Com 37% de aproveitamento, Marcelo Cabo é demitido do Vila Nova

Depois de 17 jogos no comando do Vila Nova e só quatro vitórias, diretoria demite técnico que comandou o CSA no acesso à Serie A do Brasileirão
Com 37% de aproveitamento, Marcelo Cabo é demitido do Vila Nova

O técnico Marcelo Cabo foi demitido do Vila Nova na quinta-feira (3) quando chegou para comandar mais um treinamento. Cabo disse que foi comunicado pelo Diretor de Futebol, Hugo Jorge Bravo, que não seguiria no comando Colorado. Em 17 jogos, foram quatro vitórias, sete empates e seis derrotas. Sendo assim, um aproveitamento de 37% no comando do técnico que ajudou o CSA a conseguir o acesso para a elite do Campeonato Brasileiro.

“Deixo aqui o meu agradecimento à diretoria, jogadores, torcedores e aos profissionais com os quais trabalhei no dia a dia. Tenho um carinho muito grande por este clube. Desejo boa sorte ao Vila Nova e espero que o time conquiste os seus objetivos”, declarou Cabo em coletiva de despedida na quinta-feira (3), ainda no CT da equipe Colorada.

Com resultados ruins antes mesmo de sua chegada a Goiânia, a missão do treinador era dar fim à má fase do clube da capital, que não conseguia somar pontos na Série B. Com isso, o time está na 15ª posição na tabela e possui 29 pontos, sendo assim, dois a mais que o Criciúma, primeiro colocado na zona do rebaixamento. Dessa maneira, o fantasma do Z4 ainda assombra o Tigrão goiano. Num balanço total, a equipe tem 37.2% de aproveitamento na competição.

Enquanto o Diretor de Futebol não acerta com um novo treinador, Rafael Toledo, auxiliar fixo do clube, vai comandar o Tigre na partida contra o São Bento. O confronto direto acontece nesta segunda-feira (7), em Sorocaba, pela 27ª rodada do Campeonato. A equipe paulista está na vice-lanterna, com 24 pontos somados.

Foto destaque: Divulgação/Vila Nova

Danyela Freitas

Sobre Danyela Freitas

Danyela Freitas já escreveu 202 posts nesse site..

Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).

BetWarrior


Danyela Freitas
Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).
https://www.instagram.com/danyelaf/

Artigos Relacionados

Topo