Flamengo vence Fluminense em jogo alucinante pela semifinal da Taça Guanabara

O atual campeão da Libertadores venceu por 3 x 2 e se classificou para a final, mas contou com gol de empate anulado pela arbitragem
Taça Guanabara

O primeiro confronto da semifinal da Taça Guanabara aconteceu na noite de quarta-feira (12) e contou com um dos maiores clássicos do Rio de Janeiro: o FlaFlu. O jogo, que valia também a classificação para a final da primeira fase do Campeonato Carioca, comportou-se da maneira esperada para um jogo de tal magnitude, sendo muito equilibrada e intensa. O placar final foi de 3 x 2 para o Flamengo.

1º TEMPO

A primeira etapa começou pegando fogo, com a primeira chance criada já no primeiro minuto. A bola foi levada por Filipe Luís até a área, onde o jogador chutou ao gol e conseguiu o escanteio. O corner foi cobrado curto por Arrascaeta, que tabelou com o lateral esquerdo e cruzou na cabeça de Bruno Henrique, que abriu o placar aos 3′. Em seguida, aos 6′, a defesa do Fluminense deixou a bola escapar para os pés de Gabigol, que conduziu até a área, onde conseguiu encaixar a bola na rede. Os primeiros minutos mostraram como seria o comportamento do Flamengo durante o restante da primeira parte do jogo, ou seja, a pressão alta e ritmo de jogo alucinante proposto pelo Rubro-negro. Aos 20′, no entanto, foi a vez do Fluminense aproveitar as falhas do adversário.

O Mengão foi a campo com o time titular, com exceção de Rodrigo Caio, que está machucado e de Pablo Marí, que foi vendido ao Arsenal. Com a zaga reserva, o clube da Gávea estava com a defesa confusa e desajustada. Portanto o contra-ataque se fez a arma principal do mandante. Sendo assim, a primeira chance do Fluzão saiu do meio da linha de zaga Flamenguista, conseguindo o primeiro chute a partir de Wellington Silva. Já aos 32′, Gabigol enfiou uma bola espetacular para Arrascaeta, que chutou e deu rebote para Filipe Luís, que chutou travado. O lateral foi o melhor jogador do Flamengo no jogo, criando chances e se infiltrando nos espaços com maestria. Além disso, ele se mostrou em ótima condição física. Aos 42′, o lateral esquerdo deu também um passe para o camisa 9, que chutou para a difícil defesa de Muriel.

2° TEMPO

Da mesma forma que os primeiros 45′, o Flamengo abriu a etapa marcando um gol. O gol saiu aos 5′, após bela jogada de Bruno Henrique e Gabigol, que fez um passe de letra para Filipe Luís, que estufou as redes pela primeira vez desde sua chegada ao Rubro-negro. O confronto parecia decidido, quando o rendimento do Flamengo caiu e, assim, o Fluminense conseguiu se impor. Com essa pressão, a defesa do atual campeão da Libertadores se abriu, deixando a entrada da área aberta. Dessa maneira, o Tricolor marcou seu primeiro gol aos 16′, com gol de Luccas Claro. O ponto saiu após uma cobrança de falta que gerou um bate-rebate perto do gol, sobrando no alto para o zagueiro. O Flamengo até tentou sair com a bola, mas não tinha forças para seguir fazendo pressão.

Jorge Jesus tentou trocar o Gerson pelo Diego, mas o camisa dez não entrou bem no jogo. Assim, se tornou questão de tempo até que o Fluminense marcasse o segundo gol. A bola foi jogada no meio da área por Fernando Pacheco, que entrou na segunda fase do jogo e incendiou a partida e sobrou para Evanilson, que chicoteou para o fundo da rede. Nos minutos finais, o Flamengo não conseguiu mais sair da defesa e viu o Fluminense crescer cada vez mais perigosamente. Aos 38′, o time da casa conseguiu o gol de empate com Pacheco, mas a jogada foi corretamente anulada pelo bandeira. Em seguida, foi a vez de outra jogada ser cancelada pela arbitragem, também corretamente. Fernando Pacheco conseguiu uma bola enfiada, levou-a até a grande área e sofreu o pênalti. O VAR, no entanto, entrou em ação e detectou um impedimento no início da jogada, o que impossibilitou o acontecimento da penalidade máxima.

E AGORA?

O Flamengo avançou à final da Taça Guanabara e enfrentará o vencedor de Boavista x Volta Redonda, partida que acontecerá neste domingo (16), às 16h, no Estádio Elcyr Resende. A próxima partida do Mengão será no domingo (16), às 11h, contra o Athletico Paranaense, pela Supercopa do Brasil, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Em entrevista exclusiva para o Futebol Na Veia, Willian Arão comentou sobre o  duelo contra o Furacão. Por fim, o Fluminense volta aos gramados na terça-feira (18), contra o Unión La Calera, pela Sulamericana, às 19h45 (todos em horário de Brasília). A final da Taça Guanabara será dia 23, no Maracanã.

MELHORES MOMENTOS

Foto em destaque: Reproduçã0/Alexandre Vidal/Flamengo

Carlos Eduardo Maciel

Sobre Carlos Eduardo Maciel

Carlos Eduardo Maciel já escreveu 2 posts nesse site..

Cadu Maciel, 16 anos. Cursando o 3º ano do Ensino Médio, fez o Curso de Jornalismo Esportivo com Alexandre Praetzel. Aos 15 anos, se apaixonou pela mobilização social que os esportes têm, e decidiu que o esporte seria a sua carreira. Viu no Jornalismo Esportivo um caminho para viver no meio em que mais se encaixa: o esporte. Apaixonado pelos cantos das torcidas, pretende ser repórter e estar bem perto da massa.

BetWarrior

Carlos Eduardo Maciel
Carlos Eduardo Maciel
Cadu Maciel, 16 anos. Cursando o 3º ano do Ensino Médio, fez o Curso de Jornalismo Esportivo com Alexandre Praetzel. Aos 15 anos, se apaixonou pela mobilização social que os esportes têm, e decidiu que o esporte seria a sua carreira. Viu no Jornalismo Esportivo um caminho para viver no meio em que mais se encaixa: o esporte. Apaixonado pelos cantos das torcidas, pretende ser repórter e estar bem perto da massa.

Artigos Relacionados

Topo