Com boa estreia de Neymar, Ligue 1 é o foco dos holofotes

A rodada 2 da Ligue 1 chegou ao fim e teve

 de tudo. Teve time grande sendo surpreendido, teve estreia com gol de Neymar e muito mais. Confira detalhes da rodada jogo a jogo.

Nice 1 x 2 Troyes

Antes da bola rolar no Allianz Riviera o Nice apresentou à torcida o mais novo reforço do time, Wesley Sneijder, contratado junto ao Galatasaray (TUR). Ainda sem condições de jogo, o holandês assistiu da arquibancada a derrota de sua nova equipe diante do recém-promovido Troyes.

Também sem Mario Balotelli, que se recupera de uma lesão muscular, o Nice teve mais posse de bola, mas pouco ameaçou o gol de Samassa. Já no segundo tempo, aos 8′, em um lançamento despretensioso da defesa, o goleiro Cardinale saiu mal e Adama Niane aproveitou e abriu o placar para os visitantes.

Os donos da casa chegaram ao empate aos 18′. Oswaldo Vizcarrondo derrubou Pierre Lees-Melou dentro da área e o juiz marcou penalti a favor do Nice. Alassane Plea bateu e deixou tudo igual. O gol deu novo ânimo à equipe, que buscou a virada.

Masna reta final, já aos 39′, foi o Troyes que marcou novamente. Em jogada rápida de contra-ataque, Saif-Eddine Khaoui, que havia acabado de entrar na partida, finaliza à esquerda de Cardinale, que nem esboça reação, e dá números finais à partida.

O Troyes soma quatro pontos e deixa a equipe do brasileiro Dante ainda sem pontuar. Apesar do início ruim, o Nice tem pouco tempo para corrigir os erros, já que a equipe tem um duelo importante nesta quarta (16), diante do Napoli, por uma vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA.

Rennes 1 x 2 Lyon

Após uma goleada por 4×0 na estreia diante do RC Strasbourg, o Lyon visitou o Rennes e garantiu a segunda vitória na competição. Os gols saíram todos no segundo tempo. Os visitantes saíram na frente com Memphis Depay, de falta, aos 12′. Próximo da meia-lua, o camisa 11 bateu rasteiro e surpreendeu a defesa.

Aos 29′ o Lyon ampliou com Mariano Diaz. O atacante, que nesta temporada trocou o Real Madrid pelo time francês, completou de cabeça um cruzamento certeiro de Nabil Fekir e colocou no fundo das redes, sem chances para o goleiro Diallo. Foi o terceiro gol do espanhol/dominicano em dois jogos pela Ligue 1. A cinco minutos do fim o Rennes diminuiu graças a uma linda cobrança de falta de Benjamin Bourigeaud, por cima da barreira.

Com o resultado o Lyon vai a 6 pontos e mantém os 100% de aproveitamento na Ligue 1, enquanto o Rennes continua com 1.

Nantes 0 x 1 Marseille

Claudio Ranieri definitivamente está sem sorte. O italiano que encantou o mundo vencendo a Premier League com o modesto Leicester City tem um início de temporada nada fácil em Nantes. Após o 3×0 sofrido contra o Lille na estreia, os canários receberam o Olympique de Marseille no Stade de la Beaujoire.

Para infelicidade da torcida o Nantes perdeu três jogadores lesionandos em 25 minutos de jogo: Moutousammy, aos 12′, deu lugar a Rongier, Adrien Thomasson, aos 21′, foi substituído por Bammou e finalmente, aos 25′, Jules Iloki deixou o gramado substituído por Kačaniklić. A falta de sorte da nova equipe de Ranieri ganhou contornos de drama quando, aos 25′ da segunda etapa, o brasileiro Diego Carlos sofreu uma lesão no ombro. Para não desfalcar a equipe, o zagueiro atuou com o braço enfaixado junto ao corpo, à la Beckenbauer na semifinal da Copa de 70 contra a Itália.

Esforçado, o Nantes conseguiu segurar a igualdade até os 42′ do segundo tempo, quando, em cruzamento de Thauvin pela direita, Germain desviou e o argentino Lucas Ocampos completou para o fundo da rede e colocou o Marseille na frente. Nos minutos finais os donos da casa pressionaram, mas não conseguiram impedir a segunda derrota da equipe.
A vitória dramática manteve o Marseille com 100% de aproveitamento e 6 pontos, enquanto o Nantes segue zerado.

Toulouse 1 x 0 Montpellier

O Toulouse, time do brasileiro Somália, recebeu o Montpellier na segunda rodada da Ligue 1. O jogador revelado pelo Bangu começou no banco de reservas e entrou aos 32′ do primeiro tempo, substituindo Clément Michelin, que saiu contundido.

O gol da vitória da equipe da casa foi marcado aos 43′ da primeira etapa, de pênalti. Após cruzamento na área, o árbitro marcou um puxão do zagueiro português Pedro Mendes em cima de Ola Toivonen dentro da área. Na cobrança, Jimmy Durmaz converteu e garantiu os primeiros três pontos do Toulouse na Ligue 1. Derrotado, o Montpellier segue com 3 pontos na tabela.

Caen 0 x 1 St. Etienne

O St. Etienne é outra equipe que manteve 100% de aproveitamento ao vencer o Caen, fora de casa. Oussama Tannane teve a chance de abrir o placar em favor do St. Etienne, mas acertou uma cabeçada na trave. No rebote, o marroquino completou de pé esquerdo mas o goleiro Vercoutre fez grande defesa. No entanto, aos 22′ da etapa final, após excelente jogada de Bamba, Hamouma recebeu em velocidade e garantiu a vitória da equipe dos brasileiros Hernani e Gabriel Silva – o lateral ex-Palmeiras ainda entrou no jogo, a quatro minutos do fim, substituindo o autor do gol.

Com a vitória o St. Etienne vai a 6 pontos e mantém o Caen sem pontuar nesta edição da Ligue 1.

Bordeaux 2 x 0 Metz

O time dos brasileiros Otávio, Jonathan Cafu e Malcom conquistou a primeira vitória na competição diante do Metz, por 2×0.

Jogando em casa, o Bordeaux abriu o placar aos 44′ do primeiro tempo o argentino Valentim Vada, que mandou uma bomba de fora da área no canto esquerdo do goleiro Didillon. Mais tarde, aos 19′ da etapa complementar, Malcom cruza pela direita e Sankhare mandar para o fundo do gol e ampliar a vantagem dos Girondinos.

Dois minutos depois do segundo gol, Jonathan Cafu estreou pelo Bordeaux, entrando no lugar de Kamano, mas o placar continua o mesmo até o fim do jogo. Com a vitória os donos da casa chegam a 4 pontos, enquanto o Metz continua sem pontuar.

Amiens SC 0 x 2 Angers

Recém-promovido à League 1, o Amiens ainda busca os primeiros pontos na competição. Os unicórnios, como são conhecidos, perderam na estreia para o PSG fora de casa, receberam o Angers, que estreou com empate diante do Bordeaux.

Os gols dos visitantes foram marcados por Crivelli, aos 27′ da primeira etapa, quando recebeu uma enfiada de bola na grande área e só teve o trabalho de mandar para dentro das redes. No segundo tempo, aos 11′, Mangani ampliou para o Angers. Aproveitando a saída estabanada do goleiro rival, o francês pegou o rebote e mandou um toque de cobertura, com categoria, próximo do círculo central, que morreu dentro das redes. O zagueiro Adenon, do Amiens, ainda tentou cortar de cabeça.

Strasbourg 3 x 0 Lille

Depois da goleada sofrida contra o Lyon na rodada inicial, o Strasbourg se recuperou em casa e aplicou a primeira derrota ao Lille de Marcelo Bielsa.

Em um jogo para ser esquecido, “El Loco” foi obrigado a substituir dois jogadores por lesão nos primeiros 20 minutos de jogo: Thiago Mendes (ex-São Paulo) saiu de campo aos 12’ e deu lugar a Bissouma, e aos 19’ Malcuit foi substituído por Thiago Maia (ex-Santos). Bielsa utilizou sua terceira substituição ainda no primeiro tempo, aos 38’, sacando Ballo Toure, que havia recebido um cartão amarelo, e promoveu a entrada de N’Guessan.

Mas o golpe que selou o destino da partida aconteceu aos 18’ da etapa complementar: mais “Loco” que o técnico argentino, o goleiro Maignan se envolveu em uma discussão com o camisa 10 do Strasbourg, Corgnet, reclamando que havia sido atrapalhado por ele na cobrança de um tiro de meta. Não satisfeito com a troca de farpas verbal, o arqueiro francês, deliberadamente, jogou a bola na nuca do adversário, tudo isso bem em frente ao árbitro Johan Hamel, que imediatamente expulsou o camisa 16.

Sem goleiro e sem substituições, De Préville foi para o gol. Cerca de 10 minutos depois, em cobrança de escanteio do Strasbourg, Jonas Martin finalizou e o atacante “aceitou”, deixando a bola entrar. Tal qual uma pelada de rua, a falha custou-lhe a posição: o francês voltou para o ataque enquanto o zagueiro Amadou vestiu as luvas e foi para baixo dos três paus. Não adiantou muito. Dimitri Lienard, de pênalti, aos 37’, e Jeremy Grimm, aos 43’, garantiram a vitória do Strausborg.

O brasileiro Luiz Araújo (ex-São Paulo) esteve em campo os 90 minutos pelo Lille, mas passou em branco. As duas equipes têm 3 pontos somados no Campeonato Francês.

Dijon 1 x 4 Monaco

Atual campeão da Ligue 1, o Monaco conquistou uma convincente vitória fora de casa diante do Dijon. Mesmo sem Mbappé, que ainda pode ser negociado nesta janela de transferências e por conta disso foi sacado da equipe titular pelo técnico Leonardo Jardim, o time do principado não teve dificuldade para conquistar a vitória.

O Monaco precisou de apenas 3 minutos para abrir o placar. Em cobrança de escanteio, Lemar desviou e Falcão Garcia, na pequena área, completou para o gol. Os atuais campeões ampliaram a diferença aos 24’ em uma pintura de Jemerson (ex-Atlético Mineiro). Novamente em cobrança de escanteio, o brasileiro acertou uma linda bicicleta e correu para o abraço.

O time do principado voltou a marcar ainda no primeiro tempo, aos 37’, novamente com Falcão Garcia, em um toque que desviou na marcação e acabou encobrindo o goleiro. O Dijon descontou aos 43’, com Said, mas não foi suficiente para colocar os donos da casa de volta no jogo.

No início da segunda etapa, aos 6’, Falcão Garcia fez o terceiro dele no jogo: hat-trick para o colombiano capitão do Monaco, que agora divide a artilharia com Mariano, do Lyon.

Além de Jemerson, os brasileiros Jorge e Fabinho também jogaram os 90 minutos.

Guingamp x Paris Saint Germain

Finalizando a rodada, o Guingamp recebeu o Paris Saint Germain em casa. O jogo estava cercado de expectativas com a estreia de Neymar.

No primeiro tempo o PSG dominou, fazendo o time da casa se espremer no campo de defesa, mas não conseguiu ser efetivo. Sobre Neymar, não guardou posição. Naturalmente pela esquerda, mas caia muito pelo meio e, por vezes, na direita também. Deu seu primeiro chute aos 19 minutos, no qual veio da esquerda para o meio, driblando a zaga adversária, mas pegou embaixo da bola que subiu. Ainda tentou bela jogada dentro da área, caiu pedindo pênalti, mas nada deu o juiz.

Mas no 2º tempo o jogo mudou, parece que a conversa no vestiário foi boa e Neymar acertou as diferenças com os companheiros. O brasileiro deu uma enfiada de bola para Cavani, mas a zaga desvia e a bola acaba no pés de Jordan Ikoko, que foi recuar para o goleiro e abriu o placar para o PSG com um gol contra aos 17′. Em outra jogada de Neymar, na qual Cavani passou em profundidade, o camisa 10 deu uma de meia armador e lançou o uruguaio nas costas do zagueiro que ampliou aos 27′. Já nos minutos finais, aos 37′, o uruguaio decidiu retribuir o presente e fez boa jogada pela esquerda e serviu o novo astro e do PSG que só teve o trabalho de empurrar para a rede.

Neymar teve uma boa estreia e ainda levou o troféu de melhor jogador da partida. Com o resultado o PSG é o vice-líder com 6 pontos e o Guingamp o 12º colocado com 3.

Johnny Katayama

Sobre Johnny Katayama

Johnny Katayama já escreveu 72 posts nesse site..

Johnny Katayama é jornalista, locutor e apaixonado por esportes – defutebol e basquete até hipismo e xadrez. Entusiasta dos eSports ejogador amador de League of Legends. Narrador e repórter nastransmissões da TV MundoVôlei. Autor do livro: “Galo Guerreiro – osúltimos campeões estaduais da história do futebol profissional deMaringá” (2012).


 

365 Scores

 

Johnny Katayama
Johnny Katayama
Johnny Katayama é jornalista, locutor e apaixonado por esportes – defutebol e basquete até hipismo e xadrez. Entusiasta dos eSports ejogador amador de League of Legends. Narrador e repórter nastransmissões da TV MundoVôlei. Autor do livro: “Galo Guerreiro – osúltimos campeões estaduais da história do futebol profissional deMaringá” (2012).

Artigos Relacionados

Topo