Esse texto é dirigido a todos os machos escrotos que acham que mulher não tem espaço no futebol

Na última terça-feira, 18, após o jogo do Internacional contra o Luverdense, o técnico Guto Ferreira fez um dos comentários mais escrotos que eu já vi no futebol brasileiro. “Desculpe, eu não vou fazer essa pergunta para você porque você é mulher e de repente não jogou…”. O técnico fez este comentário a repórter Renata de Medeiros, a única repórter mulher do Futebol da Gaúcha. 

Eu perdi a conta de quantas vezes eu fui ao estádio ou estava jogando bola e alguns machos escrotos ficavam me chamando de sapatão, maria macho, maria homem. Eu digo isso porque na minha própria rua tinha “meninos” que na época se diziam meus amigos e me chamavam dos mesmos nomes escrotos. Nenhum deles jamais soube a dor que eu carregava junto comigo quando era chamada de tais nomes. Pensei inúmeras vezes em parar de jogar bola por causa desses xingamentos.

Nunca fui tão apaixonada por um esporte igual sou pelo futebol. Sempre foi muito difícil conviver no meio de homens que me xingavam por causa deste sentimento. Não é somente comigo que isto acontece, são com jornalistas mulheres que atuam na área esportiva, com as jogadoras profissionais, e até mesmo com torcedoras que frequentam os estádios.

Depois de um tempo percebi que a única forma de lutar contra isso era mostrar para estes machistas que o lugar de mulher é aonde ela quiser. Sempre consegui jogar futebol no mesmo nível de homens, nunca me importei em levar empurrões, entradas fortes, tudo isso eu combatia dentro de campo. Sei o quanto é difícil ser mulher no jornalismo esportivo, por isso luto todos os dias para ter o meu lugar no mundo esportivo,

Vocês homens que se intitulam donos do futebol, saibam de um coisa: Lugar de mulher é aonde ela quiser. As mulheres merecem o mesmo respeito que vocês têm. Gostem ou não, as mulheres irão continuar fazendo parte do mundo da bola. Estamos aqui não somente para viver este amor, mas para mostrar que homem nenhum irá falar aonde é o nosso lugar.

Ariane Delgado

Sobre Ariane Delgado

Ariane Delgado já escreveu 19 posts nesse site..

Ariane Delgado, Paulista, estudante de Jornalismo e torcedora doente do Sport Club Corinthians Paulista. Apaixonou-se pelo futebol quando viu uns meninos jogando na frente de casa por volta dos seus 5 anos, desde então é jogadora de futebol nas horas vagas e frequentadora dos estádios da vida. Sabe que a mesa de um bar é o local ideal para se discutir uma partida de futebol, e leva pra vida que futebol sempre irá fazer seu coração disparar.

BetWarrior


Ariane Delgado
Ariane Delgado
Ariane Delgado, Paulista, estudante de Jornalismo e torcedora doente do Sport Club Corinthians Paulista. Apaixonou-se pelo futebol quando viu uns meninos jogando na frente de casa por volta dos seus 5 anos, desde então é jogadora de futebol nas horas vagas e frequentadora dos estádios da vida. Sabe que a mesa de um bar é o local ideal para se discutir uma partida de futebol, e leva pra vida que futebol sempre irá fazer seu coração disparar.

Artigos Relacionados

Topo