Flamengo é alvo de críticas por postura em meio a pandemia

- O clube é a favor da retomada do futebol, mesmo com o avanço da crise da Covid-19 no país
Flamengo

Contrariando a crise de Coronavírus que assola o Brasil este ano, o Flamengo decidiu flexibilizar as medidas de isolamento social e retomar os trabalhos no Clube. Contudo, a equipe não esperou a liberação do governo e da prefeitura do Rio de Janeiro, por isso foi alvo de críticas. A situação aconteceu, na última quarta-feira (20), um dia após o presidente Rodolfo Landim e o médico Marcio Tanura do rubro-negro, se encontrarem com o presidente da república Jair Bolsonaro. A pauta da reunião era uma possível mudança das equipes para Brasília. Já que no estado, poderiam treinar no estádio Mané Garrincha durante a pandemia.

Pela conduta inapropriada, o clube foi multado e notificado. Mas, ainda assim os dirigentes do clube compareceram a sede da vigilância sanitária nesta sexta-feira (22). Em nota, o órgão falou que o time esclareceu o episódio de barrarem a entrada de agentes fiscais no CT, na quinta-feira (21). Além disso,  se comprometeram a atender as normas de segurança contra a doença.

Além da quebra da quarentena, o Fla que defende a volta do futebol no Brasil, tirou de suas redes sociais a campanha do “fica em casa”. A casinha que ficava ao lado do nome do clube, foi removida. Apesar disso, o clube continua com posts de incentivos para que torcedores se exercitem em casa e a favor da distribuição de máscaras.

Diretoria do Flamengo é alvo de críticas

Diante dos últimos acontecimentos, o goleiro Felipe, que já defendeu o rubro-negro e hoje joga pelo Botafogo-PB, se pronunciou. O atleta criticou a atitude do clube e disse que esperava mais sensibilidade por parte dos dirigentes, que já perderam um funcionário para a doença.

“Os grandes clubes estão sentindo o impacto financeiro. São vidas sendo perdidas. Não quero desejar o mal de ninguém, Deus que livre, mas imagina um atleta de nível internacional treina e vem a óbito? Imagina a repercussão negativa? Esse tema vem à tona toda vez. Acho que falta humanidade na diretoria do Flamengo”, disse.

Toda essa situação gerou revolta em grande parte da torcida, que se posicionou contra a retomada dos trabalhos em meio a pandemia. A situação, se agravou com protesto mais duros, e na manhã da última quinta-feira (21), os muros da Gávea amanheceram pichados. Frases como “Landim e Bap fascistas” e “Clube do povo” foram escritas nas paredes do clube.

A quarentena no Rio de Janeiro

No Brasil, a pandemia parece estar longe de ser controlada. O país tem 342.410 casos confirmados da doença, e 21.934 mortes. Só o estado do Rio de Janeiro, que é o terceiro com mais infectados, o número de pessoas acometidas pelo vírus chega a 33.589, com 3.657 óbitos. Na próxima segunda-feira (25), acaba o período de quarentena decretado pelo prefeito Marcelo Crivella. Assim, mesmo diante do avanço da doença, pode ser que Crivella libere os treinos paras equipes de futebol, mas nada está certo ainda. E mesmo que os clubes tenham o sinal verde da prefeitura, medidas de segurança deverão ser tomadas.

Foto: Reprodução/O Globo

Avatar

Sobre Ana Paula Contado

Ana Paula Contado já escreveu 87 posts nesse site..

Meu nome é Ana Paula, tenho 20 anos, sou estudante de jornalismo e apaixonada por esporte, especialmente pelo futebol. Fascinada pela magia dos clássicos e leal a resenha, busco levar em meus textos a emoção de uma torcedora raiz.

0 0 vote
Article Rating
365 Scores

BetWarrior


Avatar
Ana Paula Contado
Meu nome é Ana Paula, tenho 20 anos, sou estudante de jornalismo e apaixonada por esporte, especialmente pelo futebol. Fascinada pela magia dos clássicos e leal a resenha, busco levar em meus textos a emoção de uma torcedora raiz.

Artigos Relacionados

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x