Gamba Osaka vence derby e Sanfrecce Hiroshima é derrotado

Ademilson fez o gol da vitória no clássico. Enquanto o Kashiwa Reysol dormiu fora do Z3 após vencer o vice-líder da J.League

Nos quatro jogos que movimentaram a 29a rodada da J.League neste sábado (06), a surpresa ficou por conta da vitória do Kashiwa Reysol diante do atual vice-lider da competição Sanfrecce Hiroshima. No derby da cidade de Osaka, o Gamba venceu o Cerezo com gol do brasileiro Ademilson. Também pelo placar mínimo foi o triunfo do Shonan Bellmare contra o Sagan Tosu. Ainda tivemos o empate em 1 x 1 entre Vissel Kobe e o lanterna V-Varen Nagasaki. Confira os detalhes das partidas.

J.League – 29ª Rodada

Sanfrecce Hiroshima 0 x 3 Kashiwa Reysol

No estádio Hiroshima Big Arch uma velha frase dita no mundo do futebol pôde ser utilizada para definir este jogo: Sanfrecce Hiroshima não viu a cor da bola! Os visitantes do Kashiwa Reysol precisaram de apenas um tempo para conquistarem os três pontos. Desde o início da partida o time amarelo impôs velocidade e um envolvente toque de bola, com isso as oportunidades aparecerem. Aos 23′, Juanma Ito acertou um belo chute de fora da área abrindo o placar para o Kashima. Quatro minutos depois, Ito mostrou que estava com o pé calibrado e mandou outro arremate certeiro sem defesa para Takuto Hayashi. Aos 35 minutos, foi a vez do queniano Michael Olunga invadir a área pela direita e chutar cruzado para marcar o terceiro gol.

https://twitter.com/jsgoal/status/1048491136610754560

No segundo tempo o Sanfrecce Hiroshima tentou esboçar alguma reação, mas quando as chances não paravam no goleiro Kazushige Kirahata, acertava a trave como em um chute do brasileiro Patric. No contra-ataque o Kashiwa Reysol tentava ampliar a goleada e por pouco não conseguiu. A partir da metade da segunda etapa o Sanfrecce Hiroshima se lançou ao ataque, porém o sistema defensivo do Kashiwa se encontrava bem postado. Os visitantes seguraram o bom resultado, dormindo fora do Z3.

Cerezo Osaka 0 x 1 Gamba Osaka

Os 34.303 torcedores que foram ao estádio de Osaka acompanhar o derby  da cidade, viu dois times aguerridos. Os primeiros lances de perigo, porém, foram proporcionados pelo Gamba Osaka. A equipe de Tsuneyasu Miyamoto quase abriu o placar após Shu Kurata receber passe em profundidade saindo de frente para o goleiro sul-coreano Jin Hyeon Kim, que defendeu o chute do camisa 10. A bola tomou o caminho do gol, sendo afastada pelo zagueiro do Cerezo Osaka praticamente em cima da linha. A melhor chance do Cerezo veio depois que o brasileiro Souza arriscou um chute forte de fora da área que explodiu na trave.

Torcida do Gamba Osaka festeja a vitória no derby da cidade. (Divulgação / Gamba Osaka).

No final do primeiro tempo, o brasileiro da equipe do Gamba Osaka, Ademilson, recebeu um bom passe pelo alto e, dentro da área, percebeu a indecisão do goleiro Kim ao sair do gol. Um belo toque por cobertura fez a bola morrer no fundo do gol, aos 45′. A segunda etapa reservou faltas duras de ambas as equipes e um Cerezo Osaka muito mais ligado na partida. Porém as jogadas trabalhadas eram interrompidas por um sistema defensivo do Gamba Osaka consistente. No final o 1 x 0 persistiu para a alegria dos torcedores do Gamba.

Sagan Tosu 0 x 1 Shonan Bellmare

No confronto que reuniu duas equipes que lutam para fugir da zona de rebaixamento, melhor para os visitantes do Shonan Bellmare. A partida teve dois tempos bem distintos. No primeiro, o Sagan Tosu com o espanhol Fernando Torres no banco, perdeu várias chances, principalmente com chutes de fora da área que assustavam o goleiro Yota Akimoto. Mas o gol tão esperado pelos torcedores locais, não saiu.

https://twitter.com/bellmare_staff/status/1048574646528819202

No segundo tempo o Shonan Bellmare partiu para o ataque. E foi premiado com o gol aos 17 minutos quando Miki Yamane na entrada da área tocou de calcanhar para Takuya Okamoto que chutou, a bola ainda desviou em Riki Harakawa enganando o goleiro Shuichi Gonda. A vitória tirou a equipe visitante do Z3 pelo menos momentaneamente. Já o Sagan Tosu permaneceu na vice-lanterna com 30 pontos.

Vissel Kobe 1 x 1 V-Varen Nagasaki

A partida entre Vissel Kobe V-Varen Nagasaki reuniu uma equipe pressionada pelas cinco derrotas consecutivas na J.League e outra estacionada na lanterna da competição, respectivamente. No caso dos donos da casa, o técnico espanhol Juanma Lillo, escalou três atacantes para conseguir a vitória. Enquanto o V-Varen Nagasaki foi à campo mais cauteloso apenas com o também espanhol Juanma Delgado no setor de ataque.

https://twitter.com/vissel_kobe/status/1048543596524138496

Aos 22 minutos, depois de jogada individual de Takashi Sawada, o camisa 19 saiu da marcação e invadiu a área chutando cruzado, abrindo o placar para o V-Varen Nagasaki. A resposta do Vissel Kobe veio oito minutos depois. Após um arremesso lateral, a bola sobrou para Masatoshi Mihara que chutou forte da linha da grande área sem chances de defesa para o goleiro Kenta Tokushige. O segundo tempo reservou chances claras perdidas pelas duas equipes. De um lado com Kyoro Furuhashi que parou no goleiro do V-Varen Nagasaki e com Juanma Delgado, que desperdiçou cara-a-cara com o sul coreano Seung Gyu Kim. E o empate persistiu até o fim.

Avatar

Sobre Rafael Regis

Rafael Regis já escreveu 98 posts nesse site..

Tenho 31 anos. Sou formado em jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu e em Radialista (setor locução) pelo Senac-SP. Trabalho também como repórter da Rádioweb Poliesportiva, onde participo de coberturas in-loco de diversos esportes como: futebol, vôlei, basquete e futsal. Apaixonado pelo jornalismo e pelas coberturas esportivas, moro na capital paulista e sou torcedor fiel do Nacional Atlético Clube (SP).


Que tal assistir a final da Libertadores no Chile? Cadastre-se e concorra:

Rexona


Forza Football

 

Avatar
Rafael Regis
Tenho 31 anos. Sou formado em jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu e em Radialista (setor locução) pelo Senac-SP. Trabalho também como repórter da Rádioweb Poliesportiva, onde participo de coberturas in-loco de diversos esportes como: futebol, vôlei, basquete e futsal. Apaixonado pelo jornalismo e pelas coberturas esportivas, moro na capital paulista e sou torcedor fiel do Nacional Atlético Clube (SP).

Artigos Relacionados

Topo