Guarani x Figueirense – Rumo ao bicampeonato da Copinha

Campineiros e catarinenses mantém vivo o sonho do segundo título da Copa São Paulo de Futebol Júnior colocando invencibilidade na competição à prova

Pelas quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2019, o Guarani recebe o Figueirense nesta quinta-feira (17), às 19h15 (horário de Brasília), no Estádio Luís Augusto de Oliveira, o “Luisão”, no município de São Carlos, no interior de São Paulo. O Bugre chega a esta fase do torneio após eliminar o Botafogo-RJ nas oitavas de final. Enquanto isso, o Furacão do Estreito bateu o Palmeiras na fase anterior. Ambos já são campeões da Copinha e estão em busca do sonhado bicampeonato do torneio.

Guarani

Focando na recuperação de seus atletas após o último duelo, o time só teve um dia para descansar, como todos. A equipe campineira focou mais uma vez no trabalho regenerativo. Depois da estreia e da segunda partida em igualdade, o clube esta numa ótima sequência de bons resultados. Já são quatro vitórias seguidas. Porém, são 14 gols marcados nestes triunfos, o que faz o seu ataque um dos melhores da competição.

Esse ataque poderoso é dividido entre os atacantes. Davó, que tinha apenas um gol até o jogo frente ao Internacional, quando marcou quatro vezes na goleada sobre o Internacional e fez a festa da torcida, além de passar a ser o artilheiro da equipe na Copa. Felipe e Bidu, ambos com dois gols, são outros destaques. O grupo conta com a volta de sua segurança defensiva, o zagueiro Victor Ramos, que volta de suspensão.

Vale ressaltar a tradição da equipe campineira em revelar craques. Grandes nomes do futebol saíram do Brinco de Ouro da Princesa, como Neto, Amoroso, Luizão, Careca, Edu Dracena e Jonas.

Provável escalação: Guilherme Gallis; Lucas Ferron, Pedro Moraes, Victor Ramos e Bidú; Felipe, Mateusinho e Acorsi; Davó, Lucas Bulhões e Renan. Técnico: Márcio Zanardi.

Figueirense

Figueira está em alta no torneio e é a única equipe com 100% de aproveitamento. Como se não bastasse, deixou para trás grandes nomes como Flamengo e Palmeiras. A equipe também conta com uma joia: João Diogo. O atacante tem sido decisivo e já marcou sete gols em seis jogos e já vai sendo observado por equipes maiores.

Nicholas foi outra grata surpresa que surgiu diante do Trindade. O garoto saiu do banco e guardou dois tentos. Alejandro, também vindo do banco, e Bruno,  jogador de meio-campo e com boa chegada à frente, são outras peças do time catarinense à surpreender. O meia, inclusive, diz que não se acham uma “surpresa”:

“A gente tem encarado esse campeonato (Copinha) com o Figueirense não como uma surpresa. Estamos preparados para esses jogos e conseguimos ir muito bem”, afirmou.

https://twitter.com/FigueirenseFC/status/1085359132797009921?s=19

Outro destaque, o goleiro Vinícius, com uma série de defesas difíceis, mostrou que a preparação do Furacão traduz o protagonismo do único invicto. O técnico Fábio Mathias prega a atenção e responsabilidade para o jogo das quartas de final, pois o adversário também está em uma trajetória de ascensão na Copinha:

“Temos que focar no jogo contra o Guarani. É um time que fez 5 x 0 no Internacional e 1 x 0 no Botafogo, outras duas equipes de tradição no futebol brasileiro. Vamos estudar o adversário e traçar a melhor estratégia para passar por mais esse desafio”, explicou o treinador.

Provável escalação: Vinicius; Weverton, Rique, Alessandro e Alison; Jean, Bruno, Echaporã e Lucas; Gabriel e João Diogo.. Técnico: Fábio Matias.

Retrospecto

Guarani estava no Grupo 12 e começou sua participação de forma a gerar dúvidas no torcedor, pois empatou os dois primeiros jogos por 1 x 1, com Taquaritinga e Bahia. Mas, para garantir a classificação, golearam o Boavista-RJ por 6 x 0 e avançaram na liderança. Na segunda fase despacharam a Votuporanguense, em seguida golearam o Internacional e na última partida venceram o Botafogo-RJ pelo placar mínimo. Já o Figueirense segue com 100% de aproveitamento. Na primeira fase golearam o CRB por 4 x 0, depois viraram sobre o Botafogo-SP, 2 x 1, e a Itapirense, 3 x 2. Na fase seguinte despacharam o tetracampeão Flamengo-RJ, na sequência eliminaram o Trindade e carimbaram a vaga nas quartas de final ao vencer o favorito Palmeiras.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1049 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.


 

365 Scores

 

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo