Flamengo quebra Ponte na Ilha do Urubu

O Flamengo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro após 4 jogos. A vitória foi em cima da Ponte Preta, em casa, na estreia de seu novo estádio, a Ilha do Urubu. O estádio não é exatamente novo. A diretoria do Fla pagou cerca de 15 milhões de reais a Portuguesa-RJ para utilizar o estádio no período de 3 anos, com direito a reformas e renomeação, feita junto aos torcedores flamenguistas no twitter, que denominaram-no de Ilha do Urubu, e parece que deu “sorte” para voltar a vencer.

O zagueiro Réver foi o responsável por abrir o placar para os cariocas. Diego cobrou escanteio e o zagueirão inaugurou o placar aos 47′ da 1ª etapa. O segundo gol foi marcado por Leandro Damião, substituto ideal de Guerrero, que mesmo desperdiçando algumas chances durante o jogo, conseguiu colocar a bola na rede aos 14′ da 2ª etapa após receber de Vinícius Júnior, promessa que vem ganhando espaço no time principal e sempre é ovacionado pela torcida.

A joia flamenguista inclusive deu um chapéu para empolgar seus aficionados. O garoto que mal estreou no principal e já foi vendido para o Real Madrid, começa a se soltar e daqui umas 3 rodada já deve começar a pontuar alto no cartola. Fiquem de olho nesse moleque, bom de bola e está se soltando.

A partida do Flamengo não foi das melhores, mas é importante fazer aquele discurso de jogador pós-jogo: “O time ficou devendo um pouco, mas o importante ‘é’ os 3 pontos”.

Quanto a Ponte Preta… Não pareceu o time que foi pra cima da Chapecoense​no último jogo e chegou a abrir 3 x 0. Mas pudera, jogando desta vez fora de casa, o ideal é mesmo fechar a casinha e jogar no contra ataque e foi o que fizeram. Conseguiram se segurar na primeira etapa até os acréscimos. Já no segundo tempo, jogando atrás do placar, teve que se expor e ir pra cima, tomando o ultimato de Damião. Após isso o time desanimou e só não tomou mais porque o centroavante dos cariocas… Perde gol demais.

FICHA TÉCNICA

Flamengo 
Thiago; Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Renê; Márcio Araújo, Cuéllar e Diego (Conca); Vinicius Junior (Pará), Everton e Leandro Damião (Vizeu). Téc: Zé Ricardo.
Ponte Preta 
Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Kadu e João Lucas; Naldo, Elton, Léo Artur (Jadson) e Renato Cajá (Claudinho); Negueba (Lins) e Lucca. Téc: Gilson Kleina.
Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 953 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.

1X Bet
Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo