Em clássico encharcado, Santos vence e crava caça ao líder

Debaixo de chuva no Allianz Parque, Palmeiras e Santos fizeram mais um jogo equilibrado entre ambos. Com o gramado encharcado os noventa minutos foram divididos em meio à meio: o primeiro tempo com domínio alvinegro e o segundo com superioridade alviverde. Porém, no momento em que os mandantes eram melhores na segunda etapa, o Santos marcou, com Ricardo Oliveira, e cravou o Peixe na perseguição ao Corinthians.

1º TEMPO

A partida começou e a primeira parte foi do Santos. Não foram criadas muitas oportunidades de gol. A mais clara foi uma finalização de Ricardo Oliveira, que foi defendida por Fernando Prass, nos acréscimos. Chuva forte! Foi esse o grande motivo que não deixou o jogo correr no Allianz. Sem muita eficácia, a drenagem do gramado deixou poças d’água nas laterais, principalmente do lado dos bancos de reservas, o que dificultava a vida dos laterais.

2º TEMPO

Se a primeira parte o Palmeiras foi inferior, na segunda foi diferente. Cuca, no intervalo, colocou Thiago Santos no lugar de Zé Roberto, passando Tchê Tchê para a lateral-esquerda. Depois, Guerra entrou na vaga de Jean e logo em seguida, Moisés cruzou na área, mas Deyverson e Dudu se atrapalharam perdendo grande chance aos 22′.

Em lance que os palmeirenses reclamaram alegando falta, Guerra perdeu dividida para Jean Mota. O volante santista passou a bola para Bruno Henrique continuar o contra-ataque e o ala tocou para Ricardo Oliveira completar de cabeça, sozinho, balançando as redes de Prass.

Gol de Ricardo Oliveira garantindo vitória santista no milésimo clássico do Palmeiras (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Depois disso, o Palmeiras continuou atacando com a ajuda da torcida, entretanto sem eficácia. No último lance, o goleiro alviverde foi para o ataque tentar um cabeceio, mas não deu certo. Final de jogo com vitória santista, 1 a 0, quebrando a sina de nunca ter vencido na nova arena do palestrina.

TABU BATIDO

O clássico paulista aconteceu cinco vezes na arena antes do de hoje. Foram três derrotas e dois empates, desde 2014, na conta santista. Na última partida, o Palmeiras abriu o placar, com Mina, mas o Peixe empatou, com Gabigol, no segundo tempo e teve chances para vencer o jogo.

26/04/2015 – Palmeiras 1 x 0 Santos

19/07/2015 – Palmeiras 1 x 0 Santos

02/12/2015 – Palmeiras 2 x 1 Santos

20/02/2016 – Palmeiras 0 x 0 Santos

12/07/2016 – Palmeiras 1 x 1 Santos

30/09/2017 – Palmeiras 0 x 1 SANTOS

JOGO PEGADO POR CAUSA DA CHUVA, DAVID BRAZ?

“Não foi só o gramado. Palmeiras e Santos é sempre equilibrado, disputado. Cada disputa é uma dividida. Tem sido assim nos últimos anos. Mais uma vez, foi equilibrado, e a gente saiu vencedor. É importante demais”

FOI FALTA, DUDU?

“Não sei se no lance do gol foi falta no Guerra. É levantar a cabeça e continuar trabalhando”

NA TABELA…

O Santos foi a 47 pontos e persegue o Corinthians, que tem 54 e joga neste domingo (01/10), em Belo Horizonte, contra o Cruzeiro. O Palmeiras para nos 43, em quarto, atrás do Grêmio, que pega o Fluminense em casa, também neste domingo.

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS:

https://youtu.be/iSN3brJvwb0

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0 x 1 SANTOS

Local: Palestra Itália, em São Paulo (SP).

Data: 30 de setembro de 2017, sábado.

Horário: 19h (de Brasília).

Árbitro: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP).

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP).

Renda: R$ 2.760.716,34.

Público: 37.527 pagantes.

Cartões amarelos: Luan, Mayke e Fernando Prass (PAL); Matheus Jesus, Jean Mota, Zeca, Alisson e Bruno Henrique (SAN).

Gol: SANTOS: Ricardo Oliveira, aos 30 minutos do segundo tempo.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Luan, Juninho e Zé Roberto (Thiago Santos); Tchê Tchê, Jean (Guerra), Moisés e Dudu; Willian (Borja) e Deyverson. Técnico: Cuca.

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Matheus Jesus e Jean Mota (Serginho); Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira (Kayke). Técnico: Levir Culpi.

Leonardo José

Sobre Leonardo José

Leonardo José já escreveu 382 posts nesse site..

Sou o Leonardo José, jovem alagoano, estudante de jornalismo e esquerdista, sim. O esporte, a filosofia e a sociologia correm em minhas veias simultaneamente. Louco pelo futebol latino. Prefiro Libertadores à Champions League. No Brasil, clássicos como CSA x CRB, Sampaio Corrêa x Moto Club e ABC x América-RN são bem mais emocionantes que Flamengo x Vasco, Cruzeiro x Atlético-MG e Corinthians x Palmeiras. Para você, leitor, não se cansar lendo minha biografia, finalizo dizendo que "todos os detalhes e os bastidores da vida precisam ser olhados com atenção".Twitter: @leo_silva997

365 Scores

BetWarrior


Leonardo José
Leonardo José
Sou o Leonardo José, jovem alagoano, estudante de jornalismo e esquerdista, sim. O esporte, a filosofia e a sociologia correm em minhas veias simultaneamente. Louco pelo futebol latino. Prefiro Libertadores à Champions League. No Brasil, clássicos como CSA x CRB, Sampaio Corrêa x Moto Club e ABC x América-RN são bem mais emocionantes que Flamengo x Vasco, Cruzeiro x Atlético-MG e Corinthians x Palmeiras. Para você, leitor, não se cansar lendo minha biografia, finalizo dizendo que "todos os detalhes e os bastidores da vida precisam ser olhados com atenção".Twitter: @leo_silva997

Artigos Relacionados

Topo