Ele de novo! Cássio brilha, segura pressão santista e Timão está na decisão estadual

- Com uma ótima atuação no tempo normal do goleiro, Corinthians bate santos nos pênaltis e avança no Paulistão

Santos e Corinthians entraram em campo no Pacaembu na noite desta segunda-feira (8), as duas equipes tinham um único objetivo em comum, avançar para a final do Campeonato Paulista. Com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo, o timão precisava apenas de um empate, já a equipe praiana tinha que vencer por dois gols de diferença para avançar direto ou por um para levar a decisão para os pênaltis. Deu Peixe no tempo normal por 1 x 0, mas nas penalidades o alvinegro de Itaquera avançou, vencendo por 7 x 6.

1º TEMPO

Pouco mais de 31 mil santistas estiveram presentes no estádio do Pacaembu para apoiar o Santos no segundo jogo da semifinal do Paulistão, precisando de um resultado com mais de dois gols de diferença a equipe praiana tratou de começar a pressionar o Corinthians, que jogando pelo empate se recuou todo na defesa. A primeira chance de perigo clara veio aos 20 minutos, foi quando o peruano Cueva recuperou a bola pela esquerda próxima da entrada da área e chutou torto, porém Jean Mota apareceu na frente do gol e desviou, Cássio estava atento e conseguiu fazer a defesa.

Cinco minutos depois foi a vez do uruguaio Sánchez arriscar, o camisa 7 recebeu pelo lado direito no bico da área, cortou para a perna esquerda e chutou colocado, o goleiro corintiano conseguiu escorar de ponta de dedos e a bola saiu próximo da trave direita indo para escanteio. Aos 41′, Derlis recebeu na direita e chutou cruzado, Cássio mais uma vez espalmou para o lado. Essa foi a última tentativa de gol santista no primeiro tempo.

2º TEMPO

Na etapa complementar a pressão santista permanecia, logo no primeiro minuto de jogo Jean Mota recebeu do lado esquerdo na área e mandou uma bomba, a bola foi no meio do gol e Cássio mais uma vez salvou espalmando para o meio. Na sequência Rodrygo driblou Henrique pela direita e de dentro da área chutou cruzado em cima do goleiro corintiano que defendeu. Aos oito minutos Diego Pituca recebeu do lado esquerdo e chutou e mais uma vez o camisa 12 espalmou.

Aos 21 minutos Ramiro recebeu pelo lado direito, invadiu a área, se enrolou com Pituca e caiu, a equipe corintiana pediu pênalti mas o juiz mandou o jogo seguir. Aos 25 minutos após bola cruzada na área do Corinthians, Gustavo Henrique desviou de cabeça, a bola bateu em Sornoza e ficou livre para Rodrygo, na pequena área, o garoto chegou chutando mas Cássio no reflexo conseguiu tirar com a perna direita.

Depois de muito insistir o gol santista saiu, Victor Ferraz cruzou do lado direito na cabeça de Gustavo Henrique que escorou no canto direito, para explosão dos jogadores, comissão e torcedores. Aos 47 o árbitro assinala final de jogo e a segunda vaga para a final seria decidida nos pênaltis.

PÊNALTIS

O Corinthians começou a série de cobranças com o argentino Boselli, que de perna direita bateu no canto direito, porém Vanderlei pulou no canto certo e defendeu. Pelo Santos o escolhido para começar foi Rodrygo, que bateu firme no meio, a bola chegou a tocar em Cássio ma entrou. Love foi o segundo a ir para a cobrança e o veterano converteu firme no canto superior esquerdo.

O garoto Kaio Jorge foi para a cobrança do lado santista e mandou uma bomba no meio do gol, porém a bola pegou muita altura e explodiu no travessão. Ramiro foi  para os visitantes e mandou uma bomba no meio do gol empatando a série. Soteldo cobrou muito bem também no meio do gol, a bola pegou na parte de cima da rede e entrou. Foi a vez de Junior Urso ir para a cobrança, o volante cobrou muito bem no canto direito, sem chances para o goleiro santista.

Sánchez  foi para o Santos, o uruguaio que é o batedor oficial da equipe não desperdiçou, cobrou no canto direito inferior e marcou. O lateral direito Fagner foi para a 5ª cobrança corintiana e também marcou. Derlis fechou a cobrança de cinco com um gol rasteiro no canto esquerdo, levando a disputa para as cobranças alternadas.

Sornoza cobrou para o Corinthians e converteu, Diego Pituca foi para o lado santista e também marcou a sua batida, a disputa estava  5 x 5. Após perder na disputa diante da Ferroviária, Danilo Avelar cobrou para o timão e bateu firme no canto direito. Alisson converteu para o Santos com uma bomba no meio do gol.

O zagueiro Henrique foi o responsável pela 7ª cobrança corintiana e não desperdiçou, bateu forte na costura esquerda do gol. O autor da assistência do único gol santista do jogo Victor Ferraz foi para cobrança, porém o lateral bateu muito mal, a bola explodiu na trave e a festa corintiana tomou conta do estádio com a classificação para a decisão garantida.

E AGORA?

A grande final do Campeonato Paulista de 2019 será decidida entre São Paulo e Corinthians, o primeiro jogo será no próximo domingo dia (14), às 16h no estádio do Morumbi, já a grande finalíssima será no próximo dia (21), às 16h (horário de Brasília), na Arena Itaquera. O eliminado Santos tem agora a Copa do Brasil, na próxima quinta-feira (11), no jogo de volta diante do Atlético Goianiense, na Vila Belmiro, às  21h30 (horário de Brasília), precisando também vencer por dois gols de diferença.

MELHORES MOMENTOS

Raphael Almeida

Sobre Raphael Almeida

Raphael Almeida já escreveu 385 posts nesse site..

Raphael Almeida, jornalista 30 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!

365 Scores

BetWarrior


Raphael Almeida
Raphael Almeida
Raphael Almeida, jornalista 30 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!

Artigos Relacionados

Topo