França pega fogo com três clássicos agitando a 23ª rodada da Ligue 1

França pega fogo com três clássicos agitando a 23ª rodada da Ligue 1

O Campeonato Francês está em alta nesta temporada

Desde a chegada de Neymar a França não é mais a mesma. Agora o país é dono de grande parte dos holofotes da mídia esportiva internacional. Mas uma rodada com 3 clássicos é digna de destaque, com ou sem Neymar. Confira detalhes de todos os jogos da Ligue 1 deste fim de semana.

LIGUE 1 – 23ª RODADA

26/01 – Sexta-feira

Dijon x Rennes – 17h45

Abrindo a rodada da Ligue 1, a pior defesa do campeonato, Dijon, recebe no Gaston-Gérard, o Rennes. O time da casa vem com seu orgulho gravemente ferido depois de perder os dois últimos jogos. 8 x 0 para o líder Paris Saint-Germain foi seguido por uma derrota por 3 x 2 para o Strasbourg.

Os mandantes já somam 45 gols sofridos, o que os inferioriza na partida de hoje frente aos Rouges et Noirs. Mas se a defesa é uma “mãe”, o ataque não deixa a desejar. São 31 gols marcados em 22 jogos, sendo o 5º melhor ataque da competição, atrás apenas dos 4 primeiros colocados.

Embora não tenha nenhum atacante no pelotão de frente dos artilheiros, seus atacantes, que revezam entre a titularidade e o banco de reservas, marcam seus golzinho como o cabo-verdense. Júlio Tavares (7), o francês Wesley Said (5), o sul-coreano Kwon Chang-hoon (5) e o francês Benjamin Jeannot (4). Os anfitriões estão invictos em seis jogos em casa. Atualmente foram cinco vitórias, desde que perderam para o Rennes na Coupe de la Ligue em outubro. Será que a rivalidade está em alta?

Pelo lado dos visitantes, vêm de duas vitórias seguidas desde a derrota para o Marseille, por 2 x 1, em 13/01. Venceu o Lille, fora de casa, por 1 x 2 e o Angers, em casa, pelo placar mínimo. Veja histórico de confrontos.

27/01 – Sábado

Paris SG x Montpellier – 14h

Sob os rumores da ida de Neymar para Real Madrid na próxima temporada, caso o PSG vença a Liga dos Campeões, o time de Paris enfrenta, em casa, o Montpellier, primeiro time a quebrar a sequência de 8 jogos seguidos de vitórias, sendo 6 delas na Ligue 1. O duelo pode ser considerado um clássico francês, principalmente neste ano, visto que é um “algoz” dos parisienses, onde a “não vitória” é considerada derrota.

É um confronto ataque x defesa. O Paris Saint Germain tem o melhor ataque, disparado, com 68 gols. Enquanto os montpellierenses têm a melhor defesa com apenas 15 gols sofridos. Mais um duelo do trio MCN contra o zagueiro-capitão do Montpellier, Vitorino Hilton.

Além de encara um time “retranqueiro”, o PSG ainda não sabe se poderá contar com o astro camisa 10, Neymar, que ainda sente dores na coxa e passará por avaliação médica antes da partida. Certo é que Daniel Alves é desfalque no time parisiense. O lateral direito da Seleção Brasileira foi expulso no último jogo, frente ao Lyon, na derrota do líder por 2 x 1.

Vale ressaltar que o primeiro jogo entre ambos, o camisa 10 de Paris não jogo e deu empate em 1 x 1, caso jogue, o jogo tem maior chance de resultado positivo ao time mandante, haja vista que com o craque a chance de goleada aumenta muito, sendo 11 no total da temporada: Celtic (5 x 0 e 7 x 1), Toulouse (6 x 2), Bordeuax (6 x 2), Metz (5 x 1), Anderlecht (4 x 0 e 5 x 0) e Rennes (4 x 1 e 6 x 1) e Dijon (7 x 1 e 8 x 0).Veja histórico de confrontos.

Toulouse x Troyes – 17h

O Toulouse, que acaba de demitir o treinador Pascal Dupraz, pois ganhou apenas um dos seus últimos 12 jogos da Ligue 1, em 9 de dezembro, contra o Caen (1-0), recebe o Troyes, que estão em sua melhor temporada, em pontos, desde 2005-06 (25). 4 pontos os separam na tabela, com os visitantes a frente e favoritos, mesmo jogando fora. Veja histórico de confrontos.

Angers x Amiens – 17h

Dois times com aspirações de permanecer na primeira divisão francesa. O Angers, com 22 pontos, é o primeiro fora da zona de queda empatado com o Lille, primeira dentro da zona. Já o rival Amiens está 3 pontos acima, na 13ª posição. Os mandantes perderam apenas 2 de seus últimos 9 jogos em casa contra este específico visitante. No primeiro confronto entre ambos nesta temporada, o Amiens venceu em casa por 2 x 0 e é favorito novamente. Veja histórico de confrontos.

Metz x Nice – 17h

O lanterninha da competição Metz, enfrenta em casa o Nice, time que não derrota desde 17 de dezembro de 2005. Mas os Grenats estão em boa forma no momento com apenas uma derrota em seus últimos seis jogos na Ligue 1, sendo o último para o poderoso Mônaco.

Além do mais, a equipe vem motivada após avançar na Coupe de France, após empatar sem gols com o Tours e os eliminar nos pênaltis (2 x 1). Assou-Ekotto, Bisevac e Matthieu Dossevi (lesionados), são desfalques. Devem voltar ao time grande parte de seus titulares, que descansaram no meio de semana.

Do lado dos visitantes, a lista de ausências é grande. Allan Saint-Maximin, Maxime Le Marchand, Arnaud Souquet, Christophe Jallet, Marlon, Wylan Cyprien e Mickaël Le Bihan não jogam. Ausente contra Saint-Etienne devido a uma dor no quadril, Adrien Tameze faz seu retorno ao timeVeja histórico de confrontos.

Guingamp x Nantes – 17h

Jogando em seus domínios, o Guimgamp pega o surpreendente Nantes. Pedro Rebocho e Thibault Giresse são desfalques certos. Enquanto isso, Nicolas Benezet e Mustapha Diallo retornam ao grupo. Pelo lado dos visitantes, com gripe, o atacante Prejuce Nakoulma é ausência confirmada.

Além dele, Joris Kayembe, Kalifa Coulibaly e Kolbeinn Sigthorsson, em recuperação, junto a Lima suspenso, não jogam também. No entanto, Claudio Ranieri pode confiar sua defesa a Alcibiades, que está de volta após desfalcar o time na derrota na Coupe de France para o Auxerre (3 x 4). Veja histórico de confrontos.

Saint-Étienne x Caen – 17h

O Saint-Etienne recepciona o Caen neste sábado e Ronael Pierre-Gabriel e Vincent Pajot não estarão o grupo, lesionados. A notícia boa fica pela contratação do zagueiro sérvio Neven Subotic, do Borussia Dortmund. Mas o time da casa está em crise. Ganhou apenas um dos últimos 13 jogos da Ligue 1. Os visitantes, por sua vez, saíram vitoriosos de apenas 2 de seus últimos 11 jogos. St Etienne perdeu 4 de seus últimos 6 jogos contra o Caen na Ligue 1 (2 vitórias). Veja histórico de confrontos.

28/01 – Domingo

Lille x Strasbourg – 12h

Quando a temporada se iniciou, o prognóstico dos times era totalmente diferente. Ao Lille, brigar por uma vaga na Liga Europa, quiçá, beliscar uma repescagem de Champions League. Resultado: Zona de rebaixamento e técnico demitido antes da metade da temporada.

Ao Strasbourg, brigar para não ser rebaixado. Resultado: 10º colocado, o que os faz sonhar com vaga na Liga Europa. Destaque para o último jogo entre ambos, na quinta-feira passada (25), pela Coupe de France, na qual o Strasbourg eliminou o Lille com uma vitória por 2 x 1 em casa. No primeiro duelo entre eles nesta temporada, pela Ligue 1, 3 x 0 para os Racings no LOSC. Visitantes favoritos. Veja histórico de confrontos.

Bordeaux x Lyon – 14h

Segundo clássico da 23ª rodada, Bordeaux Lyon estão em rumos diferentes no campeonato. O time da casa na metade debaixo da tabela, após bom início, vai melhorando, venceu 2 das última 3 partidas e vem de vitória fora contra o 5º colocado Nantes. O treinador do Lyon está encantado com os excelentes resultados de sua equipe nesta temporada, principalmente com o ótimo jogo frente ao líder PSG, do qual roubaram pontos.

No duelo de domingo, os visitantes são favoritos, mas o time da casa têm um novo treinador, o que os coloca como incógnita. Os mandantes tem um bom elenco, mas ainda não encontraram um estilo de jogo. É difícil imaginar uma vitória do time da casa por serem mal organizados e dependentes dos lampejos “craquisticos” do brasileiro MalcomVeja histórico de confrontos.

Foto: Soccer Lite

Outras rodadas da Ligue 1: Marseille x Monaco – 18h

Por fim o principal jogo da rodada: Marseille x Monaco. 3º e 4º colocados respectivamente, os times são ótimos e bem organizados, o que deve colocar o jogo no mais alto nível de um clássico francês. Os mandantes com o objetivo reforçar a qualificação da Liga dos Campeões, enquanto o Monaco quer volta a segunda posição e buscar o líder PSG.

Quatro derrotas, 18 gols sofridos. Rudi Garcia tem um recorde negativo contra o Mônaco desde que é treinador do Olympique de Marselha, mas é o momento certo de mudar a estatística. A dinâmica está invertida. O OM é sólido e o Mônaco dá sinais de desorganização, e Garcia aproveita a oportunidade para sufocar essa imagem de treinador que não ganha clássicos, uma reputação que claramente não gosta. Time da casa é favorito, embora tenha sofrido sonora goleada no primeiro turno por 6 x 1, com show de Falcão Garcia. Veja histórico de confrontos.

Photos © Helios Image / Roland Grunchec – Nicolas Copin 2017

CLASSIFICAÇÃO

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1044 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.


 

365 Scores

 

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo