Coreia do Sul x Alemanha – Em jogo decisivo, campeã mundial está na mira de duas seleções

Mesmo na lanterna os sul-coreanos ainda estão na briga e resultado do jogo dos suecos podem comprometer a ida dos alemães à segunda fase da competição

Apesar de estar em último colocado do grupo F e sem pontos, a Seleção Sul-Coreana, ainda está viva na competição. Se perder, volta para casa, se segurar um empate, já complica a vida dos alemães e, se ganhar, tem chances de seguir para a próxima fase. Em Copas do Mundo o inimaginável acontece. Amanhã (27), o jogo entre Coreia do Sul e Alemanha começa às 11h (Brasília), na Kazan Arena.

O massacre dos alemães para conquistar o título de melhor futebol do mundo em 2014, não se compara ao desempenho visto quatro anos depois. Surpreendeu a todos com o resultado de seu jogo de estreia na Rússia perdendo para o México por 1 x 0. Pressionada, a Seleção Alemã enfrentou a Suécia e conquistou os suados três pontos após vitória por 2 x 1. E agora, empatada também com os suecos, precisa repetir o feito no último jogo para tentar garantir a vaga para a segunda fase da competição. Tentar? Sim, tentar. Porque vencer não significa que sua classificação é certa: Suécia e México irão jogar no mesmo horário e o resultado pode implicar diretamente na trajetória da atual Campeã Mundial na competição. Alemães e suecos estão empatadíssimos na pontuação de grupos e em caso de vitória, o saldo de gols será definitivo.

COREIA DO SUL

Lanterna, sem pontos, mas ainda na briga pelo sonho do mundial. Será um desafio grande: Tigres Asiáticos precisam ganhar e golear com dois ou mais de diferença dos alemães e ainda torcer por uma derrota da Suécia. Porém, o técnico Shin Tae-yong parece estar mais preocupado em tirar pontos de seu adversário: “O nosso objetivo é fazer um grande jogo e conseguir parar a grande Alemanha, porém, sei que isso é complicado. Mas não pode ser considerado impossível. Temos que fazer um jogo de entrega coletiva e obediência tática”, disse.

Em campo, será através do contra-ataque que os sul-coreanos pretendem surpreender ao alemães. Estão confiantes: “O próximo jogo é importante não só para a gente, mas também para a Alemanha. Com certeza não podemos deixar eles marcarem o primeiro gol. Na minha opinião, se eles marcarem o primeiro gol vão ganhar confiança e deixar as coisas mais difíceis para nós. Precisamos ter uma boa defesa e aproveitar os contra-ataques quando tivermos a chance”, destacou o lateral esquerdo Hong Chul.

(Reprodução/Pascal Guyot/AFP)

Possível Escalação: Kim Seung-gyu, Yong Lee, Jang Hyun-soo, Kim Young-gwon e Kim Min-woo; Ki Sung-Yueng, Ju Se-jong, Koo ja-cheol e Hwang Hee-chan; Lee Jae-sung e Son Heung-min. Técnico: Shin Tae-yong.

ALEMANHA

A pressão é grande. Além de ter que garantir a vitória contra os sul-coreanos, precisam torcer pela vitória do México contra a Suécia porque, do contrário, pode ameaçá-la ainda mais. Empata na vice-liderança de grupo com os suecos, se ambas ganharem a decisão de quem continua e de quem volta para casa fica a critério dos saldos de gols! Haja coração!

Os jogadores estão apreensivos e admitem que têm enfrentado dificuldades nesta primeira fase. “Para nós incomoda esta situação, mas ela retrata o equilíbrio maior. Não podemos lutar contra isso. Temos apenas que nos impor ao longo dos noventa minutos, com equilíbrio e eficiência”, analisou o meia Marco Reus

A instrução do técnico Joachim Löw para eles é colocar pressão desde o início de jogo, sem falhas na defesa como aconteceu na derrota contra o México e também contra a Suécia, que poderia ter sido devastadora sem a mudança de estratégia, conseguindo arrancar a vitória. “É importante sermos constantes, como sempre aconteceu em nossas grandes campanhas. Porém, não podemos ceder campo e cometer erros, como aconteceu nas duas primeiras partidas”, disse.

Após recuperação de uma lesão cervical, o zagueiro Matt Hummels volta e ocupa a vaga de Jérôme Boateng. que foi expulso no jogo contra a Suécia. Ilkay Gündogan está de sobreaviso e o voltante Sebastian Rudy foi liberado após se submeter a uma cirurgia no nariz devido a uma fratura.

(Reprodução/Jonathan Nackstrand/AFP)

Possível Escalação: Manuel Neuer, Joshua Kimmich, Niklas Sule e Jonas Hector; Ilkay Gündogan, Toni Kroos, Thomas Müller, Mesut Ozil e Marco Reus; Timo Werner. Técnico: Joachim Low.

RETROSPECTO

Alemanha e Coreia do Sul já se encontraram em duas edições de Copas do Mundo, de 1994 e 2002. Vitória dupla alemã por 3 x 2 e 1 x 0, respectivamente.

Beatriz do Vale

Sobre Beatriz do Vale

Beatriz do Vale já escreveu 349 posts nesse site..

Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero.Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia. Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vou experimentando...


Que tal assistir a final da Libertadores no Chile? Cadastre-se e concorra:

Rexona


Forza Football

 

Beatriz do Vale
Beatriz do Vale
Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero.Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia. Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vou experimentando...

Artigos Relacionados

Topo