5′. Após o juiz marcar pênalti, Trotta converteu e colocou a equipe argentina na frente. Depois do gol, o Milan passou a pressionar o adversário, mas El Fortín conseguia impedir que o time chutasse ao gol. Contudo, mesmo com a pressão dos Rossoneris, os argentinos marcaram novamente. Assim, aos 12′, após erro da defesa, Asad ampliou o placar, decretando a vitória a equipe. Com a vitória, o Vélez Sársfield se tornava campeão mundial de 1994, sendo assim seu único título mundial até hoje.

 

DECLARAÇÃO DO TÉCNICO PÓS JOGO

Após o jogo, o Técnico do Milan Fábio Capello saiu muito irritado do jogo, falando mal de seu jogadores e chegou a chamar o Vélez Sársfielda de clube de “3ª divisão”, além de comparar a final do mundial de 1993 com a de 1994, onde o adversário foi o São Paulo:

A final do ano passado foi definitivamente mais espetacular. Os brasileiros do São Paulo são um time mil vezes melhor do que o Vélez. Perdemos hoje para uma equipe de terceira divisão. Estou muito nervoso com os meus jogadores, que, apesar da fragilidade incrível do adversário, atuaram como um grupo de velhos cansados. Não ganhou o melhor, mas o que cometeu menos erros. O Milan aprendeu que precisa pensar bem e reformular o seu futuro – disse o técnico Fábio Capello

Por fim, é possível concluir que a década de 90 foi a melhor época do clube, pois o Vélez Sársfield ainda teve várias conquistas depois da Libertadores e do Mundial. Sendo assim, a Supercopa Libertadores, a Copa Interamericana, a Liga Argentina Clausura e Apertura em 96, a Recopa Sul-Americana em 97 e a Liga Argentina Clausura em 98. Porém, com o passar do tempo, o time foi caindo e questão de qualidade técnica e hoje não está nem nas cinco melhores equipes da Argentina. Ademais, o último título que o Vélez ganhou foi em 2013. Porém, mesmo não estando na mesma boa fase atualmente, os dois títulos internacionais conquistados pelo El Fortín no ano de 1994 sempre estarão na história e na memória do clube.

 

Daniel Marques

Sobre Daniel Marques

Daniel Marques já escreveu 128 posts nesse site..

Me chamo Daniel Castro Marques, tenho 18 anos e adoro esportes no geral, mas tenho uma paixão especial pelo futebol. Quando criança, tinha o sonho de ser jogador de futebol, mas por diversos fatores isso não foi possível. Então encontrei outra forma de me manter próximo do esporte. Através do jornalismo posso me manter atualizado e falar sobre o que mais gosto. Meu sonho é poder participar de um grande evento futebolístico, a UEFA Champions League em especial. Atualmente moro em Guarulhos-SP e estou cursando jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Facebook: Daniel Castro Marques Instragram: @dandan_marques194

365 Scores

BetWarrior


Daniel Marques
Daniel Marques
Me chamo Daniel Castro Marques, tenho 18 anos e adoro esportes no geral, mas tenho uma paixão especial pelo futebol. Quando criança, tinha o sonho de ser jogador de futebol, mas por diversos fatores isso não foi possível. Então encontrei outra forma de me manter próximo do esporte. Através do jornalismo posso me manter atualizado e falar sobre o que mais gosto. Meu sonho é poder participar de um grande evento futebolístico, a UEFA Champions League em especial. Atualmente moro em Guarulhos-SP e estou cursando jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Facebook: Daniel Castro Marques Instragram: @dandan_marques194

Artigos Relacionados

Topo