Famalicão: vaga na Liga Europa é sinônimo de título?

No G4 desde o início da Liga NOS, clube é a surpresa dessa temporada em Portugal
Famalicão

Não há dúvidas! O Famalicão é o time sensação e grande atração da temporada 2019-2020 do Campeonato Português. Assim, o modesto clube de Vila Nova de Famalicão vem colecionando vitórias na elite do futebol de Portugal. Desde o começo da Liga NOS, ocupa uma das quatro vagas para copas internacionais e já liderou por algumas rodadas. No último domingo (27), perdeu a liderança para o Porto ao conhecer a primeira derrota na competição, por 3 x 0. No entanto, já na rodada seguinte, a equipe se reabilitou ao bater o Gil Vicente por 2 x 1. Dessa forma, até onde os Famalicenses podem chegar?

O Vila Nova, como também é chamado, não possui grandes participações na primeira divisão do Campeonato Português. Até recentemente, disputava as divisões distritais da competição nacional. No melhor efeito Chapecoense, a partir da temporada 2010-2011, quando jogou a 3ª divisão, o clube vem escrevendo uma bonita história de superação. Foi assim no acesso à Zona Norte, no título da Série B em 2014-2015 e no vice-campeonato da Liga Pro na última temporada. Dessa forma, a volta a elite em 2018-2019, reafirmou um novo tempo na história da equipe, fazendo sonhar com capítulos gloriosos.

CAMPANHA NA LIGA NOS

Capítulos estes que já começaram a serem escritos na atual temporada. Apesar da eliminação na Allianz Cup, o Famalicão segue vivo na Taça de Portugal. No domingo (24), enfrenta o Acadêmica pela 4ª Eliminatória, às 12h (horário de Brasília), em Vila Nova. Já pela Liga NOS, em nove jogos, a equipe acumula sete vitórias, um empate e apenas uma derrota, campanha que lhe coloca na 3ª posição com 22 pontos. Pelo formato de disputa, apenas os quatro primeiros garantem vaga em competições europeias, algo que seria um feito inédito para o recém-promovido da Liga Pro.

Historicamente, Porto, Benfica e Sporting se revezam há anos entre os três primeiros colocados da Liga NOS. Além disso, os Dragões e as Águias alternaram os títulos nas últimas duas décadas. Fatos que tornam a campanha, mesmo que momentânea, uma façanha para um clube sem muitos recursos. Diante de tal desempenho dos Três Grandes, acreditar em uma classificação para a Champions League é algo quase impossível, apenas se ativar o modo Leicester. Mas, por que não sonhar com uma vaga na Europa League?

O SONHO FAMALICÃO

Com 22 pontos, o clube está a sete do Vitória de Guimarães, 5º colocado, com aproveitamento de 81,4%. Enquanto que o primeiro fora do G4 reúne pouco mais de 50% de rendimento. Já foram realizadas mais de 1/4 da competição e a manter esse saldo positivo, não será surpresa a classificação. Além disso, nos confrontos diretos contra os Três Grandes, bateu o Sporting, em Alvalade, e perdeu para o Porto, no Estádio dos Dragões, algo normal. Já o desempenho contra os rivais diretos pela vaga na Europa League é o melhor possível, com seis vitórias e um empate.

Apesar de se imaginar que a primeira derrota poderia dar um choque de realidade ao clube de Vila Nova, conseguiram se reabilitar logo em seguida à pancada de 3 x 0. O próximo teste de fogo é contra o Benfica, no domingo (15/12), às 13h (horário de Brasília), até lá a equipe espera se firmar cada vez mais no G4 internacional. Dessa forma, para um time cuja melhor campanha na elite foi a manutenção na divisão, chegar a uma copa europeia é o título a se alcançar na temporada 2019-2020.

Foto Destaque: Reprodução / Patrícia de Melo Moreira / Tribuna Expresso

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 190 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."


 

Rivalo Apostas Esportivas
Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados

Topo