Futebol Chinês: a trajetória do Tianjin de 2006 até a falência em 2020

- O clube entrou numa grave crise financeira após a retirada, por forças maiores, de seu maior investidor
Tianjin Tianhai declarou falência após 14 anos de fundação

Pelo menos seis clubes nos três principais níveis de futebol profissional da China declaram falência nos últimos seis meses. Entretanto, o Tianjin Tianhai FC (天津天海) é o primeiro da Superliga Chinesa, a 1ª divisão local. Isso porque o clube apresentou um pedido de retirada da CSL para a próxima temporada. Logo, decretando falência. Tudo isso devido as dificuldades financeiras desde o ano passado, após a prisão do antigo dono do grupo, Shu Yuhui, que era o responsável pelos investimentos da equipe. Contudo, vamos ‘Escalar a Muralha' e relatar a história do ex-clube de Alexandre Pato, Luis Fabiano e Jadson.

O INÍCIO DO TIANJIN

A história do Tianjin Songjiang Football Club começa no dia 6 de junho de 2006. O clube foi fundado pela empresa Tianjin Binhai Holdings Limited na cidade de Hohhot, com o nome de Hohhot Binhai FC. Somente dois anos mais tarde, em 2008, a equipe deixaria Hohhot para jogar em Tianjin. Iniciando na terceira e última divisão do futebol profissional chinês, a equipe conquistou o acesso à segunda divisão chinesa em 2010. Desde então o Tianjin Songjiang conquistava resultados modestos até que tudo mudou em 2015.

Naquele ano o clube chinês passou a fazer altos investimentos, com um início promissor. Logo, chegaram os brasileiros Luis Fabiano e Jadson. Enquanto Vanderlei Luxemburgo foi anunciado como técnico para comandar esse time. Isso porque um grupo chamado Quanjian assumiu toda a administração da equipe, reformulando desde o nome, o emblema e as cores até o elenco profissional.

Mas a passagem do treinador multicampeão durou pouco por lá. Apesar de bons resultados no início na China League One, ficando as sete primeiras rodadas sem derrota, o Tianjin passou a oscilar nos últimos dois meses do semestre. Dessa forma, após o revés para o Daliang Professional por 2 x 1, ficando apenas na 8ª colocação, Luxemburgo foi desligado do clube.

 O 1º E ÚNICO TÍTULO DO TIANJIN

Depois de quatro rodadas sem técnico, o Tianjin anunciou a chegada de Fabio Cannavaro. Ao contrário do bom início de Luxemburgo, o italiano logo de cara contou com uma eliminação na Copa da China, para o Shanghai Shenhua, por 5 x 0 no agregado. Entretanto, nas últimas 11 rodadas na China League One, a equipe conquistou oito vitórias, chegando a marca de 59 pontos na tabela, se consagrando como o campeão daquela edição. Sendo assim, alcançando o objetivo de ter acesso a elite do futebol chinês.

Para a primeira temporada, chegaram Alexandre Pato e Witsel, além de Yongpo e Xialong Wang, como as principais contratações. Ao todo, um investimento, somente por quatro jogadores, de quase 56 milhões de euros. O resultado foi até positivo com o 3º lugar na CSL, conquistando uma classificação para a Champions da Ásia. Então a melhor posição na elite do futebol chinês, afinal, em 2018 a equipe ficou em 9º lugar. Enquanto na última temporada, terminou na 14ª colocação, com apenas 25 pontos conquistados.

OS PROBLEMAS FINANCEIROS

Logo no início de 2019, Shu Yuhui, dono do Grupo Quanjian, foi preso junto com outras 16 pessoas acusados de marketing multinível ilegal – propaganda enganosa. Sendo assim, a equipe teve de se desfazer de seus ‘melhores' jogadores no elenco, pelo corte considerável no orçamento, por conta de seu maior investidor. Com isso, a Associação de Futebol de Tianjin passou a gerir o clube com orçamentos bem mais modestos e limitados.

Dias depois, o nome e o escudo foram novamente alterados, com o time passando a ser chamado de Tianjin Tianhai. Contudo, com o passar dos meses sem grandes lucros, os salários passaram a não ser pagos mensalmente, acumulando um grave problema financeiro. Tanto que, devido a paralisação durante a pandemia, os jogadores do elenco abriram mão de receber nesses meses sem futebol, mas o clube já não conseguiria reverter tal situação.

Sendo assim, na segunda semana de maio, o clube enviou um pedido de retirada da Superliga Chinesa declarando falência. Até o momento, os organizadores e responsáveis pela Superliga Chinesa ainda não se posicionaram sobre o assunto. O mais provável que aconteça é a permanência do Shenzhen FC na 1ª divisão, para chegar ao total de 16 equipes na competição.

FICARAM PARA NA HISTÓRIA

Com 164 jogos, o lateral direito Cheng Zhang é o jogador que mais disputou partidas com a camisa do Tianjin. Fechando um top 3 aparece Lu Zhang, com 127, e Dalung Zheng, com 121. A melhor vitória do clube foi um 6 x 2, sobre o Guangzhou R&F, em 2018, quando Patou brilhou com três gols e uma assistência. Enquanto a pior derrota foi um 5 x 0 para o Guangzhou Evergrande, no mesmo ano.

O jogo com mais espectadores no estádio de Tianjin também foi contra os Tigres do Sul, para pouco mais de 46 mil torcedores. Em contrapartida, em 2014, na derrota para o Guangdong por 3 x 2, a equipe chegou a jogar para apenas 348 pessoas.

Alexandre Pato se encontra como o maior artilheiro da história do clube, com 36 gols, em 60 partidas. Luis Fabiano é o segundo, com 23 bolas nas redes em 29 jogos, ele que também é o jogador mais velho a marcar um gol pelo Tiajin. Na vitória por 3 x 0 sobre o Meizhou Hakka, o centroavante tinha 35 anos, 11 meses e 14 dias.

Foto destaque: Divulgação/Ic photo

Thiago Lopes

Sobre Thiago Lopes

Thiago Lopes já escreveu 396 posts nesse site..

Thiago Lopes, 20 anos. Estudante de jornalismo - 5º semestre. Com a facilidade de escrever, expressar suas opiniões em debates futebolísticos e com uma cirurgia no menisco colateral direito aos 17, decidiu que seu objetivo profissional seria seguir na área esportiva. Frequentador de arquibancadas, pretende vivenciar e desfrutar o melhor que o futebol proporciona.

365 Scores

BetWarrior


Thiago Lopes
Thiago Lopes
Thiago Lopes, 20 anos. Estudante de jornalismo - 5º semestre. Com a facilidade de escrever, expressar suas opiniões em debates futebolísticos e com uma cirurgia no menisco colateral direito aos 17, decidiu que seu objetivo profissional seria seguir na área esportiva. Frequentador de arquibancadas, pretende vivenciar e desfrutar o melhor que o futebol proporciona.

Artigos Relacionados

Topo