Em Itaquera, Corinthians e Flamengo empatam

Confronto entre cariocas e paulistas teve gol validado por VAR
Corinthians Flamengo

Na tarde deste domingo (21), o Corinthians recebeu a embalada equipe do Flamengo em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto terminou empatado pelo placar de 1 x 1, graças ao uso do VAR, que validou o gol da equipe flamenguista.  Por fim, a partida teve lances que empolgaram o torcedor apenas na etapa final e também marcado pelo uso do cartão vermelho.

1º TEMPO

Mesmo jogando fora de casa, a equipe do Flamengo começou dominando as ações do confronto. Sendo assim, o primeiro lance de perigo do jogo veio da equipe carioca.  No primeiro minuto, Diego recebeu pela esquerda, cortou para dentro e soltou a bomba, para defesa de Cássio. Na sequência, aos 10 foi a vez do time corintiano arriscar, Fagner recebeu pela direita, o lateral cortou e arriscou de perna esquerda. Entretanto,  o chute foi para tranquila defesa de Diego Alves. 

Aos 24 minutos, após cobrança de escanteio aberta na área flamenguista. Pedrinho apareceu livre de trás e cabeceou firme para o chão, a bola foi com perigo para o gol, no entanto Diego Alves espalmou para fora. Melhor ofensivamente a equipe flamenguista buscava o primeiro gol com as bolas nos pés, entretanto era barrado pelo sistema defensivo corintiano. Por outro lado, o Corinthians permaneceu com seu estilo defensivo de jogar, tendo as melhores chances em cobranças de escanteio, com as chegadas de Gil e Manoel. Sendo assim, o confronto foi para os vestiários sem gols.

2º TEMPO

Na etapa complementar de jogo, os primeiros 10 minutos foram de poucas chances de gols criadas por ambos os times. Com isso, aos 12 minutos, Vagner Love recebeu livre, invadiu a área e foi derrubado por Berrío. Penalidade marcada para o Corinthians, que Clayson foi o responsável pela cobrança. O ponta cobrou firme, deslocando Diego Alves, bola de um lado e goleiro do outro.

Após o primeiro gol, o jogo caiu um pouco de rendimento, com o Corinthians se fechando mais na defesa. O Flamengo permanecia tentando chegar ao gol de empate. Sendo assim, a partida já caminhava para o final, quando aos 39 minutos veio o lance que mudaria o jogo. Renê levantou na área e escanteio pela esquerda, William Arão cabeceou. No entanto Cássio fez linda defesa, Gabriel apareceu livre e escorou para o gol.

Á principio o gol foi anulado pelo bandeirinha, alegando impedimento do camisa 9 flamenguista. O confronto ficou parado por cerca de cinco minutos. Foi quando após revisão do VAR, o gol foi validado e o confronto terminou empatado. Já nos acréscimos, Berrío levou o segundo amarelo e foi expulso de campo. Por fim, o confronto terminou empatado em 1 x 1.

E AGORA?

Com o empate, o Corinthians caiu uma posição na tabela, e agora ocupa a 9ª posição com 15 pontos. Por outro lado, o Flamengo lamentou muito o resultado, pois era a chance de se aproximar dos líderes. Sendo assim, permanece na 3ª posição com 21 pontos, cinco a menos que Palmeiras e Santos. Na 12ª rodada a equipe paulista viaja até o Nordeste, onde enfrenta o Fortaleza, no domingo 28, às 19h  (horário de Brasília). Já a equipe carioca faz o clássico diante do Botafogo, no mesmo dia, porém mais cedo, às 16h, no Maracanã. Entretanto, o Rubro-negro tem partida pela Libertadores, na quarta-feira, diante do Emelec do Equador, às 21h30 (horário de Brasília), pelas oitavas de finais.

MELHORES MOMENTOS

Raphael Almeida

Sobre Raphael Almeida

Raphael Almeida já escreveu 368 posts nesse site..

Raphael Almeida, jornalista 30 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!


Que tal assistir a final da Libertadores no Chile? Cadastre-se e concorra:

Rexona


Forza Football

 

Raphael Almeida
Raphael Almeida
Raphael Almeida, jornalista 30 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!

Artigos Relacionados

Topo