“Cristianismo”, na Champions League, significa outra coisa! CR7 destrói Atlético de Madrid em Turim

Com um hat-trick, Cristiano Ronaldo comanda vitória com virada no placar agregado e classifica a Juventus às quartas de final da Liga dos Campeões da UEFA

Em duelo válido pela partida de volta das oitavas de final da UEFA Champions League 2018-19, a Juventus recebeu o Atlético de Madrid precisando reverter o placar de 2 x 0 no confronto de ida, em Madrid, na Espanha. A partida, que aconteceu em Turim, na Itália, girava muito em torno do que o astro português da JuvCristiano Ronaldo, poderia fazer, uma vez que tinha ótimo histórico contra o rival, mas havia passado em branco no primeiro embate. Para decidir jogos como esse é que a equipe italiana contratou o Gajo, que não decepcionou. Não só decidiu, como marcou um hat-trick para barcelonista nenhum botar defeito.

1º tempo

O jogo se desenhou todo para uma vitória da Juventus. Para uns covardes, para outros necessidade, e alguns estilo de jogo, mas o Atlético de Madrid, do técnico argentino Diego Simeone, tinha uma proposta clara para o confronto: se defender o máximo possível e apostar no contra-ataque. Em tese a ideia era boa, mas arriscada por levar o time da casa para cima. E foi isso que fizeram desde o começo. A Vecchia Signora pressionava, chutava, atacava e os Colchoneros viviam de retranca e as investidas de contra-ataque não funcionavam. O treinador italiano, Massimiliano Alegri, por outro lado, tinha imposto aos mandantes uma mentalidade ofensiva, na qual laterais se tornavam pontas, atacantes pressionavam os zagueiros e volantes viravam meias.

Tanto que a primeira oportunidade de gol aconteceu aos três minutos, com chute cruzado do volante francês Matuidi, mas a zaga afastou antes mesmo do goleiro esloveno Oblak. um minuto depois saiu o gol, com o zagueiro Chiellini, porém a arbitragem marcou falta de Cristiano Ronaldo, que chutou a bola que estava nas mão do goleiro atleticano, antes do italiano marcar o gol. Os Bianconeros atacavam por ambos os lados e a zaga espanhola se segurava. De um lado os cruzamento do lateral esquerdo Spinazzola, do outro era o lateral direito português joão Cancelo e o meia-atacante Bernardeschi.

https://twitter.com/juventusfc/status/1105825442567733248

O primeiro ataque do Atlético foi aos 24′. Griezmann mandou um chute cruzado da direita e o goleiro polonês Wojciech Szczęsny fez a defesa mandando para escanteio. Mas quem marcou mesmo foi a Juventus. Ou melhor, o melhor, Cristiano Ronaldo. Inteligentemente, o português e Bernardeschi inverteram os lados de atuação para que Cristiano jogasse nas costas de Juanfran. A mudança deu tão certo que o passe do camisa 33, Berna, foi “com a mão”, de tão preciso, e o CR7 pulou como um leão atacando uma zebra (no caso uma zebra atacando um leão) e abriu o placar de cabeça.

Aos 32′, em falta próxima a área, pelo lado direito, Ronaldo e Bernardeschi na bola. Todos esperavam o chute do camisa 7, mas foi o 33 quem bateu, levando perigo ao gol visitante. E ele estava querendo jogo. Aos 34′, Berna recebeu cruzamento de Spinazzola da esquerda e como a bola chegou atrás dele, o italiano virou uma bicicleta, mas a bola passou sobre o gol. No final da etapa inicial os Colchoneros saíram para o jogo, buscando o empate, mas a marcação italiana era firme. Faltando dois minutos para o fim regulamentar, Cristiano subiu de cabeça no cruzamento de Spinazzola e quase fez o segundo, passando à esquerda de Oblak. Aos 44′ ainda deu tempo de Chiellini cabecear o escanteio de Pjanic, mas no meio do gol, onde estava o arqueiro visitante. No último minuto Morata cabeceou o passe de Arias sobre a trave.

2º tempo

Precisando do resultado, a Juv voltou ao complemento da mesma forma que jogou o tempo anterior: na pressão. E logo no terceiro minuto, aos 48′, Cristiano Ronaldo, de novo ele, marcou o segundo gol italiano, de novo de cabeça, após cruzamento de seu compatriota, João Cancelo. A bola passou a linha e de dentro do gol Oblak tirou a bola. Porém, em questão de instantes o problema fora solucionado com o relógio com sensor que controla o chip da bola, e que apontou o tento, validando o gol já aos 49′. Os espanhóis até atacaram, mas de forma desorganizada e ineficiente.

Desta forma, ficava mais fácil dos anfitriões planejarem e executarem seu jogo. O duelo ficou um bom tempo truncado, com as equipes se revezando em ataques sem sucesso, faltas e marcação firme. Até que, aos 84′, Bernardeschi foi derrubado dentro da área, com um leve empurrão nas costas e o árbitro marcou pênalti. O VAR entrou em ação e confirmou a penalidade. Eis que sai o hat-trick de Cristiano Ronaldo, cobrando no canto direito do goleiro, esquerdo do cobrador, e Oblak nem saiu na foto: 3 x 0 e a classificação garantida.

E agora?

Com o resultado a Juventus se classificou para às quartas de final da UEFA Champions League e aguarda o sorteio da manhã de sexta-feira (15) para saber quem enfrentará na próxima fase. Enquanto isso, já se preparam para o jogo de domingo (17), pelo Campeonato Italiano, contra o Genoa, fora de casa, às 8h30 (horário de Brasília). Por outro lado, o Atlético de Madrid ainda vai tentar tirara a diferença de sete pontos para o líder Barcelona, no Campeonato Espanhol, e começa já neste sábado (16), contra o Athletic de Bilbao, fora de casa, às 14h30 (horário de Brasília).

Melhores Momentos

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1170 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.

BetWarrior


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo