De virada, Benfica vence Braga e garante classificação na Taça de Portugal

- Em mais um bom jogo da dupla Pizzi-Carlos Vinicius, Águias avançam para as quartas-de-finais
Benfica e agora..

Na noite da última quarta-feira (18), Benfica e Braga entraram em campo em jogo válido pelas oitavas de final da Taça de Portugal. Assim, o confronto só de ida foi disputado no Estádio da Luz e os Arsenalistas saíram na frente por intermédio de um gol contra de Ferro. No entanto, as Águias começaram a se encontrar na partida e não tardou para Pizzi deixar tudo igual. Na volta do intervalo, Carlos Vinicius decretou a virada e a classificação Benfiquista às quartas-de-finais da competição.

1º TEMPO

Como era esperado, a etapa inicial foi de domínio benfiquista no Estádio da Luz. Assim, o time da casa buscou abrir o placar logo de início. Aos 12′, Taarabt recebeu bola pelo meio e da intermediária, de muito longe, arriscou chute, mas a batida rasteira saiu à esquerda da baliza. Em seguida, após uma reposição de jogo errada de Vlachodimos, o Braga recuperou a posse no meio de campo com Fransérgio. Ele acionou Sequeira pelo flanco esquerdo que levantou a pelota na área, Ferro tentou tirar, mas acabou empurrando para o próprio gol.

No entanto, a vantagem não durou muito tempo. Pois, logo depois, aos 18′, em jogada pelo meio, Carlos Vinicius deu passe para Pizzi, na meia lua da grande área, tirar da marcação e bater para empatar a partida. Na sequência, o Braga assustou à meta das Águias na cobrança de falta de Sequeira, a bola carimbou a trave. Na reta final, os Encarnados também acertaram o poste adversário. Assim, em boa triangulação pela esquerda, Chiquinho recebeu na entrada da área e bateu colocado tirando tinta da trave. Dessa forma, o confronto foi para o intervalo com a igualdade no marcador.

2º TEMPO

Na volta do intervalo, a partida seguiu o mesmo panorama com o Benfica tendo mais volume de jogo e criando as melhores chances de gol. Assim, aos 9′, Pizzi carregou bola pela esquerda e cruzou na área, Carlos Vinicius cabeceou baixo e ela passou perto da trave do Braga. Em seguida, o brasileiro apareceu novamente. Após receber bola em profundidade na entrada da área, ele bateu na saída do goleiro, que ainda tocou na pelota, mas ela foi morrendo devagar dentro do gol. Aos 24′, os Arsenalistas marcaram com Paulinho, mas por está adiantado, o árbitro anulou por impedimento.

Na reta final, Pizzi recebeu pela direita e arrematou cruzado, com força, o guarda-redes do Braga espalmou para evitar o terceiro. Na sequência, os visitantes criaram sua última chance, aos 31′. Paulinho carregou pelo meio e da meia lua arriscou o chute, a bola pegou altura e foi para fora. Já nos acréscimos, em boa troca de passes Benfiquista, Chiquinho recebeu a redonda na pequena área, mas não conseguiu preparar para o chute e ela ficou com o goleiro bracarense. Assim, no último lance, a bola foi cruzada na área, passou por todo mundo, mas ninguém chutou para o gol. Dessa forma, o Benfica deixou o campo com a vaga na mão.

E AGORA?

Com o resultado, o Benfica avança às quartas-de-finais da Taça de Portugal e segue fazendo uma temporada quase perfeita atuando em seus domínios. Enquanto que o Braga se despede da competição. Agora, as equipes só voltam a jogar em 2020 pela Liga NOS. Assim, o triunfo das Águias fez aumentar a série invicta no duelo para 14 partidas, sendo 13 vitórias dos Encarnados.

MELHORES MOMENTOS

Foto Destaque: Reprodução / Tiago Petinga / Lux24

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 445 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

365 Scores

BetWarrior


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados

Topo