Copa da Argentina é marcada por zebras

Oito equipes da Superliga Argentina foram eliminadas por clubes de divisões inferiores. Dos grandes, somente River e Independiente seguem vivos
Copa da Argentina

A Copa da Argentina é idêntica a sua prima brasileira. Dessa maneira, façanhas de nanicos eliminando gigantes sempre permearam competições como ambos os mata-matas nacionais. Sendo assim, a alcunha de “campeonato mais democrático” é algo costumeiramente associado as Copas, uma vez que uma modesta equipe do interior pode enfrentar de igual para igual o clube mais poderoso do país. Todavia, o que ocorre nesta temporada no país hermano chama a atenção.

Na última terça-feira (13), o Boca Juniors sucumbiu perante ao Almagro. Nem Daniele De Rossi, que estreou balançando as redes adversárias, foi capaz de impedir o fiasco Xeneize. Desse modo, mesmo sem estrear pela Primeira B Nacional, o equivalente a Série B na Argentina, o Tricolor ratificou uma tendência da edição atual: os grandes caem perante aos pequenos. O Almagro, então, se junta a outras sete equipes abaixo da divisão de elite que deixaram pelo caminho os clubes da Superliga Argentina.

As vitórias mais emblemáticas foram as de Villa Mitre, Soy de Mayo e Boca Unidos. Logo, as equipes da Federal A, isto é, a terceira divisão, eliminaram Newell´s Old Boys, Rosário Central e Racing, respectivamente. Por sua vez, o Real Pilar, da quarta divisão, passou pelo Vélez Sarsfield. Do mesmo modo Estudiantes de San Luis, Barracas Central e Gimnasia Mendoza, da segundona, eliminaram, nessa ordem, San Lorenzo, Unión de Santa Fe e Aldosivi.

COPA DA ARGENTINA COM CINCO DA 1ª

Assim, somente cinco equipes da Superliga Argentina asseguraram suas vagas na fase de oitavas de final:

  • River Plate;
  • Estudiantes;
  • Defensa y Justicia;
  • Lanús;
  • Godoy Cruz.

No entanto, esse número pode aumentar. Isso porque existem alguns embates da fase 16avos que ainda não ocorreram. Dentre eles, estão Independiente x Patronato e Talleres x Banfield, ou seja, quatro clubes da primeira divisão.

 

Pedro Ferri

Sobre Pedro Ferri

Pedro Rodrigues Nigro Ferri já escreveu 119 posts nesse site..

Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".


 

365 Scores

 

Pedro Ferri
Pedro Ferri
Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

Artigos Relacionados

Topo