Com um a menos, Flamengo vence Flu com gol nos acréscimos e vai à final da Taça Rio

O jogo foi muito polêmico e contou com várias participações do árbitro de vídeo e um clima hostil entre os atletas

Em um Fla-Flu agitado, cheio de polêmicas, com participações do VAR e uma expulsão para cada lado. O Flamengo venceu o Fluminense por 2 x 1, com gols de Renê e Éverton Ribeiro, contra um de Yony González. E avançou à final da Taça Rio, nesta quarta-feira (27). A noite no Maracanã ficou marcada, também, por confusões em campo.

1º TEMPO

Logo no primeiro minuto, um lance polêmico. Após cobrança de falta, Léo Santos mandou para a rede, mas o assistente marcou impedimento na jogada. O árbitro Marcelo de Lima Henriques solicitou o VAR e depois de alguns minutos de paralisação com muitos protestos, o lance foi realmente anulado por falta em Rodrigo Caio. O clima ficou bem quente. Os jogadores discutiam a todo instante com direito a empurra-empurra de tudo que é lado. Os mais revoltados eram do Fluminense. Sobrou para o preparador de goleiro André Carvalho que acabou expulso pela arbitragem.

Aos sete minutos, a defesa Tricolor saiu jogando errado e a bola ficou com Uribe, que desperdiçou a chance, chutando fraco nas mãos de Rodolfo. O jogo ficou tenso, com os jogadores abusando de entradas duras e gerando desentendimentos frequentes. Aos 11′, Renê cruzou da esquerda e Bruno Henrique subiu para desviar de cabeça, mas mandou para fora.

Mesmo sem fazer uma boa partida, o time dirigido por Abel Braga marcou o primeiro gol, aos 29 minutos. Vitinho bateu forte, Rodolfo deu rebote e Bruno Henrique ajeitou para a conclusão de Renê. Aos 40′, o Flamengo teve a chance de ampliar quando Vitinho cruzou e Bruno Henrique cabeceou para grande defesa de Rodolfo.

Aos 42′, Gilberto recuou mal para Rodolfo, Uribe chegou antes do goleiro, mas concluiu para fora. Aos 46 minutos, Luciano recebeu bom passe de Everaldo e arriscou, mas a bola não levou perigo. Nos acréscimos, o volante Airton sentiu um problema muscular e pediu para sair. E antes que o árbitro encerrasse o primeiro tempo, Bruno Henrique atingiu Gilberto de forma desleal e recebeu cartão vermelho direto, deixando o Flamengo com dez jogadores.

2º TEMPO

O segundo tempo começou como o primeiro. Jogadas ríspidas por ambas as partes e muitas reclamações contra a arbitragem. Com vantagem numérica, o Tricolor sufocou o adversário para buscar o empate. Aos 15 minutos, o Flu empatou depois de outra intervenção do VAR. Everaldo foi derrubado na área por Léo Duarte e o árbitro mandou o jogo seguir, mas foi avisado pelo árbitro de vídeo e ao consultar as imagens, marcou pênalti que Yony González converteu.

Aos 36 minutos, o time dirigido por Fernando Diniz teve ótima chance para ampliar. Gilberto fez boa jogada pela direita e cruzou para a cabeçada forte de Yony González, mas a bola se chocou com o travessão. O Flu adotou uma postura mais defensiva, enquanto o Fla partiu para tentar o segundo gol que lhe daria a classificação. Aos 43 minutos, Lucas Silva chutou e a bola bateu em Caio Henrique dentro da área. Os rubro-negros pediram a marcação de pênalti, mas o árbitro nada viu de irregular na jogada.

Os jogadores seguiam envolvidos em confusão a cada lance polêmico, a cada entrada mais dura. O goleiro Diego Alves passou a ir tentar cabeçada na área tricolor a cada bola parada a favor da sua equipe. Aos 47 minutos, Renê evitou o segundo gol do Fluminense ao desarmar Everaldo, que recebeu de Luciano e se preparava para concluir na área.

Um minuto depois, o Flamengo desempatou. Lucas Silva foi derrubado por Léo Santos na área e o árbitro marcou pênalti, que Éverton Ribeiro bateu com categoria para garantir a vitória rubro-negra. Logo depois, Ganso recebeu o cartão vermelho por reclamação. E no final da partida, jogadores das duas equipes ainda se envolveram em nova confusão.

E AGORA?

Com o resultado, o Flamengo está na final da Taça Rio, no domingo (31), às 16h. E espera o vencedor da partida entre BanguVasco, nesta quita-feira (28), às 21h30, no Maracanã. O Fluminense agora torce para que o time de São Januário não vença a Taça Rio. Para assim se classificar para a semifinal do Campeonato Carioca 2019.

MELHORES MOMENTOS

Matheus Carvalho

Sobre Matheus Carvalho

Matheus Carvalho já escreveu 253 posts nesse site..

Sou Matheus Carvalho, carioca, tenho 20 anos e curso Jornalismo. O esporte sempre esteve na minha vida e provavelmente sempre estará. E como todo brasileiro sou apaixonado por futebol


Que tal assistir a final da Libertadores no Chile? Cadastre-se e concorra:

Rexona


Forza Football

 

Matheus Carvalho
Matheus Carvalho
Sou Matheus Carvalho, carioca, tenho 20 anos e curso Jornalismo. O esporte sempre esteve na minha vida e provavelmente sempre estará. E como todo brasileiro sou apaixonado por futebol

Artigos Relacionados

Topo