É hoje, é hoje! Dia Nacional do Futebol.

A paixão nacional hoje bate mais forte no coração dos brasileiros.

Dia 19 de julho foi escolhido como o dia nacional do futebol. A data foi escolhida pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD), atual Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em 1976, em homenagem ao time mais velho e que ainda continua em atividade no país, o Sport Club Rio Grande, do Rio Grande do Sul, fundado no dia 19 de julho de 1900.

Como a maior paixão dos brasileiros o futebol trilhou longas distâncias para ser o esporte que conhecemos hoje.

De acordo com estudos, o que mais se assemelha ao futebol atual surgiu na China entre os séculos III e II a.C., durante a dinastia Han. Segundo um manual de exercícios, o jogo era chamado ts’uh Kúh (cuju), onde era preciso lançar uma bola com os pés para dentro de uma pequena rede.

As próximas manifestações passaram pelo Japão, onde era chamado de Kemari e praticado por membros da corte do imperador. Composto por dois times de oito jogadores cada e disputado num campo de aproximadamente 200 metros quadrados e o contato físico era proibido.

Em seguida a Grécia e a Roma criaram por volta do século I a.C o Episkiros, praticado por soldados e composto por nove jogadores em cada time, porém, quando os romanos dominaram a Grécia o esporte acabou virando muito violento.

Durante a Idade Média surgiu o Soule ou Harpastum, jogado por militares que eram divididos em duas equipes: os atacantes e os defensores, onde participavam 27 jogadores com diferentes funções dentro do time, entre elas corredores, dianteiros, sacadores e guarda redes.  Durante as partidas eram aceitos socos, pontapés, rasteiras e outros golpes violentos.

Na Itália o chamado gioco del cálcio seguia as mesmas regras do restante da Europa até ser proibido pelo  rei Eduardo II, só que sua prática nunca terminou, já que a nobreza italiana elaborou uma nova versão onde as regras não permitiam a violência e doze juízes eram responsáveis por fiscalizar as regras.

Cheio de altos e baixos, mudanças e adaptações, o futebol finalmente chegou à Inglaterra em meados do século XVII onde foi reorganizado. O campo deveria medir 120 por 180 metros e deveria ter nas duas pontas do campo os arcos chamados de gol. Com regras claras e objetivas, o futebol começou a ser praticado por estudantes e filhos da nobreza inglesa.

Aos poucos foi se popularizando e em 1848, durante uma conferência em Cambridge, se estabeleceu um único código de regras para o futebol no mundo inteiro. No ano de 1871 foi criada a figura do guarda redes, o atual goleiro, único membro que poderia colocar as mãos na bola e deveria ficar próximo ao gol para evitar a entrada da bola.

Em 1875, foi estabelecida a regra do tempo de 90 minutos e em 1891 foi estabelecido o pênalti, um dos principais motivos de atritos e polêmicas dentro do futebol moderno, para punir a falta dentro da área. Apenas em 1907 que foi estabelecida a regra do impedimento.

Em 1886 foi criada a International Board, órgão responsável pelo estabelecimento e mudanças nas regras do futebol, quando necessário. No ano de 1897, uma equipe de futebol inglesa chamada Corinthians fez uma excursão fora da Europa.

No ano de 1904, foi criada a FIFA (Federação Internacional de Futebol Association) que organiza até hoje o futebol em todo mundo. É a FIFA que organiza os grandes campeonatos de seleções (Copa do Mundo) de quatro em quatro anos.

No Brasil:

Trazido por Charles W. Miller (1874-1953) em meados do século XIX depois de uma temporada de estudos na Inglaterra, o “pai do futebol brasileiro” voltou com um livro contendo as regras do jogo e duas bolas e difundiu o esporte no bairro do Brás em São Paulo.

O primeiro jogo de futebol no país foi realizado em 15 de abril de 1895 entre Funcionários da Companhia de Gás x CIA. Ferroviária São Paulo RailWay, durante o intervalo nas fábricas inglesas aqui estabelecidas.

O primeiro time realmente brasileiro foi o SÃO PAULO ATHLETIC CLUB (SPAC), fundado em 13 de maio de 1888.

Atualmente o futebol tem outras vertentes como o futebol de salão, de areia, paraolímpico, Showbol e o futevôlei.

Realmente não tem como não se apaixonar por esse esporte.

Avatar

Sobre Carolina Keyko

Carolina Keyko já escreveu 53 posts nesse site..

Sou Carolina Keyko Rodrigues, 21 anos, estudante de jornalismo, apaixonada por esportes, música, teatro, gastronomia e fotografia. Já trabalhei como estagiária para a Arquidiocese de São Paulo como gestora de mídias sociais, Estagiária para os Doutores da Web com SEO.Gosto de áreas que me desafiem a escrever, como o futebol, que esta em constantes mudanças, costumo assistir os jogos do Santos com a fanática da minha irmã e acompanho meu pai nos jogos da portuguesa, pois é, faz parte.Gostaria de poder escrever para o Futebol na Veia, para ir além do aprendizado comum, para não perder a mão e para ampliar minhas fronteiras


Que tal assistir a final da Libertadores no Chile? Cadastre-se e concorra:

Rexona


Forza Football

 

Avatar
Carolina Keyko
Sou Carolina Keyko Rodrigues, 21 anos, estudante de jornalismo, apaixonada por esportes, música, teatro, gastronomia e fotografia. Já trabalhei como estagiária para a Arquidiocese de São Paulo como gestora de mídias sociais, Estagiária para os Doutores da Web com SEO.Gosto de áreas que me desafiem a escrever, como o futebol, que esta em constantes mudanças, costumo assistir os jogos do Santos com a fanática da minha irmã e acompanho meu pai nos jogos da portuguesa, pois é, faz parte.Gostaria de poder escrever para o Futebol na Veia, para ir além do aprendizado comum, para não perder a mão e para ampliar minhas fronteiras

Artigos Relacionados

Topo