Flamengo x Cruzeiro – Duelo na Libertadores entre brasileiros mais regulares na temporada

Raposa busca quebrar jejuns de nunca venceu no novo Maracanã e de 9 anos sem vencer o Flamengo no estádio

Um duelo de brasileiros na noite desta quarta-feira (8), pelo mata-mata da Libertadores, coloca frente a frente dois grandes clubes nacionais. Flamengo e Cruzeiro se enfrentam às 21h45 pelas oitavas de final no Maracanã, no jogo de ida. No ano passado as equipes se enfrentaram na final da Copa do Brasil, e a Raposa levou a melhor após dois empates e conquista do título nos pênaltis.

O Confronto é entre duas equipes consideradas as mais regulares do futebol brasileiro na temporada e entre as melhores defesas também. Com 66,7%, o Cruzeiro tem melhor aproveitamento no ano – em 42 partidas e é a segunda equipe com menor média de gols sofridos, 0,64 por partida. O Rubro-Negro é o segundo colocado em aproveitamento, com 65,9% nos 41 jogos deste ano e o primeiro em menor média de gols sofridos, 0,61. Além disso, Cruzeiro e Flamengo são as duas equipes que sofreram menos derrotas no ano (Fla, seis vezes, Cruzeiro, oito), e que mais saíram de campo sem sofrer gols: 58, 54% (Flamengo) e 54,76% (Cruzeiro), ou seja, 24 e 23 partidas sem ser vazado, respectivamente. (Os números foram extraídos do anuário do site Futdados.com).

Para o duelo não há nenhum jogador pendurado, já que os cartões foram zerados. A contagem recomeça até as finais. Então Mano MenezesMauricio Barbieri poderão escalar sem medo as peças que têm disponíveis.

O Flamengo conquistou a Libertadores em 1981, em disputa diante do Cobreloa, do Chile, e vive um jejum de 37 anos sem a conquista. Já o Cruzeiro é bicampeão. Levou em 1976, após vencer o argentino River Plate na decisão, e em 1997, ao bater o Sporting Cristal, do Peru. Portanto, já são 21 anos sem conquistar o principal torneio continental.

O trio é argentino para este confronto brasileiro. Nestor Pitana, que apitou a final da Copa do Mundo de 2018, é o árbitro, com os auxiliares Hernan Maidana e Gustavo Rossi.

Flamengo

No Flamengo, pouca coisa muda em relação aos titulares. Barbieri poupou três peças importantes contra o Grêmio, no final de semana, e vai com força máxima para tentar derrubar a Raposa. Os desfalques são: Paquetá, suspenso, Guerreiro, que ainda está sem acordo de renovação e não treinou durante a semana, e Juan, que teve situação explicada em nota (confira abaixo). Jean Lucas e Uribe devem seguir na equipe titular. Em readaptação ao futebol brasileiro, Vitinho deve começar no banco. Rhodolfo e Berrío ainda estão na fase final de recuperação física e não poderão ajudar o time do Rio.

“O atleta Juan sofreu uma pancada no joelho esquerdo na última partida. Realizou exame ontem (terça-feira), que constatou apenas um edema no local. Iniciou tratamento e fortalecimento”, constou a nota sobre o zagueiro Juan.

O contrato de Guerrero acaba na sexta-feira, e o fim da passagem de três anos pela Gávea está na iminência de acontecer (Reprodução/Alexandre Durão/GloboEsporte.com)

Provável escalação: Diego Alves, Rodinei, Réver, Léo, Renê; Cuéllar, Jean Lucas, Diego; Éverton Ribeiro, Uribe e Marlos. Técnico: Maurício Barbieri.

Cruzeiro

O Cruzeiro chega pro confronto com dúvidas no ataque e mistério de Mano Menezes. Em mais um treinamento fechado, o técnico não revelou quem estará no ataque celeste, Raniel ou Barcos. O segundo sentiu dores na coxa esquerda no jogo contra o Santos, pela Copa do Brasil, mas foi a campo no treinamento desta terça-feira. Raniel entrou bem contra o time paulista e fez o gol da vitória, o que mantém o mistério de quem será titular. O Cruzeiro tem o melhor ataque da competição com 15 gols.

Lucas Romero é o único suspenso, e também desfalca a equipe. Fred e Sassá continuam no Departamento Médico. O Cruzeiro tem ainda que vencer o jejum no novo Maracanã, onde ainda não venceu após a reforma para a Copa de 2014 (confira no ‘jejum’).

Mano Menezes mantém dúvida no ataque, durante treinamento (Divulgação/Bruno Haddad/Cruzeiro)
Provável escalação: Fábio, Edilson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Robinho, Thiago Neves e Arrascaeta; Barcos. Técnico: Mano Menezes.

Retrospecto

Pela Libertadores as equipes nunca se enfrentaram. No último duelo em mata-matas, melhor para o Cruzeiro que venceu o Flamengo nos pênaltis, após dois empates (1 x 1 no Maracanã e 0 x 0 no Mineirão), e levantou a taça da Copa do Brasil de 2017.

Nos outros jogos entre os brasileiros em 2017, pelo Brasileirão, o Flamengo venceu por 2 x 0 em casa, e houve um empate no Mineirão por 1 x 1.

Jejum

O Cruzeiro nunca venceu no novo Maracanã. Foram 11 jogos após a reinauguração, contra equipes cariocas, com sete derrotas e quatro empates. O time cruzeirense marcou sete gols e sofreu um. A última vitória do Cruzeiro sobre o Flamengo no Maracanã aconteceu pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2009, por 2 x 1, ou seja, são nove anos de jejum contra o rubro-negro no estádio.

Avatar

Sobre Iago Almeida

Iago Almeida já escreveu 202 posts nesse site..

Iago de Almeida Silva, mineiro, nascido em Seritinga, interior de Minas Gerais, e residente em Varginha, também em Minas, 25 anos. Cursando o 7° período de jornalismo no Centro Universitário do Sul de Minas - UNIS. "Desde criança sou vidrado pela área da comunicação. Estou me apaixonando a cada dia mais pelo Jornalismo Esportivo. Uma frase que me motiva: "O futuro não se encaixa nos contentores do passado" - Rishad Tobaccowala".

BetWarrior


Avatar
Iago Almeida
Iago de Almeida Silva, mineiro, nascido em Seritinga, interior de Minas Gerais, e residente em Varginha, também em Minas, 25 anos. Cursando o 7° período de jornalismo no Centro Universitário do Sul de Minas - UNIS. "Desde criança sou vidrado pela área da comunicação. Estou me apaixonando a cada dia mais pelo Jornalismo Esportivo. Uma frase que me motiva: "O futuro não se encaixa nos contentores do passado" - Rishad Tobaccowala".

Artigos Relacionados

Topo