Cruzeiro vence América, encosta no G6 e coloca rival na zona de rebaixamento

Arrascaeta marca mais um golaço contra o coelho, que reclama de pênalti não marcado no segundo tempo

Em um jogo movimentado e, claro, com polêmica, o Cruzeiro venceu o América por 2×1 no Independência na tarde deste domingo, pela 32ª rodada da Série A do Brasileirão. Arrascaeta, com um belo gol, e Thiago Neves, de pênalti, marcaram para a raposa, enquanto Rafael Moura, que saiu do banco e também marcou de pênalti, descontou para o coelho, que ainda reclamou muito de outra falta não marcada dentro da área no segundo tempo.

Com a vitória, a equipe comandada por Mano Menezes chegou aos 46 pontos e subiu uma posição. Agora a raposa está em oitavo lugar, empatada com Atlético-MG (6º) e Santos (7º), perdendo nos critérios de desempate. Já o América não vive situação confortável. Após protestos da torcida na última sexta, a equipe continua com jejum de vitórias e entrou na zona de rebaixamento com 34 pontos, mesma pontuação da Chapecoense, uma posição abaixo e do Vitória, uma acima.

1º Tempo

A partida começou muito estudada, por ambos os lados. Enquanto o América tentava achar uma brecha na defesa adversária, o Cruzeiro buscava administrar a partida. E deu certo, Arrascaeta marcou um golaço aos 17 minutos, após receber bom passe, passar por Matheus Ferraz e bater no ângulo, sem chances para João Ricardo. O América mostrava nervosismo, e fazia muitas faltas. Já o Cruzeiro continuava administrando a partida e estudando o adversário, tanto é que a primeira falta cometida pelos cruzeirenses só foi registrada após 40 minutos de bola rolando.

2º Tempo

Adílson Batista sacou dois jogadores no intervalo e tentou mudar o jogo. Aderlan deu lugar a Matheusinho, enquanto Carlinhos saiu para entrada de Robinho. Mas, as substituições não deram muito certo e os visitantes aproveitaram. Logo aos três minutos, Henrique tentava invadir a área quando foi derrubado por Messias. Pênalti para a raposa, convertido com categoria por Thiago Neves. Precisando do resultado, o América partiu pra cima e começou a ganhar mais força ofensiva. Aos 24, Rafael Moura, também de pênalti, diminuiu. Aos 35, Matheusinho recebeu a bola no ataque, invadiu a área e caiu pedindo penalidade, mas, Héber Roberto Lopes mandou o jogo seguir. Os jogadores do coelho reclamaram muito, mas de nada adiantou, 2×1 para o Cruzeiro e Z4 para o América.

E agora?

As equipes voltam a jogar no próximo sábado, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O coelho recebe o lanterna e quase rebaixado Paraná, às 21h (de Brasília), novamente no Independência. Já a raposa entra em campo mais cedo, às 19h, em Curitiba, onde enfrenta o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

Melhores Momentos

[wpdevart_youtube]yvidghDeqcU[/wpdevart_youtube]

Avatar

Sobre Iago Almeida

Iago Almeida já escreveu 137 posts nesse site..

Iago de Almeida Silva, mineiro, nascido em Seritinga e residente em Varginha, 24 anos. Estou cursando o 4° período de jornalismo no Grupo UNIS. Desde criança sou vidrado pela área da comunicação. Estou me apaixonando a cada dia mais pelo Jornalismo Esportivo. Uma frase que me motiva: "O futuro não se encaixa nos contentores do passado" - Rishad Tobaccowala.

Avatar
Iago Almeida
Iago de Almeida Silva, mineiro, nascido em Seritinga e residente em Varginha, 24 anos. Estou cursando o 4° período de jornalismo no Grupo UNIS. Desde criança sou vidrado pela área da comunicação. Estou me apaixonando a cada dia mais pelo Jornalismo Esportivo. Uma frase que me motiva: "O futuro não se encaixa nos contentores do passado" - Rishad Tobaccowala.

Artigos Relacionados

Topo