Do terrão à Série A: Michael, a revelação do Campeonato Brasileiro 2019

Atleta esmeraldino nunca jogou por categorias de base
Michael

Quase toda criança sonha em ser jogador de futebol. Desde mais novos começam a planejar esse sonho fazendo testes em categorias de base em grandes clubes, almejando assim, depois de alguns anos chegar ao time profissional. Mas, essa realidade não foi a mesma para o jovem Michael, do Goiás no Campeonato Brasileiro deste ano. Antes de conseguir atuar por um clube em competições oficiais, o atacante passou por momentos dramáticos em sua vida, que por pouco não o fez desistir do esporte. Agora, já recebe propostas nacionais e internacionais, devido ao bom desempenho apresentado nessa temporada. E além disso, foi coroado como o  jogador revelação do Brasileirão 2019.

HISTÓRIA 

Natural de Poxoreu, no Mato Grosso, Michael jogava bola com os amigos desde os sete anos, grupo que se intitulava Os Tomba. Mas pelas dificuldades que passava e ainda sem obter sucesso nas quatro linhas, sua vida deu a primeira reviravolta em Goiânia, quando começou a mexer com álcool e drogas pesadas. Segundo ele, chegava a fumar duas carteiras de cigarro por dia, ainda acompanhado de drogas ilícitas como cocaína, lança-perfume e bala. Além disso, foi vítima de tentativa de assassinato seis vezes, por ter se envolvido com o tráfico de drogas. No decorrer desta situação, tentou entrar para as categorias de base em vários times da capital como Goiânia e Vila Nova, mas nenhuma porta se abria, por ser baixinho demais. Em 2015, o jovem garoto recebeu uma chance para jogar no Monte Cristo, mas também não vingou, dessa forma, pensou em desistir da bola. A alternativa que encontrou foi o terrão e futebol de várzea. Mas foi em 2017 que sua vida deu mais uma reviravolta. Recebeu proposta para jogar no Goianésia, e a partir daí, o Michael tomou outros rumos.

“As pessoas querem matar os nossos sonhos. Elas não lutam o suficiente, e quando a gente luta, eles falam que não vamos conseguir”, disse em entrevista para o Goiás Esporte Clube TV

Chegou no Goianésia para a disputa do Campeonato Goiano. Destacado pela sua ousadia, velocidade e facilidade de se livrar dos marcadores, com muitos dribles, chamou atenção do Goiás que logo fez a proposta para o jogador. Não hesitou em ir para o clube, e começou jogando pelo Brasileirão Série B. Foram duas temporadas com o clube na segunda divisão. Em 2017, jogou 20 partidas e marcou apenas um gol. Por outro lado, em 2018 dava início a grande trajetória pelo Esmeraldino. 

SÉRIE B 2018

A saber, era o terceiro ano seguido do Goiás na Segunda Divisão. Diferentemente do ano anterior, Michael era um dos principais nomes da equipe e uma das revelações da competição. Assim, participou de 33 jogos, e foi o segundo artilheiro da equipe com sete gols. A essência do terrão, mostrou ser o diferencial do jogador em relação aos outros, dessa forma, não ter feito parte de nenhuma categoria de base, não afetou o jogador. A velocidade de Michael poderia ser mortal aos adversários quando o Goiás conseguia o contra-ataque. Peça-chave para o retorno do Goiás à Série A, o jogador foi apontado como um dos melhores da competição. Em decorrência disso, recebeu propostas de clubes da elite, mas ficou na equipe para a disputa da elite do futebol brasileiro.

“Eu vim do terrão, do amador. Aqui eu estou aprendendo os fundamento, mas a ousadia nenhum profissional, nem a base me ensinou…As pessoas que chegam na base querem acabar com os meninos que driblam, querem acabar com a alegria”. salientou.

SÉRIE A 2019

Era a primeira vez disputando junto aos grandes da elite do futebol, apesar disso, o baixinho de 1 metro e 66 de altura não deixou se abalar. Humildade, ousadia e as técnicas do terrão surpreenderam o país do futebol. O começo de temporada foi visto como curiosa, antes da pausa para a Copa América, o Goiás terminou em 6º lugar com 15 pontos. Por outro lado, após a pausa as coisas deram uma desandada e o time ficou próximo da zona de rebaixamento. Mas Michael com sua alegria nas pernas, ajudou o time a contornar a situação. Drible desconcertante virou a marca registrada do atacante, afinal foram 57% do fundamento bem sucedido, e marcou um dos gols mais bonitos do Brasileirão driblando toda a marcação do Internacional. Sendo assim, a tarefa de parar Michael era difícil para os adversários. A estrela esmeraldina foi para campo em 35 jogos, marcou nove gols e ainda deu cinco assistências. O seu desempenho, juntamente com os outros jogadores, foi fundamental para a vaga na Sul-Americana, e que quase rendeu uma Libertadores.

O seu desempenho rendeu o prêmio de revelação do ano, e no decorrer da competição já surgiram interesse de outros clube como Santos e Palmeiras. Proposta de Portugal também surgiu com o Sporting, clube que já atuou Cristiano Ronaldo, jogador que Michael se inspira na hora de comemoras seus gols. A mais atual veio com o Corinthians, que até o momento foi recusada pelo clube goiano. De acordo com Túlio Lustosa, diretor do clube, a quantia ainda não é satisfatória para tirar Michael do time. O atleta tem contrato até final de 2021, e a multa rescisória é de 50 milhões de reais. Em suma, uma temporada de superação para alguém que quase desistiu de sonhar.

Foto Destaque: Twitter @goiasoficial

Mariana Dias

Sobre Mariana Dias

Mariana Tolentino Dias já escreveu 65 posts nesse site..

Meu nome é Mariana Tolentino Dias, sou goiana, tenho 19 anos e curso Jornalismo na PUC-GO.Não me vejo fazendo outra área a não ser o esportivo. Futebol e NBA são minhas paixões. Torcedora roxa do Goiás Esporte Clube e do Houston Rockets

BetWarrior

Mariana Dias
Mariana Dias
Meu nome é Mariana Tolentino Dias, sou goiana, tenho 19 anos e curso Jornalismo na PUC-GO.Não me vejo fazendo outra área a não ser o esportivo. Futebol e NBA são minhas paixões. Torcedora roxa do Goiás Esporte Clube e do Houston Rockets

Artigos Relacionados

Topo