Emelec x Huracán – Em busca da primeira vitória na Libertadores 2019

- Equatorianos empataram com o Deportivo Lara na estreia, enquanto os argentinos perderam para o Cruzeiro

Nesta quinta-feira (13), às 23h (horário de Brasília), acontece o duelo entre os equatorianos do Emelec, contra os argentinos do Huracán, válido pela 2ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América 2019. As equipes não venceram na estreia da maior competição de clubes da América Latina e buscam o primeiro triunfo.

Emelec

Os donos da casa vêm de campanha mediana no Campeonato Equatoriano que começara há pouco. Foram cinco jogos desde então, com duas vitórias, o mesmo tanto de derrotas e um empate. Quatro gols marcados e três sofridos, ou seja, quando perde, é de pouco (1 x 0 e 2 x 1, no caso). Na Libertadores estrearam com empate sem gols com o Deportivo Lara, da Venezuela.

E tiveram pouco descanso nos últimos cinco dias. Na partida seguinte, diante do Dolphin, no dia 10, em Manta, a equipe de Mariano Soso voltou a treinar já na segunda (11), ainda não consolidou seu jogo e treinador Soso reconhece os erros que eles fizeram até agora: “O compromisso é melhorar o desempenho que ainda não é o que imaginamos para a equipe”.

Para enfrentar os argentinos, os Elétricos recuperam Billy ArceBrayan Angulo e Esteban Dreer, jogadores a quem Soso deu descanso após seguidas partidas. Além disso, poderão conta com Juan Carlos Paredes, que já cumpriu seu jogo de suspensão. No momento, o Emelec divide o 2º lugar do Grupo B, junto com o Deportivo Lara, ambos com um ponto. O Huracán, por outro lado, está na última posição, depois de sua derrota na estreia, como local, contra o Cruzeiro.

Provável escalação: Dreer; Caicedo, Vega, Jaime e Johnson; Godoy, Arroyo, Billy, Cabezas e Cortéz; Angulo. Técnico: Mariano Soso.

Huracán

Vindo de derrota na estreia para o Cruzeiro na estreia da Libertadores, os argentinos agora miram mudanças. O técnico do Huracán, Antonio Mohamed, disse que deve dar um golpe de Estado no Emelec na quinta-feira pela Copa Libertadores. Isso é para mudar a chave, uma vez que também perderam no Campeonato Argentino, um doloroso revés em casa contra o San Martin de Tucumán.

Para esse encontro, Antonio Mohamed, que busca endireitar o percurso de futebol de sua equipe, terá uma baixa. O atacante Juan Garro, que sofreu uma lesão no tendão do bíceps direito e terá três semanas de recuperação. Em troca, pelo menos, o treinador confirmou que o zagueiro paraguaio Saul Salcedo, um dos jogadores que tiveram desconforto, inicialmente vai viajar para o Equador, mas permanece uma dúvida se poderá ou não jogar. O relatório médico oficial, divulgado hoje, também relatou que Norberto Briasco sofreu uma sobrecarga no adutor direito e que Lucas Merolla sofreu uma contratura na lombar.

“Fomos golpeados, mas amanhã levantaremos e colocaremos tudo para reverter isso. Esperamos fazer uma boa fase de grupos e na quinta-feira (contra o Emelec, no Capwell) é o dia para dar um golpe de autoridade e demonstrar que estamos vivos, é tudo o que necessitamos”, disse Mohamed à TyC Sports. “Não sou idiota, não faço coisas que podem fazer mal ao clube, quando eu desistir será quando não tiver mais força, e hoje tenho muita força”, acrescentou o técnico argentino.

Provável escalação: Pellegrino; Araújo, Salcedo, Merolla e Pérez; Garro, Sills, Toranzo e Mendoza; Cordero e Chávez. Técnico: Antonio Mohamed.

Retrospecto

Este será o primeiro duelo entre as equipes na história.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1196 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.

365 Scores

BetWarrior


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo