Fortaleza inicia testes de covid-19 nos jogadores em sistema ‘drive-thru’

- A intenção do clube é retomar as atividades de forma segura para todos os envolvidos
Fortaleza

Neste sábado (30), o Fortaleza em parceria com o Laboratório Argos, iniciou testagem de covid-19 dos jogadores, funcionários e comissão técnica com o intuito de retomar os treinamentos presenciais. Para tal, foi montada uma estrutura em área externa do CT Ribamar Bezerra, visando evitar aglomerações e possível contágio. Aliás, outra medida utilizada foi o sistema drive-thru.

De acordo com um dos protocolos de segurança, os atletas e colaboradores do Leão fizeram fila para o atendimento e não precisaram descer do carro para realização da coleta de sangue e nem do RT-PCR (coleta feita através de um cotonete na região nasal). Além disso, todos foram vacinados para H1N1.

As avaliações seguiram todas as normas técnicas de biossegurança, assim sendo tanto os exames quanto os procedimentos foram realizados por uma equipe de profissionais treinados e dotados de EPI´s -equipamentos de proteção individual.

O cronograma seguido para testagem dos atletas, comissão técnica e funcionários foi dividido em quatro etapas, sendo elas:

  1.  Coleta do teste rápido: pequeno furo no dedo para coleta de sangue e identificação de anticorpos para Covid-19;
  2.  Vacinação para H1N1;
  3.  Espera pelo resultado do teste rápido;
  4.  Coleta do RT-PCR para vírus do COVID-19

No período matutino foram avaliados os colaboradores que serão responsáveis pelo retorno das atividades do Tricolor de Pici. Entretanto, no horário vespertino foi a vez dos atletas, comissão e staff farão os exames.

O retorno dos treinamentos presenciais do Fortaleza está previsto para acontecer na próxima terça-feira (02/06). Mas as medidas de segurança do clube não param por aí, em outras palavras, os funcionários terão um protocolo rigoroso a ser cumprido.

Foto Destaque: Divulgação/Fortaleza

Tathiane Marques

Sobre Tathiane Marques

Tathiane Marques já escreveu 142 posts nesse site..

Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.

365 Scores

BetWarrior


Tathiane Marques
Tathiane Marques
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.

Artigos Relacionados

Topo