Conheça a BŮH, marca de Fashion Soccer que está fazendo grande sucesso

Foi criada por dois ex-boleiros em 2015
Casemiro vai muito as lojas da BŮH em São Paulo
A BŮH é uma marca de roupas masculina pioneira no segmento fashion soccer, que tem como missão trazer para o dia a dia o estilo despojado usado pelos jogadores de futebol. Por isso, foi criada em 2015 por dois ex-boleiros. São eles: Diego Navarro e Felipe Sanchez. Estes são os responsáveis para realizar sonhos dos fãs e aficionados pelo esporte para se vestirem como grandes craques em seus dias normais.
Pioneira nesse segmento no Brasil, ela comercializa peças masculinas inspiradas naquilo que os craques usam fora dos campos. Mas também se conecta com as tendências das passarelas internacionais. Além disso, tem acesso a informação de moda das grandes marcas misturado aos elementos do esporte. Suas lojas espalhadas por todo país são todas temáticas, onde é possível visualizar as peças entre vestiários e arquibancadas que remetem ao cenário preferido dos boleiros.
Diego Navarro e Felipe Sanchez sócios da marca
Diego Navarro e Felipe Sanchez, os sócios da marca (Tuddo Assessoria/Reprodução)

Como surgiu a BŮH ?

Quem não quer seguir o estilo de se vestir de um jogador? Quem não quer se vestir igual aos seus ídolos fora do campo? Dessa forma, unidos por essa ideia, Diego e Felipe decidiram criar um segmento de vestuário que transmitisse isso. O Fashion Soccer. Então, munidos de que no país temos lojas de surfwear e marcas que são inicialmente pensadas para esportes como corrida e até mesmo tênis, que fazem um gigantesco sucesso no Brasil. Por que não montar um novo conceito? Assim, trazer para o público roupas que transmitissem o estilo do jogador de futebol fora das quatro linhas.
Tirada do papel, a ideia foi colocada à prova: os amigos escolheram e pensaram em peças que transmitissem esse estilo de se vestir, criaram modelos e fizeram um lote inicial. Ainda que, sem escritório fixo, diante de uma crise que estourava e assustava o país inteiro. No entanto, os dois venderam suas primeiras peças. E sucesso!
Everton Ribeiro, novo craque da Seleção Brasileira de BUH (Tuddo Assessoria/Reprodução)
Após os meses iniciais, foi a hora de fixar o negócio e aumentar a produção. Sendo assim, a marca deslanchou e, após meses de suor. A BŮH foi levada para o âmbito nacional e oficializou o negócio de todas as formas. Em quatro anos, a marca cresceu em porcentagem média de 25% por coleção. Aumentando sua produção, que começou em 200 peças, para uma média de 50 mil peças.

Hoje em dia

A grife, que retrata o lifestyle dos jogadores, ingressou para o segmento do franchising em 2018 e hoje a marca possui: Centro de Treinamento e ainda 17 vestiários, nome dado as franquias,  espalhadas pelo Brasil e mais 3 serão inauguradas ainda esse semestre.  No atacado são mais de 400 pontos de vendas por terras tupiniquins. A dupla de sócios viu diversos jogadores usando suas peças em ocasiões especiais e mostrando, principalmente, que admiravam a força da marca e também o esforço dos meninos em mostrar seus talentos.
Grandes craques do meio acreditaram na marca e usam até hoje. Além disso, nomes da música também utilizam camisas e bonés da marca. Destaque para o Pastor Deive Leonardo e seu filho, que se juntam aos cantores Luan Santana, Wesley Safadão e ao ator Bruno Gagliasso. Mas também, se vê muito com as roupas da marcas, como os jogadores: Everton Ribeiro (Flamengo), Gabigol (Flamengo) e Casemiro (Real Madrid).
Pastor Deive Leonardo e seu filho usando roupas Fashion Soccer (Tuddo Assessoria/Reprodução)

Curiosidade

O nome BŮH carrega um significado muito especial para os donos da marca. Em Tcheco, a palavra significa Deus, e é por esse motivo que a marca optou por essa nomenclatura: agradecimento, que traz no logo da marca o dedo apontado para cima, o gesto mais usado pelos jogadores de futebol em suas comemorações de gratidão a BŮH.
Foto destacada: Tuddo Comunicação Assessoria/Reprodução.
Guilherme Ribeiro

Sobre Guilherme Ribeiro

Guilherme Ribeiro já escreveu 330 posts nesse site..

Sou Guilherme Ribeiro, 20, paulista da região do ABC. Ler e escrever é um hobby, para o esporte que é a minha paixão.

BetWarrior


Guilherme Ribeiro
Guilherme Ribeiro
Sou Guilherme Ribeiro, 20, paulista da região do ABC. Ler e escrever é um hobby, para o esporte que é a minha paixão.

Artigos Relacionados

Topo