Definidas as semifinais do Parazão 2019

Primeira fase terminou nesse fim de semana
Definidas as semifinais do Parazão 2019

O fim de semana no Pará, foi reservado para a última rodada do Parazão 2019. Com duas vagas em aberto para a semifinal, as duas chaves estavam indefinidas. Dos postulantes, o Independente conseguiu permanecer onde estava, mas o Águia não teve o mesmo destino e perdeu a chance de avançar, graças ao Bragantino. Já nesta quarta e quinta-feira, acontecem os jogos de ida com Bragantino x Remo e Independente x Paysandu, respectivamente

Parazão – 10ª Rodada

São Francisco 2 x 2 São Raimundo

No clássico de rebaixados, o Leão e a Pantera dividiram a pontuação. O São Francisco teve a chance de abrir o placar com Rafael Paty, de pênalti, mas o goleiro Jardel defendeu. O São Raimundo teve uma oportunidade da mesma maneira, e aproveitou para abrir o placar com Raí. Ele novamente apareceu no fim do primeiro tempo, ampliando a vantagem alvinegra.

Na volta do intervalo, Wendell marcou com dois minutos de partida e aos 34′, Rafael Paty se redimiu e empatou o duelo, dando números finais a partida. O time mandante do dia, terminou o campeonato com oito pontos, cinco a mais do que o Castanhal no Grupo A1. No A2, o São Raimundo ficou com quatro, sendo o pior time do torneio.

Bragantino 1 x 0 Independente

Precisando muito da vitória, Tubarão e Galo Elétrico entram em campo, buscando a classificação. Porém, o time da casa foi melhor, e conseguiu a vitória aos 33 minutos da primeira etapa, com Paulo de Tarso, aproveitando cobrança de falta feita por Marco Goiano. Assim, o Bragantino pulou para 15 pontos, conseguindo a classificação. Já o Independente ficou com 17, também se classificando.

https://www.instagram.com/p/BvsZUxJHJvs/

Castanhal 1 x 1 Tapajós

Ainda com chances remotas de classificação, o Castanhal recebeu o Tapajós e sacramentou sua eliminação na competição, com um empate. O Boto saiu na frente com Fabinho, logo aos oito minutos de partida, vantagem essa que durou até o intervalo. Na volta, o Japiim reagiu e aos 14′, Alisson empatou a disputa, fechando em 1 x 1 o placar no estádio Modelão. Assim, o time da casa ficou com 11 pontos, na 4ª posição do Grupo A1, enquanto os visitantes terminaram oito, na mesma colocação, porém na chave oposta.

Águia 0 x 2 Paysandu

O Azulão não foi páreo contra o Bicolor e perdeu em pleno Zinho Oliveira, em Marabá. O time da casa precisava vencer para avançar, mas não conseguia superar a defesa rival, mesmo com um a mais quando Bruno Oliveira foi expulso no fim da primeira etapa. O Paysandu aproveitou as bolas paradas na volta do intervalo, Victor Oliveira e Nicolas foram os artilheiros do dia, dando os três pontos para o time da capital. Assim, o Papão chegou a 22 pontos, sendo o melhor time da primeira fase, já o Águia perdeu o 2º lugar da chave A1 para o Bragantino, estacionou com 13 pontos e ficou na 3ª posição.

Remo 2 x 0 Paragominas

Fechando a primeira fase, o Remo recebeu o Paragominas e conquistou mais uma vitória. Superior em todo o jogo, o Leão conseguiu dois gols, um em cada tempo. No primeiro, Echeverría marcou de pênalti, já no segundo Emerson Carioca subiu mais do que a defesa para liquidar a fatura. Assim, o Remo ficou com 19 pontos líder do Grupo A1, enquanto isso, o Paragominas sonhava com a classificação a derrota os deixou em 3º lugar da chave A2, com 16 pontos.

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 772 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.


 

365 Scores

 

Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo