Com hat-trick de Lewandowski, Polônia está a uma vitória da Euro 2020

- Nos demais jogos do Grupo G, Macedônia do Norte e Áustria vencem em casa e seguem firmes em busca da classificação
Polônia Euro

Nesta quinta-feira (10), foi realizada a 7ª rodada do Grupo G das Eliminatórias para a Eurocopa 2020. Assim, jogando fora de casa, a líder Polônia não tomou conhecimento da Letônia e venceu por 3 x 0, com direito a três gols do atacante Lewandowski. Dessa forma, ele entrou para o Top 10 dos artilheiros europeus por seleção na história, com 60 gols marcados. Enquanto que Macedônia do Norte e Áustria aproveitaram o fator casa para derrotarem Eslovênia e Israel, respectivamente, por 2 x 1 e 3 x 1.

Com o triunfo ante a lanterna e agora eliminada Letônia, os poloneses seguem ainda mais líderes com 16 pontos. Abrindo vantagem de cinco para a 3ª colocada, Macedônia do Norte. Com isso, faltando três jogos para o fim, basta uma vitória para garantirem o passaporte para a Euro 2020. Já os austríacos e macedônicos, com as vitórias, ganharam uma posição cada e subiram para a 2ª e 3ª colocações, respectivamente, com 13 e 11 pontos. Os eslovenos deixaram o G2 e caíram para o 4º lugar, com 11. Enquanto os israelenses amargam a 5ª posição, com oito pontos.

ELIMINATÓRIAS DA EUROCOPA – GRUPO G – 7ª RODADA

LETÔNIA 0 x 3 POLÔNIA

Na etapa inicial, a Polônia se impôs e com 15′ de jogo já vencia por 2 x 0. Dessa forma, aos 8′, começou o show de Lewandowski. De dentro da área, o camisa 9 recebeu passe de Sebastian Szymanski e chutou cruzado no canto direito de Vanins para abrir o placar. Em seguida, Grosicki disparou pela esquerda e achou o atacante no meio da área, que arrematou e fez o segundo gol. Após, os visitantes diminuíram o ritmo. Na reta final, a Letônia ainda esboçou uma pressão com as chegadas de Oss e Laizans, mas a partida foi para o intervalo com o 2 x 0.

Na volta, o panorama inicial se manteve. A Polônia seguia melhor e, propondo o jogo, levava perigo com Grosicki. Aos 17′, Piatek exigiu uma boa defesa do arqueiro da Letônia. Em seguida, o camisa 23 tentou de cabeça, mas a bola foi para fora. Mas foi aos 30′, que Lewandowski apareceu, novamente, para o jogo. O camisa 9 recebeu passe de Grosicki e, livre de cara para o gol, completou para as redes para definir o marcador, 3 x 0. Já nos acréscimos, os 11 Lobos ainda tentaram descontar, mas a cabeçada de Oss foi para fora.

MACEDÔNIA DO NORTE 2 x 1 ESLOVÊNIA

Partida sem muitas emoções em seu primeiro tempo. Sendo assim, a Macedônia do Norte foi quem, minimamente, propôs o jogo. Aos 6′, em cobrança de escanteio, Ademi finalizou, mas a bola foi para fora. A resposta da Eslovênia veio aos 12′ com Ilicic. Em seguida, os donos da casa promoveram uma tímida pressão em duas boas investidas com Eljif Elmas e Nikolov, mas foi só. A segunda metade da etapa inicial foi de pouca criação e efetividade.

Se faltaram emoções na etapa inicial, sobraram na volta do intervalo. Logo aos 4′, brilhou a estrela de Eljif Elmas. O meia macedônico recebeu passe em profundidade de Pandev e deixou a bola no gol. Após, a Eslovênia voltou para o jogo e em duas oportunidades quase empatou. Aos 23′, em contra-ataque rápido, Ademi deu toque para Elmas deixar seu segundo tento. Com a desvantagem, os visitantes seguiram pressionando com Balkovec. Nos acréscimos, Ilicic, de pênalti, ainda descontou, mas não foi suficiente para mudar o resultado: 2 x 1.

ÁUSTRIA 3 x 1 ISRAEL

O jogo iniciou morno. Assim, o 1º lance de perigo veio aos 14′, com Hinteregger finalizando para fora. A partir dos 26′, a Áustria promoveu uma blitz na defesa israelense com Ilsanker e Dragovic. Mas no melhor momento dos mandantes foi a Seleção de Israel que chegou ao gol. Zahavi recebeu passe de Dabbur e mandou um balaço para as redes. Mesmo com o tento sofrido, os donos da casa acertaram a trave, aos 37′. Em seguida, Arnautovic achou Lazaro na área e ele mandou no centro do gol para empatar. As seleções seguiram ameaçando, mas o placar não se alterou na etapa inicial.

Na volta do intervalo, a Áustria dominou as ações. Aos 10′, em cobrança de escanteio, Laimer cruzou, Hinteregger dominou e de voleio virou o marcador, 2 x 1. O gol animou ainda mais os donos da casa que buscavam o terceiro com Baumgartlinger e Arnautovic. A seleção de Israel só assustou a partir dos 18′, com Solomon e Zahavi. Na reta final de jogo, pressão da Áustria com Sabitzer e Lazaro. Aos 43′, o camisa 9 austríaco deu números finais ao receber passe de Gregoritsch e da entrada da área mandar colocado para o gol, definindo o placar em 3 x 1.

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 444 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

365 Scores

BetWarrior


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados

Topo