CR7 e Messi superam Pelé e se tornam “reis” do futebol

- Os craques da atualidade passaram o brasileiro em diversos aspectos, está na hora de admitir

Para muitos o futebol surgiu no dia 26 de outubro de 1863. De lá para cá muitos jogadores se tornaram ídolos dentro deste meio. Seja por marcar muitos gols, por grandes defesas, conquistar títulos, ser reconhecido pelos clubes que passaram, por suas seleções. Di Stefano, Maradona, Zico, Cruyff, Eusébio, Puskas, Platini, Ronaldo, Ronaldinho, e principalmente Pelé. Todos foram inquestionáveis em campo, e merecem honrosas homenagens, mas Cristiano Ronaldo e Messi ultrapassaram e são os maiores da história.

Estamos vivendo, presenciando uma era que infelizmente está perto do fim. Nunca se viu no futebol uma supremacia tão grande entre dois jogadores. Os atletas estão no mínimo há dez anos rivalizando quem é o melhor jogador do mundo. Respeito quem ache que Modric ou até Mbappé deveriam ficar com o “The Best” em 2018, mas o Robozão e a La Pulga foram superiores, como sempre. Hoje os dois estão no mais alto nível na Europa, mesmo estando na famosa “fase dos 30 anos”. Quando um jogador marca três gols, faz uma atuação fantástica, ele choca, vira manchete. Mas um hat-trick virou rotina e impressiona um total de zero pessoas quando acontece com os dois gênios.

https://twitter.com/futebolnaveiabr/status/1044557362202374145

TECNOLOGIA

Nos dias atuais, com a tecnologia, televisão e a internet dominando o mundo, vemos dia após dia o que esse craques estão aprontando no Espanhol, Italiano ou na Liga dos Campeões. Sim, estamos vendo, ninguém nos contou, não ouvimos de avós, tios ou jornalistas mais experientes, está na nossa frente, na tela em varias plataformas. Na época de Pelé, era impossível acompanhar toda a semana o que o “Rei do futebol” fazia em campo. Com a alta do rádio, ainda era difícil até de se ouvir, além de saber o mínimo do que se passava no continente europeu.

Óbvio, mesmo sem os meios que temos hoje, ainda assim, acontecia monstruosidades nos gramados mundo a fora. Mas uma pesquisa feita mostra o quão grande são os feitos desses jogadores. Di Stefano é o maior jogador em termos de títulos, das 13 conquistas do Real Madrid ele estava presente em cinco delas, sendo o maior destaque. O craque teve em seu auge uma média de 0,82 gols. Enquanto isso, Cristiano Ronaldo terminou seu ciclo nos merengues com 1,03 de média, em uma época muito mais competitiva.

Adiantando um pouco a linha temporal, os últimos craques de grande destaque: Maradona, Platini, Zico, Ronaldo, Romário, Ronaldinho Gaúcho, Zidane, Xavi, Iniesta, Rivaldo, Van Basten, Figo, Kaká, entre outros foram indiscutivelmente grandes jogadores, porém não chegaram nem perto dos feitos da dupla Cristiano Ronaldo e Messi.

https://twitter.com/FoxSportsBrasil/status/993484051045433344

PELÉ

Edson Arantes do Nascimento, no Brasil, é indiscutivelmente, o maior jogador da história. Chega a ser uma ofensa apontar algum jogador que chegue perto do Rei. Não há comparação para os brasileiros, muito porque “ninguém fez mais gols que Pelé”. Claro, o atleta marcou 1281 tentos, porém em uma época em que se jogava muito mais amistosos do que hoje e durante toda a temporada. Assim, contando apenas jogos oficiais  o eterno camisa 10 balançou as redes em 743 oportunidades.

Este número não está muito a frente do Gajo e do Hermano. Messi, aos 31 anos, possui 653 gols em partidas oficiais. Cristiano, aos 34, marcou 682 vezes. E, cá entre nós, todos os tentos das feras foram em competições de alto nível. Enquanto o brasileiro disputava campeonatos estaduais, dos Estados Unidos, que não tinham tanta qualidade como as grandes ligas europeias de hoje. CR7 e Léo lideram a artilharia da maior competição entre clubes, recordes em suas seleções e em todos os torneios nacionais que disputam.

CRISTIANO RONALDO

• 682 gols
• Eleito cinco vezes o melhor jogador do mundo
• 5 títulos da Liga dos Campeões
• 4 títulos do Mundial de Clubes
• 10 títulos nacionais (6 na Inglaterra e 4 na Espanha)
• 7 vezes artilheiro da Liga dos Campeões
• Campeão da Eurocopa com Portugal
• 12 presenças seguidas na equipe do ano da Fifa
• 52 hat-tricks na carreira

MESSI

• 653 gols
• Eleito 5 vezes o melhor jogador do mundo
• 4 títulos da Liga dos Campeões
• 3 títulos do Mundial de Clubes
• 15 títulos nacionais (todos na Espanha)
• 5 vezes artilheiro da Liga dos Campeões
• Recorde de gols em um só ano: 91 em 2012
• 12 presenças seguidas na equipe do ano da Fifa
• 51 hat-tricks na carreira

 

COPA DO MUNDO

O grande trunfo para os defensores de Pelé são as conquistas de Copa do Mundo. O brasileiro detém três conquistas, enquanto Cristiano e Messi não possuem nenhum. Mas neste caso, creio que não vale comparação. Visto que uma competição tão curta, realizada a cada quatro anos não é justa. Lembrando que em sua primeira conquista o camisa 10 da amarelinha tinha ao seu lado nomes como: Gylmar, Djalma Santos, Bellini, Nilton Santos, Didi, Garrincha e Zagallo.

Já o argentino em 2014, na final disputada no Brasil teve como seus companheiros no sistema defensivo: Romero, Zabaleta, Demichelis, Garay e Rojo. Já CR7 em 2006, onde chegou mais longe, na semifinal tinha: Ricardo, Miguel, Fernando Meira, Ricardo Carvalho e Nuno Valente. É um abismo de diferença técnica entre os times, o que favoreceu o craque da seleção Canarinha.

Por fim, há muitos especialistas e torcedores relutantes com a comparação com jogadores do passado. Para eles tudo que está nos museus, nas antiguidades do futebol, supera o que é jogado hoje. Mas temos que entender que as coisas mudam, o tempo passa e novos craques surgem. Pelé foi genial mas Cristiano e Messi chegaram, passaram e tomaram a coroa do “Rei”. Pode ser que daqui uns anos, voltemos a discutir um novo fenômeno que venha a aparecer. Mas o português e o argentino são os melhores da história, quem é o melhor entre os dois? Aí é uma discussão para uma próxima oportunidade..

Avatar

Sobre Alexsander Vieira

Alexsander Vieira já escreveu 922 posts nesse site..

Olá, me chamo Alexsander Vieira, tenho 21 anos e um amor intenso por futebol. Sou estudante de jornalismo pela FAM. Quando pequeno, pensava em trabalhar com o futebol, como jogador. Por situações não harmoniosas esse sonho se dissolveu, porém achei outra maneira de continuar no esporte. Foi com as mãos que decidi trabalhar, informar minha nação com os melhores acontecimentos, e sempre ter credibilidade no que passo à frente.

365 Scores

BetWarrior


Avatar
Alexsander Vieira
Olá, me chamo Alexsander Vieira, tenho 21 anos e um amor intenso por futebol. Sou estudante de jornalismo pela FAM. Quando pequeno, pensava em trabalhar com o futebol, como jogador. Por situações não harmoniosas esse sonho se dissolveu, porém achei outra maneira de continuar no esporte. Foi com as mãos que decidi trabalhar, informar minha nação com os melhores acontecimentos, e sempre ter credibilidade no que passo à frente.
http://www.radioprado.com.br

Artigos Relacionados

Topo