Eran Zahavi: o israelense que está fazendo história no futebol chinês

Atacante acaba de bater importante marca e caminha para se firmar como um dos ícones históricos da Superliga

Gols, gols e mais gols. Eran Zahavi é sinônimo de bola na rede tanto em sua terra natal como na China. E por falar no país mais populoso do mundo, o atacante vem fazendo história na terra da Grande Muralha e acaba de bater um grande recorde da Superliga Chinesa. Em suma, Zahavi é agora o jogador que mais marcou gols em uma única edição de Chinesão! O detentor anterior da marca era ninguém mais, ninguém menos que Elkeson, intitulado por muitos como o Rei da China. Ou seja, o israelense é alguém que bate de frente com um grande ícone da CSL, mas isso é apenas uma parte dos feitos do Matador de Cantão.

A trajetória de Zahavi

Começo em Israel

Nascido em 25 de julho de 1987, em Rishon LeZion, Zahavi chegou a defender o Ironi Rishon LeZion, time de sua cidade, porém, foi no Hapoel Tel Aviv que sua caminhada começou de vez no mundo da bola. Integrado ao elenco principal do Hapoel em 2006, foi emprestado em 2007 ao Ironi Ramat HaSharon para ganhar experiência na Liga Juvenil e voltou depois de uma temporada. Sua permanência nos Red Demons durou até 2011 e, ao todo, em 109 partidas, o jogador marcou 26 gols, venceu duas Copas do Estado de Israel e um Campeonato Israelense.

Bate e volta na Itália

Depois de fazer duas boas temporadas e conquistar títulos, a cria do Hapoel chamou a atenção de clubes da Bélgica. Contudo, o Parma, da Itália, entrou na briga e venceu a disputa pelo israelense, que, portanto, rumou para o País da Bota pelo valor de 1,68 milhão de euros. Mas a vida de Zahavi em território italiano não foi nada fácil. O jogador conviveu com várias lesões e não conseguiu uma sequência, logo, entre 2011 e 2013, atuou apenas em 26 oportunidades e marcou só duas vezes.

O regresso e a redenção

Durante a passagem pelo Palermo, mais precisamente durante a janela de transferências de inverno, em dezembro 2012, o atleta demonstrou interesse em regressas ao país onde nasceu. O Maccabi Tel Aviv surgiu como principal interessado, mas, graças a uma cláusula de preferência de compra junto ao clube formador, as negociações só avançaram realmente em janeiro de 2013. Assim, no dia 21 daquele mês, o Maccabi anunciava a contratação de Eran Zahavi, que voltara a Israel por 250 mil euros.

A partir daí a carreira do jogador começou a decolar. Ao longo de três temporadas e meia com Os Amarelos, Zahavi foi tricampeão do Campeonato Isralense, uma vez vencedor da Toto Cup e conquistou sua terceira Copa do Estado de Israel. Ainda mais, o camisa 7 se tornou capitão da equipe, foi três vezes artilheiro e duas vezes MVP do Israelense, além de ter batido o recorde de maior artilheiro de uma única edição do campeonato nacional, que durava 61 anos. Ao fim de sua passagem pelo time, seus números foram de 117 gols em 153 jogos.

China: eu vim para ser lembrado

Em junho de 2016, em meio a temporada no Oriente, o Guangzhou R&F pagou cerca de 7 milhões de euros para contar o atacante. Portanto, Zahavi se tornou o segundo israelense a atuar no futebol chinês, depois de Liron Zarko. Sua estreia ocorreu no dia dois de julho, em partida contra o Shijiazhuang Ever Bright. O matador veio do banco e marcou o gol de empate na ocasião. Desde então, Eran Zahavi não parou de marcar. Hat-tricks, poker, de cabeça, pé direito, pé esquerdo. Repertório mais diversificado impossível. Sendo assim, a torcida começou a chamá-lo de Rei do Yuexiushan, como uma espécie de ”dono” do estádio da equipe, o Estádio Yuexiushan.

Na temporada 2017, a atilharia da Superliga Chinesa veio, porém, o avançado ficou a um tento de igualar a marca do brasileiro (agora chinês) Elkeson. O ex-Vitória e Botafogo marcou 28 gols em 2014 e detinha o título de maior artilheiro de uma edição de CSL. Mas é claro que Zahavi não deixaria assim. Neste ano de 2019, com uma grande média, superior a uma bola na rede por partida, o israelense conseguiu bater o recorde do jogador do Guangzhou Evergrande e pode atingir outro número avassalador.

No último dia 1/11, diante do Beijing Renhe, na capital chinesa, o atacante marcou na goleada por 4 x 1 a chegou a 29 gols em 25 jogos na atual edição do Chinesão. Assim, Zahavi entrou para a história e se tornou o maior goleador de uma única Superliga. Aliás, o feito pode ganhar ainda mais importância. Isso se deve pelo fato de que, ainda com três rodadas a serem disputadas, o goleador pode chagar na casa das 30 bolas na rede. Se tornando, então, o primeiro atleta a ”trintar” na competição.

Qual o tamanho do israelense em território chinês?

Inegavelmente, mesmo sem ainda ter conquistado títulos pelo R&F, o Pistoleiro de Cantão fica ao lado de outros ícones na primeira prateleira do futebol chinês. Além de encaminhar sua segunda artilharia no nacional e talvez um segundo MVP, seus números totais são de 87 gols em 96 jogos na CSL. O que o deixa entre os maiores artilheiros da história do Chinês, atrás apenas de Elkeson e Wu Lei. O que estamos vendo é a construção de um incrível capítulo do desenvolvimento da liga circundada pela Muralha. Se lembrem do nome: Eran Zahavi, pois o mesmo é, sem dúvidas, um dos maiores expoentes da Superliga Chinesa.

Foto destaque:Reprodução/VCG/Getty Images

Avatar

Sobre Leonardo Abrahão

Leonardo Abrahão já escreveu 376 posts nesse site..

Meu nome é Leonardo, tenho 19 anos, paulista e estudante de jornalismo. Futebol no sangue desde pequeno e para sempre. Sonho em trabalhar com esse esporte por toda a vida e acompanhar de perto as grandes competições.

BetWarrior


Avatar
Leonardo Abrahão
Meu nome é Leonardo, tenho 19 anos, paulista e estudante de jornalismo. Futebol no sangue desde pequeno e para sempre. Sonho em trabalhar com esse esporte por toda a vida e acompanhar de perto as grandes competições.

Artigos Relacionados

Topo